Posts com Tag ‘igreja maranata’

oq-eh-matrix

Sofri anos nessa igreja. Não vou dizer que no começo tudo não foi lindo e perfeito. Fiz muitas coisas por eles, mas quando realmente precisei, fui deixado de lado e com a mente lavada sofri e cai nas drogas depois que sai de lá, demorei anos pra me levantar porque na minha cabeça só existia uma igreja certa, essa porcaria que me deixou na época como um robô que não podia nem ter amigos fora da igreja, nem minha família eu via mais,familiares e tal… Uma pena , realmente agora entendo o significado da palavra ” e conhecereis a verdade e ela vos libertará “. O verdadeiro amor nunca julga e sim sofre junto até te levantar,não vira as costas pra VC e nem te condena perante hipócritas …

Anúncios

A fundação Manoel dos Passos Barros da maranata afunda na lama de seus criadores, os mesmos criadores que inventam as doutrinas da seita…

pastor-da-obra

PROCESSO CONTRA A FUNDAÇÃO MANOEL DOS PASSOS BARROS – DECISÃO

Processo : 0028231-15.2013.8.08.0024 Petição Inicial : 201300957841 Situação : Tramitando
Ação : Ação Civil Pública Natureza : Fazenda Pública – Resolução 005/2012 Data de Ajuizamento: 31/07/2013
Vara: VITÓRIA – 3ª VARA DA FAZENDA PÚBLICA ESTADUAL, MUNICIPAL, REGISTROS PÚBLICOS,MEIO AMBIENTE E SAÚDE

Distribuição
Data : 31/07/2013 16:22 Motivo : Distribuição por sorteio

Partes do Processo
Litisconsorte Passivo
IGREJA CRISTA MARANATA
32023/DF – WILLER TOMAZ DE SOUZA
Requerente
MINISTERIO PUBLICO DO ESTADO DO ESPIRITO SANTO
Requerido
FUNDACAO MANOEL DOS PASSOS BARROS
16240/ES – LEONARDO BECKER PASSOS DE OLIVEIRA
ANTONIO CARLOS RODRIGUES DE OLIVEIRA
16240/ES – LEONARDO BECKER PASSOS DE OLIVEIRA
MARILDO PAGOTTO COZER
16240/ES – LEONARDO BECKER PASSOS DE OLIVEIRA
GILBERTO RIBEIRO DOS SANTOS
16240/ES – LEONARDO BECKER PASSOS DE OLIVEIRA
MARCO ANTONIO LOPES OLSEN
LUIZ EUGENIO DO ROSARIO SANTOS
16240/ES – LEONARDO BECKER PASSOS DE OLIVEIRA
MARCOS MOTTA FERREIRA
9210/ES – ENRICO SANTOS CORREA
3876/ES – FRANCISCO CARLOS DE MORAIS SILVA
ANTONIO TARCISIO CORREA DE MELLO
16240/ES – LEONARDO BECKER PASSOS DE OLIVEIRA
RENATO DUGUAY SIQUEIRA
11790/ES – MAGNUS ANTONIO NASCIMENTO COLLI
16240/ES – LEONARDO BECKER PASSOS DE OLIVEIRA
ANSELMO TOZI
28868/DF – RAQUEL BOTELHO SANTORO
MARIA DE LOURDES SOARES
19649/ES – MARIANA SOARES BARATELA

Juiz: JORGE HENRIQUE VALLE DOS SANTOS

Decisão

D E C I S Ã O

Cuidam os presentes autos de AÇÃO CIVIL PÚBLICA POR ATOS DE IMPROBIDADE ADMINISTRATIVA movida pelo MINISTÉRIO PÚBLICO ESTADUAL em face de FUNDAÇÃO MANOEL DOS PASSOS BARROS, ANTONIO CARLOS RODRIGUES DE OLIVEIRA, MARILDO PAGOTTO COZER, GILBERTO RIBEIRO DOS SANTOS, MARCO ANTONIO LOPES OLSEN, LUIZ EUGÊNIO DO ROSÁRIO SANTOS, MARCOS MOTTA FERREIRA, ANTONIO TARCISIO CORREA DE MELLO, RENATO DUGUAY SIQUEIRA, ANSELMO TOZI e MARIA DE LOURDES SOARES, por suposta prática de ato de improbidade administrativa.

Em sua exordial de fls. 02/25, o Ministério Público Estadual sustenta, em síntese, que a partir do ano de 2004, por meio de emendas parlamentares, a fundação ora requerida passou a receber recursos públicos para aplicação em ações e serviços de saúde, sendo que tais repasses foram concretizados por meio de convênios firmados entre a fundação e a Secretaria de Estado da Saúde – SESA.

Ademais, segue o Autor alegando que, mediante auditoria realizada pela 2ª Controladoria Técnica do Tribunal de Contas do Estado do Espírito Santo em alguns dos convênios, foi apurado que parte dos recursos repassados à fundação foram utilizados para fins diversos do preconizado pelo Poder Público, com notório desvio de finalidade.

Com a peça exordial vieram os documentos constantes no volume “anexo 01”, em apenso aos presentes autos.
Despacho às fls. 27 na qual, postergando a análise do pleito liminar, determinou a notificação dos requeridos, na forma do art. 17, § 7º da Lei n. 8.429/92.

Marcos Antonio Lopes Olsen apresentou manifestação preliminar às fls. 61/75, momento no qual alegou, em resumo, que não teve participação nos atos alegados na inicial, bem como pugnou pelo indeferimento do pleito liminar pretendido.

Fundação Manoel dos Passos Barros, Antonio Carlos Rodrigues de Oliveira, Marildo Pagotto Cozer, Gilberto Ribeiro dos Santos, Luiz Eugenio do Rosario Santos, Antonio Tarcisio Correia de Mello e Renato Duguay Siqueira apresentaram defesa prévia às fls. 82/128, oportunidade na qual não alegaram questões processuais. Quanto ao mérito, argumentam que as despesas realizadas pela fundação não foram estranhas ao interesse público, pugnando, ao final, pela rejeição da demanda.

Anselmo Tozi apresentou manifestação preliminar às fls. 591/612, momento no qual alegou as questões preliminares de inépcia da inicial, bem como a impossibilidade da concessão da tutela de urgência pleiteada na exordial.

Às fls. 613/615 a Igreja Cristã Maranata – Presbitério Espírito Santense pugnou por sua inclusão no feito, na qualidade de assistente simples.

Maria de Lourdes Soares se manifestou às fls. 638/657, oportunidade na qual não questões processuais e, acerca do mérito, argumentou pela correta execução dos convênios objetos desta demanda.

Marcos Motta Ferreira ofertou defesa prévia às fls. 750/788, sendo que, em síntese, alegou a ausência de conduta dolosa de sua parte, pugnando pela rejeição da demanda.
É a síntese do necessário.

Decido.

Das questões preliminares:
I – Inépcia da inicial:
O requerido Anselmo Tozi, em manifestação de fls. 591/612, argumenta que a peça inicial não possui condições processuais mínimas para o regular prosseguimento da demanda, eis que não possui fundamentos mínimos acerca da existência do ato de improbidade administrativa.
Todavia, entendo que tais argumentos dizem respeito ao mérito da causa, sendo que serão devidamente analisados em momento oportuno, razão pela qual rejeito a preliminar.
Da admissibilidade da demanda:
Em relação ao mérito, sabe-se que a decisão que recebe a petição inicial não é o momento processual adequado para o aprofundamento acerca do mérito das questões em julgamento, especialmente quanto à suficiência ou insuficiência das provas apresentadas com a inicial.

Como bem anota Rogério Pacheco Alves, em sua obra Improbidade Administrativa (2011, p. 725), “o momento preambular, antecedente ao recebimento da inicial, não se volta a um exame aprofundado da causa petendi exposta pelo autor em sua vestibular, servindo, precipuamente, como já dito, como instrumento de defesa da própria jurisdição, evitando-se lides temerárias. Poderíamos afirmar, sem medo, que, tal como se verifica na seara processual penal, deve o Magistrado, neste momento, servir-se do princípio in dubio pro societate, não coartando, de forma perigosa, a possibilidade de êxito do autor em comprovar, durante o processo, o alegado na inicial.”

Em análise perfunctória, constata-se que a petição inicial é acompanhada de prova documental suficiente à demonstração preliminar de que os requeridos teriam praticados atos que podem se amoldar aos tipos trazidos na Lei n.8.429/92.
Logo, a robusta prova documental anexada à inicial, consubstanciada, dentre outras, na auditoria realizada pela 2ª Controladoria Técnica do Tribunal de Contas deste Estado, demonstram a verossimilhança das alegações autorais e apontam para a provável ocorrência dos atos de improbidade administrativa que, em tese, causem prejuízo aos cofres públicos.
De outra plana, entendo que o Autor Ministerial, em sua peça de ingresso, delineou de maneira satisfatória a eventual participação dos requeridos, quer sejam agentes públicos ou membros do Conselho Diretor da Fundação ora demandada. Desta forma, a inicial se encontra em conformidade com a jurisprudência do STJ (AgRg no AREsp 184.147/RN, Rel. Ministro HUMBERTO MARTINS, SEGUNDA TURMA, julgado em 14/08/2012, DJe 20/08/2012).
Ademais, as alegações trazidas nas manifestações apresentadas sustentam, em síntese, que todos os valores percebidos pela Fundação Manoel dos Passos Barros foram utilizados de forma legal, em obediência ao interesse público e aos objetivos da referida entidade.

Todavia, entendo que para a efetiva comprovação dos argumentos lançados, se faz necessário o alargamento da instrução processual, momento no qual as partes poderão se manifestar de forma plena acerca dos fatos articulados na exordial.

Assim, as defesas prévias apresentadas, por si só, não são capazes de impedir o recebimento da inicial, devendo ser deflagrada a citação dos requeridos para que os fatos alegados pelo Autor sejam esclarecidos durante a instrução processual.
Nesse sentido, os elementos probatórios trazidos aos autos pelo Parquet são suficientes para admitir a presente ação, para que em fase processual ulterior e oportuna se possa aferir, com exatidão, a conduta perpetrada pelos réus. De outra plana, as defesas prévias apresentadas, conforme já dito, em que pesem os argumentos levantados, não oferecem elementos capazes de afastar totalmente a hipótese levantada pelo Ministério Público. Logo, verifico que há plausibilidade das alegações que se encontram acompanhadas de indícios suficientes para o início do processo.

À luz do exposto, na forma do artigo 17, § 9º da Lei de Improbidade Administrativa, RECEBO A INICIAL EM FACE DE TODOS OS REQUERIDOS e, por conseguinte, determino a citação dos mesmos para o oferecimento de contestação, no prazo legal, conforme o Código de Processo Civil.

DA MEDIDA LIMINAR:
No que tange ao pedido antecipatório, dispõe o artigo 7º da Lei nº 8.429/1992 que “quando o ato de improbidade causar lesão ao patrimônio público ou ensejar enriquecimento ilícito, caberá a autoridade administrativa responsável pelo inquérito representar ao Ministério Público, para a indisponibilidade dos bens do indiciado”. Ainda, é preciso observar as regras contidas do artigo 273 do CPC, naquilo em que não contrarie os dispositivos daquela lei.
Afigura-se, portanto, imprescindível a demonstração por prova inequívoca da verossimilhança dos fatos afirmados, em especial que possam levar a um juízo de certeza, ainda que no âmbito de uma cognição sumária, como também a possibilidade do perigo da demora.

In casu, quanto aos elementos ensejadores da medida liminar requerida, em sede de análise superficial, pela leitura dos documentos apresentados, vê-se que são plausíveis as alegações do Ministério Público Estadual, estando os requisitos autorizativos amplamente caracterizados.

Nesse sentido, o fumus boni juris encontra-se presente diante da documentação acostada aos autos, mormente quanto a análise técnica por parte do Tribunal de Contas deste Estado, na qual aponta indícios do mau uso de verbas públicas, o que poderia ocasionar, em tese, a lesão dos cofres públicos.
Logo, os documentos anexados à inicial (dispostos em apenso) demonstram a verossimilhança das alegações autorais e, consequentemente, apontam para a provável ocorrência dos atos de improbidade administrativa que importam em prejuízo ao erário e atentam contra os princípios da Administração Pública.
O periculum in mora, que se traduz no fundado temor de que, a espera da tutela definitiva, poderá ocorrer prejuízos da ação principal ou frustrar a sua execução, especialmente quanto à restituição dos valores supostamente empregados com desvio de finalidade, também é capaz de ser identificado, na medida em que se evidencia, por ora, dano aos cofres estaduais.
Ademais, imperioso destacar que nas ações por ato de improbidade, em virtude da natureza do ato e da necessidade de garantir eventual ressarcimento aos cofres públicos, o periculum in mora se apresenta de forma presumida, não sendo necessária a prova inequívoca de que os requeridos pretendam frustrar eventual execução. Nesse sentido:

ADMINISTRATIVO. AÇÃO CIVIL PÚBLICA. INDISPONIBILIDADE DE BENS. POSSIBILIDADE. REQUISITOS. ART. 7º DA LEI N. 8.429/1992. PERICULUM IN MORA ABSTRATO. TUTELA ANTECIPADA. REQUISITOS. REVISÃO. MATÉRIA FÁTICO-PROBATÓRIA. SÚMULA 7 DO STJ. INDISPONIBILIDADE.
1. A Primeira Seção desta Corte, no julgamento do REsp 1319515/ES, Rel. p/ Acórdão Min. Mauro Campbell Marques firmou o entendimento no sentido de que “estando presente o fumus boni juris, como constatado pela Corte de origem, e sendo dispensada a demonstração do risco de dano (periculum in mora), que é presumido pela norma, em razão da gravidade do ato e a necessidade de garantir o ressarcimento do patrimônio público, conclui-se pela legalidade da decretação da indisponibilidade dos bens.”

2. A iterativa jurisprudência desta Corte é no sentido de que, para análise dos critérios adotados pela instância ordinária que ensejaram a concessão da liminar ou da antecipação dos efeitos da tutela, é necessário o reexame dos elementos probatórios a fim de aferir a “prova inequívoca que convença da verossimilhança da alegação”, nos termos do art. 273 do CPC, o que não é possível em recurso especial, dado o óbice da Súmula 7 desta Corte.
Agravo regimental improvido.
(AgRg no AREsp 350.694/RS, Rel. Ministro HUMBERTO MARTINS, SEGUNDA TURMA, julgado em 05/09/2013, DJe 18/09/2013)

ADMINISTRATIVO E PROCESSUAL CIVIL. AÇÃO CIVIL PÚBLICA. IMPROBIDADE ADMINISTRATIVA. LIMINAR. INDISPONIBILIDADE DE BENS. PERICULUM IN MORA PRESUMIDO.
1. Trata-se de Ação de Improbidade administrativa movida contra ex-prefeito municipal da cidade de Iramaia, em razão de ele, durante o exercício de 2007, ter firmado três contratos de prestação de serviços médicos, sob os números 658/2007, 559/2007 e 660/2007, empenhando e liquidando as despesas neles previstas, sem, no entanto, ter prestado os serviços médicos contratados.

2. A concessão da medida de indisponibilidade não está condicionada à comprovação de que o réu esteja dilapidando seu patrimônio, ou na iminência de fazê-lo, tendo em vista que o periculum in mora está implícito no comando legal. Assim deve ser a interpretação da lei, porque a dilapidação é ato instantâneo que impede a atuação eficaz e acautelatória do Poder Judiciário. Precedentes do STJ.
3. Recurso Especial provido.

(REsp 1342412/BA, Rel. Ministro HERMAN BENJAMIN, SEGUNDA TURMA, julgado em 20/11/2012, DJe 18/12/2012)
Quanto ao limite de indisponibilidade de bens dos requeridos, temos o entendimento da Primeira Turma do STJ no sentido de que “a decretação de indisponibilidade de bens em decorrência da apuração de atos de improbidade administrativa deve observar o teor do artigo 7º, parágrafo único, da Lei n. 8.429/92, limitando-se a constrição aos bens necessários ao ressarcimento integral do dano, ainda que adquiridos anteriormente ao suposto ato de improbidade”. (RESP 1040254/CE; Rel. Min. DENISE ARRUDA, Primeira Turma, DJ: 15/12/2009, DP: 02/02/2010).

Assim, DEFIRO o pedido liminar quanto a indisponibilidade de bens dos requeridos FUNDAÇÃO MANOEL DOS PASSOS BARROS, ANTONIO CARLOS RODRIGUES DE OLIVEIRA, MARILDO PAGOTTO COZER, GILBERTO RIBEIRO DOS SANTOS, MARCO ANTONIO LOPES OLSEN, LUIZ EUGÊNIO DO ROSÁRIO SANTOS, MARCOS MOTTA FERREIRA, ANTONIO TARCISIO CORREA DE MELLO, RENATO DUGUAY SIQUEIRA, ANSELMO TOZI e MARIA DE LOURDES SOARES e, por consequência, DETERMINO o bloqueio de seus bens até a quantia de R$ 762.867,45 (setecentos e sessenta e dois mil, oitocentos e sessenta e sete reais e quarenta e cinco centavos), conforme quadro apresentado às fls. 22/23, devendo o cartório expedir os ofícios necessários para tanto.
DEFIRO o pleito de fls. 613/615, devendo o cartório adotar as diligências necessárias.

Intime-se o Ministério Público Estadual.
Citem-se.
Diligencie-se.

 

https://www.facebook.com/despertacrenteJo629/photos/a.464938910235313.115008.464934880235716/849003101828890/?type=1

BlueRedPill

Adorei esse comentário:

“Faça um teste, coloque a mão na sua nuca…
Achou, sentiu?
A tomada, o conector, o plugue da Matrix?
Se não, sabe o que isso significa?
Que você não foi feito para receber comandos vindos de fora!
Nós fomos criados para sermos comandados por dentro, evangelho não se resume a coisas externas, mas uma contínua mudança de cabeça, de pensamento, de mentalidade (metanóia) Rm 12:1-2.
Quem envia comandos é quem governa e quem deveria nos governar é o Espírito Santo de Deus!
Pense nisso na próxima vez que algum “ungido” tentar entuchar qualquer doutrina na tua cabeça!
Qualquer pessoa que queira fazer isso, estará usurpando a autoridade que somente deveria ser de Cristo.
Só Jesus tem a “pílula vermelha” capaz de te mostrar a verdade, experimente.
Saia da Matrix religiosa!”

fonte: http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2011/03/liberdade-de-expressao/#comment-14458

oq-eh-matrix

igreja cristã maranata – doutrina do anti-cristo: A VOLTA DE JESUS COMO DOUTRINA DO MEDO…

Signorelli-Antichrist_and_the_devil“Certa vez houve um dom onde Deus falou que, “antes que nossas crianças se tornassem adultas, Jesus voltaria.” A sensação era de que seria brevíssimo porque aquelas crianças se tornariam adultas dentro de poucos anos, inclusive eu. Então, uma irmã me disse que era bobeira eu estudar porque Jesus ia voltar breve e que o ideal seria terminar o 2º grau, casar e viver tranquila, com uma vida mais simples.” – Texto enviado ao Desperta, Crente.

“Em 1971 teve um dom dizendo o mesmo em minha casa “antes que alguma destas crianças se tornem adultas Jesus voltará” A criança mais nova naquela época tinha 3 anos hoje é um pai de família de 48 anos.” – Comentário no Desperta

Lendo esses relatos, passamos a entender porque GG mudou o nome da igreja que ele tinha fundado de Igreja Cristã Presbiteriana para Igreja Cristã Maranata.

Não é de hoje que o homem tenta, em todas as culturas, prever o fim do mundo e no meio evangélico já houve varias tentativas de prever a volta de Jesus. Mesmo que a Biblia mostre claramente que aquele dia e hora ninguem sabe.( Mateus 25:13)

Mas como esse dia fascina a imaginação humana, muito tem se especulado e sempre que existe uma data ou um ano, vemos pessoas que abandonam seus empregos, vendem tudo o que tem e passam a seguir esses profetas do apocalipse. Quando a data passa, acontecem as decepções, os arrependimentos e até suicidios.

Diante disso, GG fundamentou sua igreja nessa profecia, a volta de Jesus. Mas ele foi mais esperto do que esses que tentaram adivinhar o dia. Sabendo que não existe uma data certa, ele trabalhou na mente de seus seguidores que esse dia poderia ser a qualquer momento e assim os fizeram viver a vida toda dedicada a igreja que ele fundou usando o medo das pessoas de Jesus voltar e elas ficarem. Por isso a mudança do nome da igreja para Maranata. Era uma maneira sutil e subliminar de fazer os membros viverem em função da ICM dando suas vidas, seu dinheiro, seu trabalho, impedindo as pessoas de buscarem crescimento profissional, fazendo buscar empregos que não impediam estar todos os dias na igreja, porque Jesus iria voltar breve e poderia ser em qualquer instante. Isso explica por que o culto é diário, já que Jesus voltará a qualquer momento. E o medo das pessoas sairem, pensando que perderão a salvação.

Isso explica também a ênfase no nome da igreja depois dos escândalos e porque foi facil para a maioria dos membros acreditarem ser perseguição, pois está escrito que nos últimos dias os cristãos seriam perseguidos. Por isso esse argumento foi tão utilizado por vários maranaticos. Por isso o nome Maranata, para escravizar as pessoas em função da volta de Jesus, já que o significado é “o Senhor Vem”. Tudo devidamente arquitetado para construir o império religioso que construiu. Um gênio do mal.

Irmãos, é evidente que Jesus vai voltar e devemos viver sim nossas vidas como se Sua vinda fosse no minuto seguinte. Mas Jesus jamais nos ordenou que deixassemos de viver, de construir família, de estudar, ter um bom emprego e muito menos de viver em função de denominação por causa da volta dEle. É o nosso testemunho em todas as áreas da vida que Deus usa para alcançar seus escolhidos em todos os lugares do mundo. Você não será salvo fazendo qualquer coisa na ICM ou outra denominação qualquer. Atividades em instituições religiosas não garantem a salvação. Sua garantia é sua fé em Jesus e sua fidelidade a Palavra e seus ensinamentos. Creia nisso e não viva mais com medo.

Porque pela graça sois salvos, por meio da fé; e isto não vem de vós, é dom de Deus. Efésios 2:8

Porque todo aquele que invocar o nome do Senhor será salvo. Romanos 10:13

E acontecerá que todo aquele que invocar o nome do Senhor será salvo. Atos 2:21

No amor não há temor, antes o perfeito amor lança fora o temor; porque o temor tem consigo a pena, e o que teme não é perfeito em amor. 1 João 4:18

Porque os olhos do Senhor estão sobre os justos, E os seus ouvidos atentos às suas orações; Mas o rosto do Senhor é contra os que fazem o mal.
E qual é aquele que vos fará mal, se fordes seguidores do bem?
Mas também, se padecerdes por amor da justiça, sois bemaventurados. E não temais com medo deles, nem vos turbeis;
1 Pedro 3:12-14

Quem intentará acusação contra os escolhidos de Deus? É Deus quem os justifica.
Quem é que condena? Pois é Cristo quem morreu, ou antes quem ressuscitou dentre os mortos, o qual está à direita de Deus, e também intercede por nós.
Quem nos separará do amor de Cristo? A tribulação, ou a angústia, ou a perseguição, ou a fome, ou a nudez, ou o perigo, ou a espada?
Como está escrito:Por amor de ti somos entregues à morte todo o dia;Somos reputados como ovelhas para o matadouro.
Mas em todas estas coisas somos mais do que vencedores, por aquele que nos amou.
Porque estou certo de que, nem a morte, nem a vida, nem os anjos, nem os principados, nem as potestades, nem o presente, nem o porvir,
Nem a altura, nem a profundidade, nem alguma outra criatura nos poderá separar do amor de Deus, que está em Cristo Jesus nosso Senhor. Romanos 8:33-39

Desperta, Crente.

fonte: https://www.facebook.com/photo.php?fbid=641962149199654&set=a.464938910235313.115008.464934880235716&type=1&theater

A seita “igreja cristã maranata”

desastre da heresia da igreja maranata

desastre da heresia da igreja maranata

Tocado pelos recentes escândalos envolvendo a cúpula da Igreja Cristã Maranata, venho
Explicar a todos como é esta seita a qual muitos chamam de igreja ou obra.

O ENVOLVIMENTO E A HERESIA A SERPENTE SE ENROLA.
1. Quando você é convidado insistentemente, o membro o faz pois dele é cobrado esta atitude. Ou muitas vezes dependendo do pastor de sua unidade (ministério), o membro sente no ápice de seu fanatismo converter todos a Igreja, como se membro dela for, será salvo. Sendo que a verdadeira salvação está somente em Jesus Cristo para quem deseja ser cristão e ler a bíblia.

A mistura Igreja Cristo Espírito e Deus é tamanha, a ponto de muitos acreditarem que estão na casa do Altíssimo, ou aquela é a obra verdadeira, revelada, autentica da trindade.

UMA VIDA VULNERÁVEL – A HORA DO ATAQUE.

2. Você quando está passando por um momento delicado emocionalmente, por ter tido uma perda de um amor, um familiar, emprego ou atingido por uma doença, violência. Torna-se presa fácil para um membro da Igreja o qual sabe dizer o seguinte: “- Vamos no culto hoje (todos os dias têm, menos sexta feira misticamente), você vai receber uma benção, quem sabe o senhor fala com você.
A BUSCA DO CULTO PROFÉTICO– A SERPENTE AGE NO CAMARIM

3. Antes de começar o culto, por volta das 19hs um grupo se reúne em um dos quartinhos ou cantinho da Igreja Maranata e faz uma reza repetida “clamor pelo sangue de jesus”. Se não fizer assim, alguém manda repetir. Aí a pessoa pede que os membros ali reunidos possam ser alcançados com dons espirituais. Cada um faz uma prece neste sentido. Quem dirige, em geral o que puxou as rezas pergunta se alguém teve algum dom. As vezes o pastor chega faltando minutos para o culto começar e interrompe todos e pergunta dos dons, organiza quem vai conduzir o culto, a pregação “a palavra” ele vai entregar, e os hinos de clamor já escolhe. Em 1 minuto o tal culto profético está revelado. E dizem que é a direção espiritual da igreja. É um show de heresias e blasfêmias. Quem entrou não pode recuar. Quando existem dons e mais tempo o teatro é maior. Os irmãos e irmãs começam a ter visões quase sempre as mesmas variando de lugar para lugar. Mas sempre são símbolos. Como se o deus dali não soubesse falar contigo e desse sinais enigmáticos os quais alguém faz a revelação que desejar. Por exemplo. Uma senhora da Igreja Maranata via que entrava ali naquela noite uma mulher com os cabelos desarrumados, mas ela via um anjo que passava óleo para untar seus cabelos. Detalhe do dom de visão era uma mulher. O dirigente pergunta, mas era de que idade. Tem de dizer. As vezes a pessoa dizia, não sei mais é a fulana de tal. Antes dela entregar este dom eles rezam de novo e abrem a bíblia. Quanto mais bíblias para serem abertas e os olhos ou dedos apontar um texto maior probabilidade de ser positiva, sim ou amém. Ou seja, a confirmação que o dom é do deus Maranata, que eles chamam de espírito. Ai o outro participante diz, irmão tenho a revelação para este dom. Aí a pessoa diz, olha a mulher e os cabelos são os pensamentos desalinhados, o óleo é o azeite é o espirito, e os pensamentos serão alinhados. É alguém com ideias erradas. Pronto se houver mais dons simbológicos eles vão repetindo até dar a hora do culto. O momento mais constrangedor é quando é preciso escolher quem vai conduzir o LOUVOR, ou seja, fazer o CLAMOR e apresentar os hinos até a entrega da pregação DA PALAVRA. Se a igreja for grande é o pastor, se é uma igrejinha de baixo dízimos e frequência é assim. O fulano que não gosta do beltrano diz eu tenho um dom. Faz a reza de novo, abre a bíblia, ver se é sim ou não e pergunta se o dom provém do deus espiritual da Maranata. Ai ele aponta para o outro, ele está com a palavra. O outro retribui eu também tenho um dom. E mais reza. Abre a bíblia ver se é sim ou não. E ele diz o beltrano com louvor. As vezes dá briga, principalmente quando um diz, este texto aí que saiu é negativo. Fala de judas escariotes. O outro vira e fala. Mas é amém, pois houve vitória contra ele.
4.
CULTO PROFÉTICO- A SERPENTE ENTRA EM CENA- O GRANDE TEATRO

5. Com um preparativo, busca conforme acima, não precisa dizer que as DOUTRINAS ditas da igreja Maranata: LOUVOR REVELADO, CULTO PROFÉTICO, CONSULTA A PALAVRA. A bíblia textual é usada mas não aplicada. Eles dizem o seguinte: “ a letra mata o espírito vivifica” (ver 2 coríntios 3-4-5-6). Com um fragmento de uma carta aos Coríntios a serpente faz a doutrina na enganação, assim como no deserto com o Senhor ao usar a palavra para tenta-lo. Se a letra mata, seria deduzível dizer que a bíblia neste ponto é morta se o espírito lhe toca. Os bastidores deste culto você não viu, mas eu pude assistir milhares de vezes, brigas, disputas, mentiras, fantasias e até falta de revelação, pois ninguém teve dom algum. Assim se verdade fosse a doutrina Maranática de Louvor revelado (hinos que vão tocar), Culto Profético (trazido pelos céus) Consulta a Palavra (fragmentos e não textos levados conforme a conveniência de quem os lê e interpreta). Sendo que boa parte é de baixa escolaridade. Vai começar o culto da mentira, pois nada foi verdadeiro desde sua busca.

6. O irmão (sempre homens na Igreja Maranata) escolhido no quartinho, se ajoelha, é preciso ser atrás do púpito (objeto sagrado) virado para ele e com microfone ligado ele faz a mesma reza idólatra. Clamamos pelo poder do sangue de jesus………Aí entra o louvor (hino), são os hinos das primeiras páginas da coletânea chamados de “hinos de clamor” poucos por sinal. O grupo de louvor dependendo do porte da igreja pode ter muitos instrumentos, inclusive bateria, contra baixo, guitarra. E a Igreja canta aquele lindo e romântico hino amoroso. O irmão que está no púpito então pede uma palavra de glorificação. Aí começa mais uma reza pelo clamor do sangue….e tal e nós te glorificamos e a igreja toda grita aleluias, cada qual mostrando sua potente e ousada corda vocal e hipocrisia. E toma mais um hino, louvor revelado no quartinho. E as irmãs cantam e os varões (homens também) são estimulados. Ali mocinhas de mini saias justinhas já despertam olhares das senhoras obesas e dos varões mais atentos. O decote, os cabelos, as maquiagens, um espetáculo para agradar o rei da mentira. Eu vi em dezenas de cidades por onde passei as paqueras nesta hora de louvor.

7. Após várias glorificações em vão, acompanhadas de gritos e ridículas exaltações as quais servem para glorificar o próprio eu, a vaidade dos que fazem em voz alta suas palavras como os hipócritas para todos ouvirem. Mais um hino revelado naquele quartinho ou durante o culto, pois não deu tempo. E sobe o pregador, o homem da palavra. O pastor, ou escolhido para deixar uma palavra para a Igreja.

8. Ele sauda a igreja com a mais fingida e mecânica “a paz do nosso senhor Jesus Cristo” Todos ficam em pé para ler a palavra por este homem escolhida conforme o que ele ouviu no quartinho. Aí ele lê qualquer parte da bíblia para encaixar no dom da mulher descabelada. É fácil.

9. Ele faz uma oração a qual pede uma revelação sobre esta palavra. Aí a heresia e a blasfêmia enojam. Pois ele vai filosofar com a palavra e em nome do santo espírito. E pede para que se fale com ele no nome do salvador. E manda a igreja sentar.

10. Ai começa o espetáculo da cobra. Ele vai enrolando dando voltas sobre o pedaço do texto que leu até começar a divagar. E assim ele vai com aquele recorte de bíblia construindo a historinha a qual desejar. Ele diz que a igreja está pensando em pecado. Até aí quem não acertaria. Com aquelas jovenzinhas. As irmãs gordas de saião gritam aleluia! E segue a pregação “Estes pois são os nomes dos filhos de Israel, que entraram no Egito com Jacó; cada um entrou com sua casa”. Irmãos e Irmãs nós saímos do Egito não podemos voltar para lá. Estas maquiagens pesadas, estas vestes, que o mundo usa são pura artimanha do adversário para nos levar de volta ao cárcere. Mas o senhor venceu tudo isso por nós. E as mocinhas hipócritas gritam com as gordas e os varões olhudos: aleluiaass, oh glória. Um grita mais alto uma palavra de exaltação, a igreja entra em ebulição. O caldeirão está fervendo.

A SERPENTE FALA

11. E começa então um varão na frente ou no meio da igreja uma varoa a falar sílabas repetidas. Parece índio, um dialeto de duas sílabas que altera apenas o ritmo.

12. O pastor ou alguém da congregação começa a falar como se fosse deus. E diz que aquela igreja é dele. “ Minha amada igreja, aqui é o seu deus que fala contigo”…Dependendo de quem fala vai com erros de concordância daquele mentiroso. Vê se o altíssimo falaria com erros de português. Nem em centro espírita é assim. Na Maranata falam com a voz normal, se não diz que é deus você pensa que é o zé aquele ex traficante que matou dois e agora fala como se fosse deus. Mas é a mentira, a serpente. Ele entrega a profecia que uma pessoa aquela noite será curada. O descaramento chegou a tal ponto, que se realmente alguém for livrado da morte ou curado e contar para o pastor, ele vai duvidar do milagre. Já vi pastor da Maranata em dúvida se o que aconteceu com aquela pessoa era milagre ou não.

“Nesse tempo muitos serão escandalizados, e trair-se-ão uns aos outros, … em todo o mundo, em testemunho a todas as nações, e então virá o fim. … e farão tão grandes sinais e prodígios que, se possível fora, enganariam até os escolhidos”. (Mateus 24)

Estas encenações, pois jamais o altíssimo falaria “pobremas das igreja” e nem em línguas indecifráveis, a não ser para o profetino daquela noite.

13. O Senhor é traído neste tipo de culto falso, ardiloso, egoísta, onde as pessoas vão em busca de respostas para si mesmas. Ali elas são usadas ou se deixam usar. É pecaminosa a maneira como os Maranáticos não enxergam o anti cristo, as práticas anti bíblicas praticadas diariamente. Eles afirmam categoricamente que é chegado o momento a última trombeta já tocou para a Igreja ser arrebatada e deixar este mundo que não presta. Estas pessoas sujas. MARANATA ! (“ Mas daquele dia e hora ninguém sabe, nem os anjos que estão no céu, nem o Filho, senão o Pai”. Mc 13:32)

14. Se o próprio senhor deixa claro na bíblia que nem ele, nem os anjos sabem o dia. Como os maranáticos sabem? A resposta é que na Igreja é uma divindade com seus profetas. As revelações do presbitério estão acima dos dons espirituais, assim como as do pastor. Ou seja, deus fala nos cultos e nas reuniões deles, segundo é visto e dito nos Manaains (seminários mensais para falar sempre dos mesmos assuntos de maneiras diferentes em sítios distantes da cidade).

15. Conhecemos a árvore por seus frutos. O que temos colhido desta árvore chamada Maranata? Para os que lá alguns prodígios são de deus. Aos mais observadores existe mais mal do que bondade. Imagine um pastor chegar a esta conclusão com muitos anos de igreja. Muitas pessoas foram humilhadas, escorraçadas, exploradas nesta obra por orientação. Muitos casamentos foram desfeitos, namoros interrompidos, estudos comprometidos e até trabalho abandonado por orientação ou dedicação total a Maranata.

A SERPENTE VAIDOSA

16. O profetino ao dizer palavras genéricas as quais caberiam em qualquer situação, tipo, meus amados, eu sou deus, falo convosco, quero dar uma benção, quero dar um livramento, quero mostrar que vou estar nos lares de vocês etc.. Ele não é DEUS, e nem é uma manifestação tal como moiseis experimentou. Estes acontecimentos são repetidos dependendo da área da Igreja, e do ministério. Ou seja, não existe um padrão. Mas nos Manaains é impossível não acontecer do deus da Maranata aparecer e falar através de um profetino. Ninguém vê a sarça arder. Mas o pecado é imensurável.

17. Ao terminar, o grupo de louvor (as mocinhas e rapazes) tocam um hino inspirado conforme as palavras. Encaixa como um DJ faz de acordo com a festa. Poe um tema apropriado e a igreja emocionada ferve.

18. Então o pregador, no púpito com todos de pé complementa dizendo que naquela noite houve um dom que uma mulher entraria com os cabelos desarrumados. É um tal de passa a mão e coça a cabeça. E um anjo derramaria óleo para alinhar seus cabelos. Arrumar seus pensamentos. Então que todos tenham bons pensamentos. Todos fecham os olhos obedecendo o comando deste pregador e ele entrega o culto com as bênçãos e as consolações do espírito do deus daquela igreja em nome de JC, amém.

19. Agradece a todos e dá último aviso, explica como a pessoa a qual precisa de oração deve fazer.

20. Tudo ocorre em 1 hora conforme orientação do presbitério. Mas alguns pastores levam o culto por 2 horas indo até 21h30, o que cansa a Igreja. Já que todo dia as pessoas precisam ir ao culto.

21. Os irmãos diáconos, obreiros começam a dar assistência, enquanto o pastor pode ficar assistindo de pé do púpito ou dependendo da sua simplicidade ele vai orar com as pessoas ou ouvir reclamações.

A ONDE ESTÁ DEUS?
O meu resumido relato é o que ocorre todos os dias nos cultos da Igreja Cristã Maranata. Procurei descrever uma situação comum, mas varia de acordo com a Igreja e o pastor. Nas mais bem frequentadas, geralmente por pessoas de alta escolaridade, estas manifestações não são comuns. Entretanto nas mais humildes elas são quase cotidianas.
A onde está Deus? O primeiro e maior de todos mandamentos (Amarás ao Senhor teu Deus de todo o teu coração, de toda a tua alma, de todo o teu entendimento e de todas as tuas forças. ( Marcos 12:30 ). Ora, é claro o pecado contra a Deus e seu santíssimo espírito. A enganação no chamado momento profético foi uma grande mentira consentida pelo Presbitério, por ser ele quem dá as orientações e diretrizes para a Igreja. O pastor responsável, ungido, diáconos e membros idem.
Eles sabem que não é Deus quem fala. E por qual motivo permitem esse teatro. Quem é o pai da mentira se não o diabo. “O diabo é o pai da mentira” (João 8:44)
Quando mentem sistematicamente na Igreja estão servindo a quem?
É mentira no Manaaim, nos cultos, na assistência em tudo. A Obra em primeiro lugar.
O desvio de 20 milhões de dízimos segundo investigação das autoridades na sede da Igreja em Vila Velha ES, é a prática do mal. Este dinheiro é de pessoas humildes, pobres em sua maioria, muitas se privaram de muitas coisas, até remédios e tratamentos médicos para dizimar. Quem não dizima, não vira diácono e nem chega a ser pastor. Então é a paga por um sistema corrompido, mentiroso da revelação para levantar pessoas no meio da Igreja para ocupar cargos.
As Igrejas da Maranata são varandões de telha aparente em sua grande maioria, ou instalações em lojinhas pobres nas periferias das cidades. Podendo arrecadar dízimos ali para pagar o aluguel, tendo perspectiva de crescimento, eles abrem pontos de pregação. Tem de dar lucro. Ninguém é remunerado, nem pastor. Mas o Presbitério é investigado de desvio de 20 milhões de reais.
O Pr Gedelti Gueiros sempre esbravejou com as ovelhas e pastores sobre qualquer tema. Ele é alterado facilmente, pessoa de temperamento vaidoso e difícil. Começa falando manso mas logo mostra a cólera a qual o acompanha. Ele ameaça a todos dizendo “ai daquele que falar mal desta obra…ai…eu vi corpos sendo devorados por bichos, o sujeito estava ali apodrecendo a dias, que morte horrível, tudo por abrir a boca para falar da obra, outro foi morto a bala, outro de câncer, coração, acidente de carro…É voz que clama no diserto (sic)”. Assim, o Espírito Santo se vê obrigado a ir embora porque Ele não habita em templo sujo (I Co 3:16,17; 6:19

Se o presidente da Igreja afastado devido aos escândalos, por quase toda a existência da Maranata esteve no poder esta inflamado com este estado de ânimo, eu pergunto a onde está Deus? Este homem dava ordens, orientava o presbitério, pastores, era o verdadeiro cabeça desta igreja. Ele se fazia de interlocutor, como o profetino, entre o céu e a terra.
Até na arquitetura de algumas igrejas ele se metia, e dizia, foi revelação.
Um membro de alguns anos sabe perfeitamente quem é o pr Gedelti, qualquer pastor desta igreja o teme, pois ele pode arruinar a vida pessoal se quiser do indivíduo.
Por ser uma Igreja totalitária, fundamentalista e mística. Basta uma ameaça de que a vida da pessoa vai ser arruinada, que ela vai morrer, ou mandar isolar a pessoa sem falar com ela. É uma das práticas mais cruéis e medievais adotadas dentro desta Igreja. O maquiavelismo, obra de satanás, está presente em vários lances internos.
Mas Deus a onde está? Está nas falsas pregações, nos falsos profetas e seus cultos inspirados pela imaginação e conduzidos pela vaidade humana.
O pr Gedelti não conta o número de pastores mortos em acidentes de carros, ônibus indo para os Manaains. Outros, assassinados ou envolvidos com drogas. Sem contar nos acometidos de câncer e doenças cardíacas e psíquicas. Muitos só dormem com tarjas pretas e vão a psiquiatras com certa frequência. Alguns arrumam amantes e deixam a Igreja, outros ficam para maltratar as irmãs descontando a infidelidade de suas próprias esposas. Existe uma, mulher de um pastor o qual é bissexual. O fato vexatório é de conhecimento da igreja. E lá durante os cultos ele quer dar uma de macho, moralista e dá cajadada na Igreja.

Você não precisa disso? Ninguém cai de um lugar tão baixo. Você se eleva ao sair. Pode ter certeza.

MANAAINS O PERIGOSO CONFINAMENTO

Os Manaains são locais perigosos em potencial (pode ocorrer envenenamento em massa). Se morrer alguém da sua família enquanto você estiver lá, ou acontecer algo. Não terá como ninguém entrar para lhe avisar. Você não poderá voltar, pois o ônibus só deixa o local no dia programado. A comida de quartel é feita no mesmo refeitório. As acomodações são de desabrigados. Por mais de 40 anos a Igreja prega o arrebatamento, e que o mesmo está próximo. Em sua doutrina fúnebre, mais uma vez a morte entra em cena para aterrorizar desta vez a pessoa que não vai aos Seminários, são mensais e da seguinte forma: principiantes (para quem está conhecendo a Igreja) 1º ao 7 º período (o último em Domingos Martins ES com Gedelti e seus seguidores). Nestes Seminários você verá um grupo musical mais encorpado cantando os mesmos hinos da Igreja mas com um número maior de instrumentos. As aulas são sempre sobre os mesmos temas mas com abordagens variadas, assim você sabe da mesma história mas contada de um jeito diferente. Eles chamam de revelação. Ocasionalmente o Presbitério solta uma nova revelação e surge um entendimento sobre os lábios em Cantares. Muitos pastores são treinados em falar para o público com truques de palestrantes, como quebrar o gelo, dominar a plateia, oratória e etc. Alguns são especialistas em fazer piadas. Geralmente com as irmãs que perderam a benção e estão encalhadas, mas em breve vão conseguir um varão. Ou piadas sobre o Papa da Igreja Católica, com “aquele seu chapeuzinho”, figura simpática (fala com sarcasmo Pr Gedelti). Falam da santinha. A Maria…é ela mesmo…. e fazem todos rirem. Debocham, é um show man.
Falam das Igrejas as quais crescem levando os membros, e atacam elas dizendo. Olha você vai e depois vai se arrepender e volta. Pois todos voltam. Aqui você não vai ver isso e aquilo, aponta os defeitos da denominação evangélica. Falam barbaridades do pastor celebridade da televisão.
Proibem as pessoas de filmarem no Manaaim, mas graças ao celular tudo isso está registrado. E coisas piores, as quais não convém para não criar uma guerra de Igrejas.
Mas nenhuma presta, só a Maranata. Tanto é verdade esta afirmativa, basta experimentar aquele maranático que vive te enchendo para ir na Igreja dele, experimenta dizer que você só irá depois que ele for na sua, e diz que irá contar para o pastor dele. Pois é capaz dele ir escondido, já que a mentira é grande por lá.
Os pastores professores são orientados a mexer com público, ouvem aulas gravadas os mais neófitos, para falar igual ao pastor fulano de tal. E dar a aula igualzinha.

Pastores se engraçando com senhoras, jovens, orientando os rapazes solteiros a se masturbar para aguentar a casar virgem. Quantas vezes assisti tal constrangimento.
As irmãs paquerando homens casados com olhares sedutores. Mas com medo, pois sabem que a descoberta seria banco, cassação de seu cargo. Quantas flertaram mesmo sendo casadas e cometeram adultério por várias vezes até cair em si. E estão dentro das Igrejas.
Tais coisas ocorrem por causa do homem que não devemos olhar. Mas como não olhar se ele nos atrapalha, entra na frente, não nos deixa ver Deus.
Só faltava ser erro de Deus. O pecado está na mais hipócrita das Igrejas neoevangélicas pentecostais a santinha Maranata por muito tempo. Nunca imaginei que eles não acreditassem em Jesus Cristo e Deus. Mas entendo perfeitamente. Se não fosse o deus Maranata o qual é o dono desta obra, é este espírito que dá 20 milhões ou 300 milhões tanto faz. Mas é o mesmo que faz sofrer membros por todos os cantos por sentirem enganados. Mas eles se enganaram o tempo todo com a mentira.
E a mentira é a filha do adversário de Deus. A mentira é tudo dentro destas igrejas. É a mentira de sentimentos, de dizer que vai orar pela irmã, de que vai ler a bíblia. Mentirosos. Eles não conhecem a bíblia (raras exceções). Quem conhece chegou na Igreja de outro lugar já conhecendo.
Na Maranata lê pedaços de bíblia ao acaso, no abrir e fechar do livro, para tirar a sorte, chamada de consulta a palavra, ou bibliomancia.
Os seminários de Manaaim são com curtos textos da Septuaginta.

Como deixar a Maranata e ser feliz

Só existe uma forma de deixar esta igreja, é fazendo escala em outra. Se você sair e ficar em casa, com tempo vai sentir falta de estar buscando algo, uma divindade. Então faça assim. Saia sem dizer tchau. Simplesmente comece a conhecer todas as Igrejas sem que eles saibam. Vá indo em várias. Observe e saiba que uma Igreja somente é possível conhecer com pelo menos 1 ou mais anos realmente. No início tudo será sempre flores. E se você não encontrar nenhum lugar, por favor não volte para onde você viu a serpente e a mentira. Busque a Deus através de Jesus Cristo, leia e examine as escrituras. Procure jejuar se tiver boa saúde 24 horas em oração. Uma Igreja vai encontrar você um dia, mas não tenha uma Igreja onde você jamais será encontrado.

fonte: https://obramaranatarevelada.wordpress.com/denuncia-igreja-crista-maranata-icm/#comment-1733

Como venho denunciando esta seita fui fundada com as “doutrinas” do pastor da morte – do fundador da seita “igreja cristã templo das pessoas” jim jones. O líder que levou em 18 de Novembro de 1978 mais de 900 vítimas para a morte em seu maanaim:

https://obramaranatarevelada.wordpress.com/2012/11/26/igreja-crista-maranata-o-espirito-da-igreja-crista-maranata/

O “anjo” que tocou gedelti gueiros tinha nome: jim jones!

gedelti gueiros e jim jones

jim jones e gedelti gueiros

https://obramaranatarevelada.wordpress.com/2012/12/07/igreja-crista-maranata-a-letra-mata-mas-o-espirito-vivifica/

Mesmo depois do pai, que o fez crescer nessa obra do anti-cristo, receber ameaças de morte do pastor amadeu do alto clero icemita contra a própria irmã dele, o Esdras, filho de Arlinio, voltou para a obra que destrói as famílias, segue o depoimento de Esdras:

depoimento-de-esdras-001depo-esras-2-001

depoimento-de-es-3-001

Com as palavras da nossa amiga Cavaleira da Verdade:

Depois de ler todo esse depoimenti prestado fica visível que, uma igreja que se diz filha única, obra revelada, é uma destruidora de lares.

Eles tem prazer em Jogar os próprios familiares uns contra os outros.
Também esperar o que!
Um líder que diz que a pior desgraça na vida dele são os familiares, vai ensinar as ovelhas  o quê? Não podemos esperar nada de bom mesmo.
Este depoimento mostra claramente a  ameaça a esposa do Pastor Arlinio “dependendo do que ela falaria, a igreja a processaria”.Olha o alerta ai bem claro! Coação das brabas mesmo.
Que bando de pilantras metidos a crentes. São uma vergonha para o evangelho.
Destruidores de lares, de sonhos. Não se contentam só em roubar os membros, querem destruir a vida das pessoas, e semear a discórdia, desavenças, enfim são pessoas más, desprovidas de amor, de compaixão.
E pior ainda, mentem, coagem, e ainda como covarde que são tentam voltar atrás no que dizem.
Puro e simples Terror psicológico, é assim que agem.Mas só funciona com gente fraca, que se deixa enganar por esse bando de mercenárias, comedores de feijão.
Enfim, se merecem!
O cara é um traidor mesmo!
Traiu o que é de mais precioso, a sua família.
Entregou seu pai de bandeja nas mãos da cúpula, e tudo isso por pura ganancia, por poder, por amor ao dinheiro, e por ser um frouxo mesmo, manipulado pela mulher Priscila ( a dalila) e por meia solas.
Na minha opinião o cara é um tremendo dissimulado, no trecho que ele diz que é amigo da jabutiraminha e de seu marido, e que quando chega e vê os membros escravos uniformizados trabalhando na construção na empresa do papa, acha ser normal?
Inclusive viajou as custas do dinheiro da cinquentona e bancada pelo seu dindim, isso ele mesmo declara, acha ser normal?
E ainda declara que deram pernadas nos membros quando compraram passagens por um valor e mostraram outro, que coisa linda em seus lalaus de ternos!
E também pelo que eu entendi, Esdras não era gostou de ter suas mensagens substituídas pelo xatélite, e agora? Mudou de ideia? uai que mistério é esse!
Que mistérios são esses que levaram a esse cara a voltar para o ninho sujo, onde ele mesmo sabe de todas as falcatruas, inclusive declaradas e assinadas por ele mesmo.
Há algo obscuro e sinistro nessa volta.
Seria por causa da Dalila que não gosta de ser pobre? Apesar de ter sido nascida e criada num lar humilde, ela gosta de vida boa, roupas caras, shopping, quer seguir o padrão de vida da jureminha e demais filhas de meias solas da cúpula.
Voltou mesmo sabendo de tudo. Por isso não me canso de falar, não existem inocentes, existem sim cumplices, coniventes, puxa sacos, mau carater.
Vamos aguardar as cenas dos próximos capítulos.

 

 

Animation1_zps5a05b090Os membros passaram a viver gravitando em função dos caprichos e melindres desse egrégoro “Obra”.

A vida das pessoas era anulada para satisfazer os mimos e carências dessa entidade “Obra”, que as obrigavam e estimulavam a uma severidade de horários, compromissos, costumes, atividades – diariamente.

O sistema religioso “Obra” não media esforços para a satisfação de seu regime, por isso, reclamava, “revelava”, emitia “dons”, dava “orientação”, através do coração inebriado de seus apaixonados líderes e subalternos pastores das “unidades locais” (que diziam ser o próprio Deus falando), arregimentando as “formiguinhas” a trabalharem, a cirandarem e a tocarem tambor em função da “Obra”, almejando viverem a “Obra como forma de vida”, a se tornarem verdadeiros “Valentes da Obra”, adquirindo a “mentalidade de Obra”, seguindo piamente as “orientações” com “entendimento de Obra”, para, no fim, o coração ficar “cheio de Obra”.

Embora a dedicação dos “valentes da Obra” para a satisfação do sistema seja de uma doação nervosa e ofegante, de sorte a refletir negativamente no trâmite das necessidades da vida secular, o ídolo “Obra”, verdadeiramente, pouco está preocupado com a vida espiritual ou secular de seus “valentes”.

O sistema “Obra” funciona tal como uma empresa comercial que só está interessado com aquilo que o “valente” pode lhe ser útil. Se o “valente” não tem o que oferecer para a “imagem da Obra”, para a manutenção do arquétipo nervoso do sistema, a pessoa do “valente” é esnobada, como um copo descartável de plástico depois de usado. Por isso, inevitavelmente, desperta um sentimento carnal de competição entre os membros, a saber, de quem será ali, naquela panelinha religiosa, o mais prestigiado e estimado “varão valente” do sistema “Obra”. Uma religiosidade de méritos religiosos!

http://cavaleiradaverdade.wordpress.com/2014/09/14/a-icm-e-seu-conceito-de-obra/

Acusado pelo desvio, sendo processado com o dinheiro de dízimo, Toninho o anjo vai em casamento no templo de gedelti em Barcelona 1

Foi um casamento em Barcelona 1.
o cara de pau bem lá traquilão.
Pena que perdeu a festa para encher a bariga como está acostumado comendo picanha e lagosta paga com dízimo, 22.00 horas toca recolher – assim o juiz condicionou a liberdade dos 19 acusados para estar em casa antes das 22.00

É realmente como está escrito em Marcos 3:23 “Então Jesus os chamou e lhes falou por parábolas: “Como pode Satanás expulsar Satanás?”

Nessa seita não tem mais servos!

aa no casamento

 

https://www.facebook.com/groups/577590812309263/

seita maranata - destruindo famílias

seita maranata – destruindo famílias

Mais familias se retirando.
Hoje um pr supervisor de polo saiu e toda a sua familia.
Sera que aquele senhor de idade nao entende que ele esta querendo uma briga com o Espírito Santo? Pois é ele que tem tirado a todos.
Agora ele resolveu colocar a pressao das saidas nas costas dos coordenadores de polo, que por sua vez coloca nos pastores , que por sua vez coloca nos capitaes de grupo.
Sao tantas as mentiras que cerceiam a icm: nao pode usar saia e a maioria usa fora de sua cidade; nao pode ir a praia e todos vao; nao pode andar de bermuda e muitos andam.
Convocam para seminarios e poucos vao inclusive a maioria dos pastores nem aparecem… mandam os diaconos .
Quanta mentira nesta seita que e uma das mais perigosas , pois prega nao a familia, nao ao perdao, nao ao casamento, nao ao amor, nao a verdade, nao a Palavra, e consequentemente nega a Jesus todos os dias.
Saiam logo meus irmaos para nao serem assassinados espiritualmente por este e estes homens sem escrupulos que se prendem a cargos e salarios e nao se preocupam com o povo humilde que esta sofrendo.

fonte: http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2012/05/apaixonei-me-pela-obra-e-agora/#comment-16230

Videoclip ICM – Bonecos da “obra”