Posts com Tag ‘presbiterio’

A SAFADEZA É NO BRASIL TODO….

Os peixes pequenos aprenderam com os peixes grandes do presbitério.

Vejam ai busca e apreensão de veiculo de um filho de pastor da ICM.

O nome do filho do pastor é Lucas Cista Paulino e seu pai se chama Pedro Costa é pastoreia as igrejas de Mazagão e Macapá.. Este pastor costuma exaltar de pulpito este seu filho que é diácono, será que este diácono caloteiro filho do pastor irá para o banco?? TUDO VAGABUNDO CALOTEIRO……

Crime organizado mesmo…..

crime organixado

fonte: https://cavaleiradaverdade.wordpress.com/2015/05/10/a-safadeza-e-no-brasil-todo/

Anúncios

Revista Fui!.page08

150 pessoas serão demitidas

Tem  uma  lista de 150 pessoas que serão demitidas do PES.

Todos os imoveis alugados estão sendo vendidos  superfaturados na declaração e escritura, e detalhe :

O DINHEIRO MAIOR ESTA SENDO PAGO EM ESPECIE E POR FORA!

ALO MINISTÉRIO PUBLICO!  OS CARAS ESTÃO SUPERFATURANDO E AINDA LEVANDO EM ESPECIE!

Muitos desses imoveis vendidos já estão sendo passados para laranjas  com simulação de vendas!

Comissões altíssimas estão sendo pagas aos corretores do Gedelti ( papa da obra)  e diluídos com advogados da obra.

MINISTÉRIO PUBLICO TEM QUE INVESTIGAR ISSO COM MUITA URGÊNCIA!

Agora esta explicado quando dizem que o PES acabou! Mentira estão  dando golpes de novo.

fonte: https://cavaleiradaverdade.wordpress.com/2015/05/02/150-pessoas-serao-demitidas/

Mesmo depois do pai, que o fez crescer nessa obra do anti-cristo, receber ameaças de morte do pastor amadeu do alto clero icemita contra a própria irmã dele, o Esdras, filho de Arlinio, voltou para a obra que destrói as famílias, segue o depoimento de Esdras:

depoimento-de-esdras-001depo-esras-2-001

depoimento-de-es-3-001

Com as palavras da nossa amiga Cavaleira da Verdade:

Depois de ler todo esse depoimenti prestado fica visível que, uma igreja que se diz filha única, obra revelada, é uma destruidora de lares.

Eles tem prazer em Jogar os próprios familiares uns contra os outros.
Também esperar o que!
Um líder que diz que a pior desgraça na vida dele são os familiares, vai ensinar as ovelhas  o quê? Não podemos esperar nada de bom mesmo.
Este depoimento mostra claramente a  ameaça a esposa do Pastor Arlinio “dependendo do que ela falaria, a igreja a processaria”.Olha o alerta ai bem claro! Coação das brabas mesmo.
Que bando de pilantras metidos a crentes. São uma vergonha para o evangelho.
Destruidores de lares, de sonhos. Não se contentam só em roubar os membros, querem destruir a vida das pessoas, e semear a discórdia, desavenças, enfim são pessoas más, desprovidas de amor, de compaixão.
E pior ainda, mentem, coagem, e ainda como covarde que são tentam voltar atrás no que dizem.
Puro e simples Terror psicológico, é assim que agem.Mas só funciona com gente fraca, que se deixa enganar por esse bando de mercenárias, comedores de feijão.
Enfim, se merecem!
O cara é um traidor mesmo!
Traiu o que é de mais precioso, a sua família.
Entregou seu pai de bandeja nas mãos da cúpula, e tudo isso por pura ganancia, por poder, por amor ao dinheiro, e por ser um frouxo mesmo, manipulado pela mulher Priscila ( a dalila) e por meia solas.
Na minha opinião o cara é um tremendo dissimulado, no trecho que ele diz que é amigo da jabutiraminha e de seu marido, e que quando chega e vê os membros escravos uniformizados trabalhando na construção na empresa do papa, acha ser normal?
Inclusive viajou as custas do dinheiro da cinquentona e bancada pelo seu dindim, isso ele mesmo declara, acha ser normal?
E ainda declara que deram pernadas nos membros quando compraram passagens por um valor e mostraram outro, que coisa linda em seus lalaus de ternos!
E também pelo que eu entendi, Esdras não era gostou de ter suas mensagens substituídas pelo xatélite, e agora? Mudou de ideia? uai que mistério é esse!
Que mistérios são esses que levaram a esse cara a voltar para o ninho sujo, onde ele mesmo sabe de todas as falcatruas, inclusive declaradas e assinadas por ele mesmo.
Há algo obscuro e sinistro nessa volta.
Seria por causa da Dalila que não gosta de ser pobre? Apesar de ter sido nascida e criada num lar humilde, ela gosta de vida boa, roupas caras, shopping, quer seguir o padrão de vida da jureminha e demais filhas de meias solas da cúpula.
Voltou mesmo sabendo de tudo. Por isso não me canso de falar, não existem inocentes, existem sim cumplices, coniventes, puxa sacos, mau carater.
Vamos aguardar as cenas dos próximos capítulos.

 

 

Gostam de comer bem, mas na hora de pagar a conta dão calote

notas 1notas 2notas 3

O xatélite além de ter sido uma invenção de moda da liderança, que só trouxe insatisfação aos membros; também trouxe despesas para os cofres do PES,mas ….. o dinheiro vem de quem?

Dos membros!

Quando os funcionário da elite ficavam até tarde, depois dos cultos para as transmissões,solicitavam seus lanchinhos tudo simples a base de camarão desse restautante e lanchonete, e assinavam uma notinha e era enviada ao PES e o PES pagava.

A galera não é boba não, gosta de comer bem, salada de camarão, wrap de salmão, max picanha,salada de salmão e de tilápia, carneiro com ervas,uma fartura para ninguém botar defeito.

Só comida top, e você assistindo o xatelite talvez com um cafezinho básico, mas tinha que ficar na igreja esperando a transmissão.
No inicio foi uma benção, comida pra cá comida pra lá, mãezona PES bancando com seu dinheiro, mas ….. os meia solas resolveram que não pagariam mais as comidas, mas também ninguem avisou.

Continuaram a comer do bom e do melhor.

As notas começaram a se acumular e nada deles quererem acertar com a lanchonete. Essa igreja era lá em jaburuna, onde se chamava anfeatratro, onde eram as reuniões dos grupões, pertinho da lanchonete.
Só sei de uma coisa o dono tomou um cano do PES.
Ninguem quis pagar o que devia, e o dono ficou no prejuizo.
O cara não quer nem saber de ouvir falar nesse povo da icm, comeram, encheram o bucho e deram o calote.

10649718_314806655368965_2572721533120259791_n

Na prática isso significa:

“Tem uma irma da igreja de Copacabana que sofreu uma queda e esta precisando de ajuda financeira.

O tesoureiro foi falar com algumas senhoras, para fazerem as famosas vaquinhas que ja sabemos como funciona, pois a irma não esta podendo trabalhar.

Mas algumas irmãs tiveram a ideia de pedir ajuda ao PES mas de nada adiantou! O caso é que aquela tal circular do PES ajudar os idosos é pura balela.

Essa circular para ajudar idosos é para os obreiros, diaconos e demais irmãos tirarem de seus bolsos, porque eles não dão um centavo para ninguem!

Hipocirisa pura! Por que emitem essas circulares tabajaras se não vão ajudar?”

Em português CLARO a ordem é FAÇAM VAQUINHAS para ajudar os idosos, mas o dízimo É DA ELITE da maranata!

Prioridades da obra, da única, da última são:

Custos de apartamentos de luxo de frente para o mar na Praia da Costa em Vila Velha no ES.

Seios para as esposas dos líderes espirituais de Vila Velha.

Carros zero como o do Amadeu que finge de pobrezinho, mas recentemente trocou Corola zero por Chevrolet zero de fábrica…

Restaurantes de primeira.

Viagens para o exterior.

Novos templos para uma obra em queda…

Manutenção de lanchas de luxo…

Mas a maior parte do dinheiro da obra hoje se resume a duas palavras:

“Honorários” e “Subornação”

Honorários para advogados de elite para tirar os inventores e criadores dessa obra da cadeia!

Tentativas de suborno de autoridades no sistema judiciário para evitar a cadeia da elite “espiritual” satânica da obra e claro:

Suborno e corrupção do sistema politico – as eleições estão à porta… Governadores concorrendo no ES já trocaram até de marqueteira de campanha para evitar relacionamento com essa obra podre… e pode ter certeza, quanto mais podre aparece, mais dízimo custará!

Como costumo dizer: “Um cego enxerga mais com sua bengala do que um escravo da obra de gedelti com os olhos!”

Começa o julgamento dos líderes da Igreja Maranata

26/08/2014 – 21h29 – Atualizado em 26/08/2014 – 23h18
Autor: Vilmara Fernandes | vfernandes@redegazeta.com.br

Dezenove pessoas foram denunciadas por crimes como estelionato e formação de quadrilha

Foto: Nestor Muller – GZSuposta fraude teria sido praticada no Presbitério, sede da igreja em Vila Velha

Terá início ao meio-dia desta quinta-feira (28) o julgamento de líderes da Igreja Cristã Maranata denunciados à Justiça pelo Ministério Público Estadual por crimes de estelionato, formação de quadrilha e duplicata simulada. Dezenove pessoas teriam praticado suposto desvio de dízimo doado pelos fiéis, envolvendo uma movimentação financeira da ordem de R$ 24,8 milhões. Dentre elas, está o fundador da instituição e seu presidente Gedelti Victalino Gueiros.

A ação penal pública, assinada por nove promotores integrantes do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), foi apresentada em maio do ano passado. A denúncia resulta de uma investigação divulgada por A GAZETA, com exclusividade, em fevereiro de 2011. Entre os denunciados, estão diáconos, pastores e membros da Maranata.

Os denunciados, segundo os promotores, “obtiveram vantagem indevida valendo-se de artifícios fraudulentos – ora utilizando-se de empresas já constituídas, ora mediante constituição de empresas simuladas – visando a justificar emissão de notas fiscais superfaturadas para possibilitar a saída de dinheiro do Presbitério”.

Fases

A primeira etapa do processo, que acontece amanhã, é a chamada audiência de instrução e julgamento, onde vão ser ouvidas as testemunhas de acusação. Dentre elas, está o advogado Leonardo Schuler, que apresentou as denúncias a diversos órgãos públicos. “Um material que veio de vários cantos do Brasil e até de outros países, de fiéis inconformados com os supostos atos ilícitos”, destacou.

Em outra etapa, explica o advogado Fabrício Campos, que faz a defesa de Gedelti Gueiros, e do pastor Carlos Itamar Coelho Pimenta, serão ouvidas as testemunhas de defesa. “É um processo complexo, com muitos detalhes. Será uma longa audiência”, relatou.

Outros

Dos 19 denunciados pela suposta corrupção, cinco também foram alvo de uma outra ação movida na Justiça pelos promotores. Nela, eles foram denunciados por ameaçar e coagir testemunhas. Gedelti Gueiros foi absolvido dessas acusações, mas os outros ainda respondem ao processo.

O caso ocorreu durante as investigações que apuravam o desvio de recursos do dízimo. Entre os ameaçados, estavam uma juíza e um promotor.

As investigações foram conduzidas pelo Gaeco, com o apoio de interceptações telefônicas. Foram elas que ajudaram a revelar as negociações feitas entre líderes da igreja, incluindo os denunciados, para viabilizar as ameaças.

Segundo a denúncia das ameaças, a Igreja Maranata teria sido usada por seus líderes para auxiliar e ocultar não apenas os atos ilícitos, mas também os seus autores.

Devolução de recursos públicos

Um parecer do Ministério Público de Contas (MPC) recomenda a devolução de R$ 761 mil aos cofres públicos, proveniente da utilização irregular de recursos públicos repassados pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) para a Fundação Manoel dos Passos Barros, entre 2004 e 2008. As irregularidades foram constatadas a partir de auditoria especial realizada na fundação.

Entenda o Caso

Desvio de dízimo
Em 2011, o Ministério Público Estadual começou a investigar um suposto esquema de desvio de recursos do dízimo doado pelos fiéis da Maranata. A Polícia Federal (PF) e o Ministério Público (MPF) Federal investigam se parte do dinheiro desviado teria sido usado para importar, ilegalmente, equipamentos para transmissão de cultos.

Rombo
A estimativa é de que chegue a R$ 24 milhões.

Operações
No fim de 2012, o MPES e a PF fizeram busca, apreensão e sequestro de bens da igreja e de pastores.

Prisões
Em março de 2013, quatro pastores foram presos acusados de coagir testemunhas, um promotor e uma juíza, para mudarem os depoimentos sobre fraudes.

Denúncia
Em maio de 2013 a Justiça aceitou a denúncia dos promotores contra 19 líderes da Maranata pelos crimes de estelionato, formação de quadrilha, apropriação indébita e duplicata simulada (nota fria). Dez foram presos.

Mais
No final de junho, outros cinco líderes da Maranata foram denunciados em uma nova ação, desta vez por coação a testemunhas.

E os escravos da obra continuam pagando os advogados da obra que tentam calar a quem fala a verdade em público… é realmente uma inversão de valores financiando os advogados dos ladrões que usam essa força dada pelos seus escravos para calar os que desmascararam como o que são – ladrões E MAIS que isso – MUITO MAIS!!

.

.

.

Olha CV e retirantes tive audiência no foro especial criminal de Santa Maria-RS, como previsto, onde a seita me acusa de difamação e calunia. Na audiência de conciliação a proposta da seita maranata era para que eu me retratasse e deixasse de escrever nos blogs.

Claro que recusei. Não sou criança disse que não tinha acordo e que vou até o fim, pois não tinha o que temer e não me sentia réu.
Como vou me retratar é como negar minha história de vida, de honestidade e caráter?

Aí está o gasto do dizimo: pagaram um advogado que veio de Vila Velha-ES. Passagem de avião, estadia e honorários…

Ainda tem pastor que não paga aluguel não é Fernandinho? e outros que recebem uma mesadinha esses são aqueles que gritam 3 vezes: maranata, maranata, maranata.

Vai faltar algemas…

testemunhas contra a seita maranata eram intimadas com arma pelos fundadores e cúmplices

testemunhas contra a seita maranata eram intimadas com arma pelos fundadores e cúmplices

.
.
A decadência da Maranata é notória.
http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/a-decadencia-da-maranata/

Apostasia,
balcões de negócios,
caixa único,
cartão sem limites de saques,
cortinas de fumaça,

crianças molestadas,
demandas judiciais inconsequentes,
destruição de provas,
discriminação e preconceitos,
enriquecimento ilícito,

estelionato religioso,
fábricas de notas frias,
falta de transparência,
filhos enganados,
fraudes contábeis,

instigação do ódio religioso,
má formação doutrinária e ética dos membros do presbitério,
manobras de cartório,
mantras, maranacutaias palacianas,
mentiras,

meias-solas-laranjas escondendo caixas dois,
negócios nebulosos,
organização criminosa a nível de quadrilhas,
perseguição de dissidentes e retirantes,
profetadas…

Então, enganar é fácil e o Diabo lucra…
http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/enganar-e-facil-e-o-diabo-lucra/

Formatados icemistas estão presos às meias verdades da ideologia Obra como forma de vida, pois esta é a igreja do jeito que Gedelti quis (desde o começo).
http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/a-igreja-de-seu-abilio/

Não haverá mudanças!

O Conselho Presbiteral é composto de indivíduos que falam mentiras, profetizam mentiras e se escondem atrás de mentiras. Por questões inconfessáveis preferem elogiar Gedelti.
http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2013/10/acredite-se-quiser/

Pasmem! O que se pode dizer desses indivíduos? CÚMPLICES!!!

Quando alguém acorda desta enganação deve decidir o que fazer.

CV. “O SENHOR é minha bandeira.”

fonte: http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2014/05/maranata-x-eduardo-gil-vasconcellos/#comment-13482

Para quem dizia que não tinha o dedo do homem, hoje vemos que tinha sim a mão inteira!

fundador e dono da maranata - o VPC - vértice da pirâmide criminal

fundador e dono da maranata – o VPC – vértice da pirâmide criminal

Mensagem enviada inbox:

Hoje irei descrever agora como alguns privilegiados (principalmente pastores) ficam ricos na Igreja Cristã Maranata e de quebra mostrar como funciona o desvio de dinheiro.

O esquema é simples, a dificuldade está em conseguir fazer o primeiro negócio. Para isso você precisa cair nas graças da cúpula, seja a diretoria antiga, seja a atual ou até mesmo o Conselho Presbiteral, desde que seja alguém influente. Se cair nas graças do presidente pode ser até criminoso, não precisa ser pastor nem membro.

Eu não consegui localizar um link de um cupincha do presidente preso por roubar energia elétrica de um vizinho na praia da costa.
Detalhe muito importante: ele fez um gato para um imóvel da ICM. Carinhosamente chamado pelos colaboradas de Antonio Giboia, gosta de se apresentar como sendo enviado do presidente. Fatura uma grana alta prestando serviços para o PES quebrando pedra nesse terreno da ICM na Praia da Costa que ele fez o gato, ao lado do Centro de Reabilitação Física do Espírito Santo (CREFES). O link que trazia esse indivíduo no jornal sendo preso já foi postado na internet, então, talvez alguém ainda tenha esse link.

Então, o primeiro objetivo a ser alcançado é ser um fornecedor da ICM. Se for de serviços como construção de igrejas, calçada cidadã, manutenções ou reformas em geral, é melhor e mais fácil de se atingir os seus objetivos.

Como ser um fornecedor da ICM? Se for membro, principalmente pastor e alegar que está em dificuldades financeiras, já é meio caminho andado. Se ficar babando ovo ou puxando saco de algum pastor influente, também vale. Mas a frase “esse fornecedor é um irmão nosso” tem um peso impressionante, supera preço e qualidade do serviço.

Agora vocês entendem por que um pastor como Peixoto conseguiu ficar rico vendendo seguros. Tinha tudo isso além de fazer parte da diretoria. Agora teve que dividir o bolo, ou seja, tem outros pastores negociando seguro no PES sem apresentar proposta para concorrer com outros representantes de seguros. Dá-lhe Ministério Público. Está voltando tudo de novo.

Continuando, se você conseguiu ser um fornecedor quer dizer que o serviço que você vai prestar também já está garantido. Vão começar com serviços de pequeno valor, e vão subindo à medida que você baba ovo do seu protetor, faz alguns agrados e também reclama que o que ganha prestando serviços a ICM não lhe rende nada. Fique sabendo que se você faz algum agrado ao seu protetor, ou seja, algum pastor influente, ele mesmo se encarregará de melhorar o valor dos serviços que você presta.

Agora vem o pulo do gato. Você vai ser observado pelo primeiro, segundo, talvez até o terceiro serviço prestado, depois ninguém mais vai incomodá-lo e se alguém incomodá-lo pode dar uma carteirada que ninguém vai incomodá-lo nunca mais. É desse ponto em diante que você pode fazer tudo o que quiser, tipo comprar material de baixa qualidade para ganhar mais, fazer serviço pela metade, dizer que o valor do serviço não foi suficiente para concluí-lo. Enfim, desse ponto em diante vai depender muito da sua criatividade para inventar desculpas e ir tirando dinheiro da ICM com a conivência dos grandes. É isso mesmo, dos grandes, por que se você for um fornecedor que faz tudo direitinho, gosta das coisas certinhas, até para comprar um prego você vai precisar dar muita justificativa e fazer muito relatório para conseguir a aprovação.

Mas por que as coisas na ICM funcionam dessa forma? Porque até hoje, aquele monte de bananas que tem no Conselho Presbiteral e na diretoria, incluído o presidente continua acreditando naquilo que as pessoas falam. Lembram daquele tempo em que a palavras das pessoas tinham mais valor do que um papel assinado? Eles ainda estão vivendo naqueles tempos, não investigam, não fazem relatórios, não procuram informações, etc. Isso também explica por que é tão difícil punir algum pastor quando ele está errado. Quando o pastor comete um erro e é chamado para dar explicações, o que vocês acham que ele vai dizer? Que ele errou, ele cometeu um deslize, ele se enganou? Como somos bobinhos! Como eles não verificam a denúncia e ficam com a palavra do pastor (mentiroso, mal caráter, etc…) vai virando essa bagunça que é a ICM hoje, onde ninguém resolve problema nenhum e só vai piorando. Resumindo, como todos os pastores que foram denunciados continuam alegando inocência, dizendo que estão sendo perseguidos e injustiçados e ninguém prova o contrário vão continuar como pastores, quem sabe, até a volta de Jesus. Como confiam na palavra das pessoas, aquela pocilga administrativa, não tem nenhum tipo de controle sobre suas receitas e despesas. Para que vocês tenham ideia desse descontrole administrativo, nem controle bancário eles fazem (não sei dizer se hoje, depois da operação do Ministério público, eles tomaram vergonha na cara, e agora fazem). Imaginem, um tesoureiro depositar o dízimo e ninguém naquela pocilga vai verificar junto ao banco se o valor informado foi de fato creditado. Vocês só podem estar de brincadeira com os membros!

O que eles sabem fazer muito bem, é colocar o colaborador para fazer hora extra e não pagar. Tirar dinheiro de colaborador é com eles mesmos. Que coisa feia, roubar dinheiro de hora extra de colaborador. Que papel ridículo, a que ponto chegamos. Como será que Deus vê (se é que Ele ainda vê alguma coisa de vocês) essa atitude de vocês? Atenção (Des)conselho Presbiteral tem gente trabalhando fora do horário de expediente, não tem recebido hora extra e quem controla essas liberações é o diretor de vocês.

Depois vão ficar fazendo cara de indignados, como quem não entende o que está acontecendo quando o colaborador se desliga da entidade e vai cobrar os seus direitos na justiça. E tem muito colaborador que se desligou e está processando a entidade. Vocês são um bando de retardados viu! As operações anteriores não foram suficientes para resolver os problemas internos, faltou uma operação do Ministério do Trabalho. Se o Ministério do Trabalho fizer uma visita a vocês, eu tenho pena dos dizimistas por que vai faltar dinheiro para pagar as multas.

Agora, para encerrar, vamos concluir o raciocínio. Vou adotar como exemplo a construção de uma igreja para ficar mais fácil o entendimento. Vocês já viram algum relatório de andamento de obra feita pela ICM? Fotografias do andamento da construção? Vocês tem conhecimento de que a ICM tenha setor/colaborador específico para fazer esse tipo de acompanhamento? Se o que está sendo planejado está sendo executado? Se o que disse quanto ia custar, realmente custou? É claro que não existe, e nem tem nenhum interesse em criar esse tipo de controle. Mesmo depois da operação do Ministério Público nenhuma providência foi tomada para evitar esse tipo de conduta e nem precisa dizer o por que eles não querem criar algum tipo de controle. Claro que preferem continuar vivendo naquela época em que a palavra vale muito mais do que um papel assinado. Fica também esclarecido por que o presidente nunca colocou sua assinatura nos documentos da ICM, apenas na Ata de Reunião, e mesmo assim, só naquelas que não lhe comprometiam.

https://www.facebook.com/photo.php?fbid=731320573597144&set=a.464938910235313.115008.464934880235716&type=1

O PES é um grande negócio e sabe utilizar muito bem os seus “ativos” – nesse caso membros e pastores – para salvar a sua própria pele sempre que necessário.

Ao contrário da igreja primitiva, que era pobre, a icm é rica e administra milhões em dinheiro.

Seus “coordenadores” são escolhidos a dedo na estrutura hierárquica da ICM e o sr. Picone exemplifica bem a preferência do PES na sua forma de governar a igreja.

promotor picone exemplo de corrupção promovida com dízimo e votos do curral eleitoral da seita maranata

promotor picone exemplo de corrupção promovida com dízimo e votos do curral eleitoral da seita maranata

Membros e pastores com influência e poder (advogados, juízes, desembargadores, diplomatas, militares, etc.) ganham destaque na hierarquia maranática.

Esse perfil de pessoas identificadas com o poder agrada ao PES, apesar de não lembrar em nada o perfil dos doze discípulos escolhidos por Jesus.

O próprio Gedelti, dizia pra todo mundo que o novo Conselho presbiterial, após o VOTO DE CABRESTO da Assembléia Geral de 20.12.2011, agora tinha não sei quantos advogados e juízes!

Na verdade, ele nunca disfarçou sua satisfação e orgulho em se ver rodeado por pessoas de autoridade pública dentro e fora da igreja.

Por isso, como a icm foi concebida, controlada e dominada por um só homem (eu li o livro do Dr. Brinco – Cinquenta anos da IPB Vila Velha), o Conselho Presbiterial e os coordenadores existem tão somente para agradar a ele – o presidente/fundador/dono da icm.

Isso comprova o fato de que a icm sempre foi uma ditadura controlada por alguns – alguns do tipo uma pessoa só. E ditaduras não são boas e sempre acabam com um final infeliz.

O poder subiu à cabeça.

Está na hora de rever valores e de retornar às Escrituras.

“Quem tem ouvidos para ouvir, ouça.”

O meu apelo é esse: ouçam as vozes dos retirantes!
.
.
A boa fé olhava com olhos de confiança a coisa de genro, cunhado, irmã e sogro e chegados. Com mistérios da Obra e muitas profetadas.

Assim a dominação eclesiástica começou. Bem cedo! Alguns começaram a enxergar a malícia do “projeto de salvação”.

Biblicamente falando e pensando, a “igreja de Deus…corpo de Cristo” (1 Co. 1.2; 12.27) foi devidamente alertada para o perigo de alguns serem seduzidos ao engano das profetadas e revelagens: por falar-lhes “o amor à verdade” (cf. 2 Ts. 9-12). No entanto, a “sã doutrina” continua algo indesejável (cf. 2 Tm. 4.3-4) para os donos de rebanho…

Essas pessoas se perderam em ensinos que não vêm de Deus, ensinos de espíritos enganadores e de demônios, justamente por desrespeitarem o que Deus disse, do jeito que Ele disse; e não estimarem a Bíblia como base de fé, norma de vida e prática do testemunho.

Esta falta de “amor à verdade” constitui um dos motivos principais pelos quais foi preferível se calar e evitar julgar aqueles que se dizem profetas; mas era exatamente isto que Gedelti impunha: fiquem calados, nós temos a revelação. Obedeçam!

Gedelti se gabava destas coisas, buscando holofotes para si mesmo e para a engenhosa ideologia Obra como forma de vida que ele inventou para substituir o conceito e diretriz do Novo Testamento quanto à“igreja de Deus…corpo de Cristo”.

Infelizmente, a empulhação logrou êxito nessa terra de apostasia comunitária, haja vista para a montagem do VOTO DE CABRESTO que aprovou a 10ª Alteração do Estatuto da ICM-PES, declarou e impôs o Conselho Presbiteral a partir de 10.12.2011. A época foi propicia para a continuidade do comando nas mãos de Gedelti. Ele foi declarado Presidente da ICM-PES e do CP.
.
http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2011/12/e-o-que-faltava-o-voto-de-cabresto/
.
Mas apascentado com enganos e intoxicado com meias verdades o gado não percebeu. Então, os coronéis eclesiásticos obedeceram ao comando do profeta-mor e o clero inferior não reagiu; e no fim o estouro de profetadas e gritos de Maranata! Maranata! Maranata! Nos conformes.

Mas nem imaginavam o que viria no ano de 2012… 2013…

Não duvidem: estamos nos dias em que muitos dão crédito à mentira, porque a mentira agrada às ambições humanas. De notar que a Bíblia nos revela o caráter de Deus na plenitude de Sua santidade; e por isso mesmo também nos mostra que nos últimos tempos haverá um abandono da fé por parte de muitas pessoas, como está escrito (1 Tm. 4.1):

“Ora, o Espírito afirma expressamente que, nos últimos tempos, alguns apostatarão da fé, por obedecerem a espíritos enganadores e a ensinos de demônios.”

CV.

fonte: http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2014/02/processo-contra-marcos-antonio-picone-soares/#comment-12971

leia também:

https://obramaranatarevelada.wordpress.com/2014/02/09/seita-icm-mais-um-mercenario-da-seita-maranata-infiltrado-no-poder-judiciario-e-desmascarado-depois-de-fortes-denuncias-de-promover-corrupcao-e-praticar-crimes-para-favorecer-membros-da-seita-icemit/

Vídeo mostra pastores embalando compras feitas nos Estados Unidos

O vídeo faz parte das investigações do Ministério Público sobre o esquema de desvio de recursos provenientes do recolhimento do dízimo montado por membros da igreja

pastores da maranata ficaram até 6 vezes mais ricos

pastores da maranata ficaram até 6 vezes mais ricos

Da Redação Multimídia

Um vídeo feito pelo pastor e médico Amadeu Loureiro Lopes – um dos quatro integrantes da cúpula da Igreja Maranata presos na terça-feira (12), e soltos na quarta-feira (20) – mostra dois outros pastores da congregação em um hotel em Boston, nos Estados Unidos, arrumando malas com produtos eletrônicos que seriam trazidos para o Brasil.

Veja o vídeo: 

O vídeo – a que A GAZETA teve acesso com exclusividade – faz parte das investigações que estão sendo conduzidas pela Polícia Federal sobre o esquema montado por membros da igreja que viabilizou o desvio de recursos provenientes do dízimo doado por fiéis.

Veja também: 

> Justiça manda soltar pastores da Maranata 


A Polícia Federal apura também denúncias de que parte dos recursos desviados foram utilizados na compra de equipamentos eletrônicos no exterior, importados de forma ilegal. O material teria sido utilizado na montagem de um sistema de audiovisual para a igreja transmitir seus cultos para templos no Brasil e no exterior.

Na gravação – narrada por Amadeu –, os pastores Arlínio de Oliveira Rocha e Daniel Moreira aparecem retirando os produtos das embalagens originais e guardando-os em malas, para a viagem de volta ao Brasil. Arlínio e Daniel estão entre os 26 membros da igreja investigados no inquérito do Ministério Público Estadual.

Em um determinado momento do vídeo Amadeu chega a se referir à mala de Arlínio como “estufada” e acrescenta: “Já escondeu tudo”.

Amadeu conta, no vídeo, que os pastores estão em Boston para um seminário, e que fizeram as compras para atender a “encomendas”. Entre os produtos há máquinas fotográficas, equipamentos de informática, aparelhos de CD para carros e microfones.

Ele chega a garantir a Arlínio e Daniel que o vídeo não será visto por ninguém, que “nunca sairá da sua residência”.

Além de Amadeu, na última terça-feira foram presos Gedelti Gueiros, ex-presidente da igreja afastado pela Justiça no final de 2012; Elson Pedro dos Reis, atual presidente da igreja, nomeado interventor na instituição no final do ano passado; Carlos Itamar Coelho Pimenta, advogado acusado de organizar uma administração paralela da igreja.

Todos são acusados de ameaçar e coagir testemunhas ouvidas no inquérito que apura o desvio de recursos na Maranata. Fatos que estão sendo apurados pelos promotores de Justiça do Grupo Especial de Atuação e Combate ao Crime Organizado (Gaeco).

Tudo dentro da legalidade, diz igreja

 

Na avaliação da advogada Bárbara Valentim, que faz a defesa da Igreja Maranata, as mercadorias compradas pelos pastores – mostradas no vídeo a que A GAZETA teve acesso com exclusividade – estão dentro da cota individual de compras no exterior permitidas a todas as pessoas. “Cotas individuais de três pastores”, pontua a advogada, em entrevista concedida na semana passada.

Ela destaca que as compras mostradas são de produtos particulares, sem vinculação com as denúncias que vêm sendo apuradas pela Polícia Federal sobre a compra de equipamentos eletrônicos no exterior, importados de forma ilegal. “Não há nenhuma vinculação direta com a igreja”, assinalou Bárbara.

Afirma, ainda, que há uma preocupação com o inquérito que tramita na Polícia Federal. “É um fato grave, que a lei proíbe, mas que cabe à polícia apurar. Não podemos fazer acusações levianas. Em princípio é uma aquisição individual, dentro da legalidade, o que é permitido para qualquer pessoa”, disse.

A advogada explicou, ainda, que o vídeo foi gravado por pastores, em um momento informal, quando se preparavam para deixar o hotel. “Tanto que aparecem vestido de forma inadequada, informais”, explicou Bárbara.

O vídeo foi mostrado a dois pastores da igreja na semana passada: Sérgio Carlos de Souza e Josias Júnior que, segundo Bárbara, é o especialista nos equipamentos audiovisuais da Maranata.

 

 Relembre o caso:

> Bens de pastores da Maranata crescem 6 vezes
> Pastor briga para retomar a liderança da igreja Maranata
> Operação apreende documentos em sedes da Igreja Maranata
> Fraude derruba toda a cúpula da Igreja Maranata
> Igreja Maranata: dízimo desviado em fraude milionária
> Pastor usou ‘visão’ para justificar desvio
> Envolvido em compras foi preso pela federal
> R$ 1,8 milhão doados à igreja
> Igreja contratou sobrinho de presidente
> Maranata: “uma igreja que surgiu da luta pelo poder”
> Maranata pagou R$ 941 mil em materiais nunca entregues
> Maranata: líder da igreja é investigado
> Crimes federais investigados
 http://gazetaonline.globo.com/_conteudo/2013/03/noticias/cidades/1417835-video-mostra-pastores-embalando-compras-feitas-nos-estados-unidos.html

 

Fonte: A Gazeta | Gazeta Online