Posts com Tag ‘desvio de dízimo na maranata’

ENQUETE Nº 10 – DEU PARA “DEUS”, ENTÃO DEU ADEUS?

diante destes fatos concretos, devemos ir também, pedir o ressarcimento dos dízimos desviados!
.
.
A Maranata que se cuide…

Coisa séria.

Igreja Universal do Reino de Deus terá de devolver quantia doada por fiel
http://tj-df.jusbrasil.com.br/noticias/100323237/igreja-universal-do-reino-de-deus-tera-de-devolver-quantia-doada-por-fiel/relacionadas

A Igreja Universal do Reino de Deus em Belo Horizonte foi condenada a devolver valores destinados à congregação desde 1996, em valores ainda a serem apurados na liquidação da sentença, e ainda ressarcir um homem em R$ 5.000 por danos morais. Segundo o TJ-MG, o fiel foi considerado incapaz de tomar decisões por contra própria. Processo 1.0024.03.965628-5/001
http://www.conjur.com.br/2008-ago-21/igreja_obrigada_devolver_doacoes_fiel_incapaz

Muita gente foi coagida – emocionalmente – às doações de dízimos e ofertas voluntárias, acreditando em profetadas e revelagens de meias-solas que lhes apresentavam a OBRA MARAVILHOSA, a última igreja, a igreja fiel que vai ser arrebatada num abrir e fechar de olhos”.

No entanto, os desvios das “doações” aconteceram e “ofertas voluntárias” foram parar em contas de pastores.

“Inicialmente, o relator da apelação, Desembargador Tasso Caubi Soares Delabary, salientou que, uma vez que o dízimo e a oferta, em regra, são atos de disposição voluntária voltados à colaboração com o templo religioso, podem ser classificados como doação. Mas destacou que a doação pode ser anulada quando a pessoa é coagida a doar, sob pena de sofrimento ou penalidades. Nesses casos, a violência psicológica é tão ampla e profunda que anula, por completo, a sensatez e a manifestação da vontade, salientou.”

Igreja Universal condenada por coagir fiel a fazer doações
http://tj-rs.jusbrasil.com.br/noticias/100224887/igreja-universal-condenada-por-coagir-fiel-a-fazer-doacoes

Esperar pra ver…

CV.

Publicado por Maria em http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2013/01/judas-cade-o-dinheiro/comment-page-2/#comment-50653

COMENTÁRIO DIGA NÃO ÀSEITA:

Nesta enquete, gostaria de tratar de um assunto delicado, que é um possível pedido de ressarcimento dos “dízimos” e ofertas entregues à icm-pes.

Muitos dizem que esse assunto é superado, pois o dinheiro, seja em qualquer modalidade, “dízimo” ou oferta, foi entregue ao Senhor Deus, e que não importa o que teria sido feito com o mesmo, quando creditados ao cofre da maranata. Acrescentam ainda que deram para a Obra do Senhor, e só por essa intenção, não há que se falar em solicitação de devolução, mesmo porque deram voluntariamente, não tendo sido forçados a isso.

Mas alguns argumentam que, a partir do momento em que existem evidências claras de desvios, inclusive confessados pela própria instituição, a partir do momento em que vão a juízo, solicitar ressarcimento em face de seus pares, é por conseguinte entendido que o dinheiro, seja em qualquer modalidade, depositados na fé, no cofre único do pes, para administração dos gerentes da obra, não foi efetivamente para Deus e para a Sua Obra, e sim, pelo menos em parte, coisa de milhões, para diversas pessoas diferentes, próximas do pes, ou seja, bem humanas mesmo, com o “pes” no chão!

A proposta então é fazer um levantamento a respeito do senso predominante, entre os que “investiram” na obra.

A sistemática para esta enquete será diferente das outras, visto que não serão apresentadas alternativas para serem votadas.

Os visitantes, voluntariamente, deverão expressar as suas manifestações a respeito do assunto, respondendo a três quesitos que apresentamos:

– se é retirante ou não, da icm;

– tempo de permanência na maranata, podendo ser zero;

– se concorda ou não com o pedido de ressarcimento;

– por que concorda ou por que não concorda com o pedido de ressarcimento, e

– outras considerações que julgarem pertinentes.

Esclarecemos que estão disponíveis outros espaços neste blog, como por exemplo o BOCA NA TROMBETA, para que sejam feitos registros diversos a respeito de discriminações, bullyings eclesiásticos, preconceitos, etc, vividos na seita icemita, e por isso solicitamos que os irmãos utilizem o referido espaço ou outro que acharem mais adequado, para tal fim. A presente enquete portanto é específica em levantar o entendimento sobre o tema ressarcimento.

Comecemos então com a nossa enquete, que ficará ativa por trinta dias, e ao término poderemos ter ideia do atual entendimento de todos a respeito do assunto, considerando que muita “água passou debaixo da ponte”, durante esses pouco mais de três anos que são denunciados os possíveis desvios de valores depositados como “dízimos” e ofertas em favor da conta da maranata.

Faço um apelo para que não sejam só expectadores, mas se manifestem a respeito do que realmente pensam sobre a questão.

A Paz do Senhor Jesus a todos!

Alandati.

fonte: http://diganaoaseita.wordpress.com/2013/02/25/enquete-no-10-deu-para-deus-entao-deu-adeus/

Anúncios

diante destes fatos concretos, devemor ir também, pedir o ressarcimento dos dízimos desviados!
.
.

fraude do dízimo na maranata

fraude do dízimo na maranata

A Maranata que se cuide…

Coisa séria.

Igreja Universal do Reino de Deus terá de devolver quantia doada por fiel
http://tj-df.jusbrasil.com.br/noticias/100323237/igreja-universal-do-reino-de-deus-tera-de-devolver-quantia-doada-por-fiel/relacionadas

A Igreja Universal do Reino de Deus em Belo Horizonte foi condenada a devolver valores destinados à congregação desde 1996, em valores ainda a serem apurados na liquidação da sentença, e ainda ressarcir um homem em R$ 5.000 por danos morais. Segundo o TJ-MG, o fiel foi considerado incapaz de tomar decisões por contra própria. Processo 1.0024.03.965628-5/001
http://www.conjur.com.br/2008-ago-21/igreja_obrigada_devolver_doacoes_fiel_incapaz

Muita gente foi coagida – emocionalmente – às doações de dízimos e ofertas voluntárias, acreditando em profetadas e revelagens de meias-solas que lhes apresentavam a OBRA MARAVILHOSA, a última igreja, a igreja fiel que vai ser arrebatada num abrir e fechar de olhos”.

No entanto, os desvios das “doações” aconteceram e “ofertas voluntárias” foram parar em contas de pastores.

“Inicialmente, o relator da apelação, Desembargador Tasso Caubi Soares Delabary, salientou que, uma vez que o dízimo e a oferta, em regra, são atos de disposição voluntária voltados à colaboração com o templo religioso, podem ser classificados como doação. Mas destacou que a doação pode ser anulada quando a pessoa é coagida a doar, sob pena de sofrimento ou penalidades. Nesses casos, a violência psicológica é tão ampla e profunda que anula, por completo, a sensatez e a manifestação da vontade, salientou.”

Igreja Universal condenada por coagir fiel a fazer doações
http://tj-rs.jusbrasil.com.br/noticias/100224887/igreja-universal-condenada-por-coagir-fiel-a-fazer-doacoes

Esperar pra ver…

CV.

fonte: http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2013/01/judas-cade-o-dinheiro/#comment-50653

Veja notas frias que teriam sido usadas no desvio de recursos dos dízimos da Igreja Maranata

Lívia Meneghel (redacao@eshoje.com.br)/ Fotos: Dayana Souza



 

destaque  igreja maranata maanaim carapina dayana souza Veja notas frias que teriam sido usadas no desvio de recursos dos dízimos da Igreja Maranata

Veja notas frias que teriam sido usadas no desvio de recursos dos dízimos da Igreja Maranata

O jornal ESHOJE teve acesso às cópias das notas frias que teriam sido usadas no desvio de recursos dos dízimos doados por fiéis da Igreja Cristã Maranata (ICM) e que levaram a ação da operação “Entre Irmãos”, do Ministério Público. As notas provenientes de transações para a ICM, emitidas por uma pequena papelaria localizada em São Torquato, Vila Velha, foram encaminhadas à nossa reportagem por meio da colaboração de um leitor.

Conforme as notas (veja na galeria abaixo), a papelaria foi uma das empresas que forneceram notas frias para o desvio de recursos do dízimo doado por fiéis, fato apontado pela auditoria externa que apura o tamanho do rombo e também pela investigação que a própria Maranata realizou.

O esquema foi montado na cúpula da Igreja Cristã Maranata com o envolvimento de pastores, fornecedores e diáconos. A JE Scabelo – cujo nome fantasia é Papelaria União – vendeu à igreja R$ 941 mil em materiais que nunca foram entregues.

As notas eram emitidas a pedido de Antônio Ângelo Pereira dos Santos, vice-presidente afastado da igreja. O argumento era de ajudar aos “irmãos” no exterior e custear viagens a outros países.

Conforme o depoimento de Elionay Lopes Scabelo, filho do dono da papelaria, José Eloy Scabelo, o valor das notas que foram emitidas era determinado pelo próprio Antônio Ângelo. Além disso, era ao vice-presidente que o dinheiro era entregue, deduzido o valor referente aos impostos.

Presbitério funciona normalmente

Enquanto a Receita Federal analisa os documentos e computadores apreendidos pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) na operação “Entre Irmãos”, os membros da Igreja Cristã Maranata (ICM) preferiram não se manifestar na manhã desta quarta-feira (28).

O presbitério da Maranata, no Centro de Vila Velha, estava funcionando normalmente nesta quarta, com recepcionistas atendentes e seguranças, porém, não estavam autorizados a passar nenhuma informação sobre a investigação.

Uma senhora, que preferiu não se identificar, foi vista saindo da Igreja com um envelope guardado dentro de seu vestido, fornecido por um funcionário do presbitério. Abordada, ela disse que não frequentava a Igreja, mas que tinha contato com alguns membros da cúpula.

Também foi visto no local um funcionário da ICM, que quis manter sua identidade em sigilo. “Estava viajando até ontem, não tenho envolvimento com essa operação e, inclusive, estou me interando sobre o assunto só ágora, acompanhando pelos jornais”, disse o funcionário.

A reportagem esteve presente nos Manains da Igreja esta manhã e, segundo o vigilante do templo de Campo Grande (Cariacica), o local é usado apenas para eventos especiais. Já em Carapina (Serra), não havia ninguém, e, em Itaparica (Vila Velha), um vigia informou que o horário dos cultos da ICM são às 6h e 19h30, de segunda à domingo.

Sobre o desvio

Ao todo, o desvio de dinheiro pode ultrapassar R$ 21 milhões, advindos do desvio do dízimo dos fiéis. Há indícios de que os crimes envolvam estelionato, falsidade ideológica, formação de quadrilha, tráfico de influência e lavagem de dinheiro.

Por questões de segurança, o Ministério Público do Espírito Santo (MPES) ainda mantém em sigilo a identidade dos promotores atuantes na operação, além dos nomes da cúpula da Igreja Maranata envolvidos no esquema de corrupção.

URL curta: http://eshoje.jor.br/?p=61362

fonte: http://eshoje.jor.br/veja-notas-frias-que-teriam-sido-usadas-no-desvio-de-recursos-dos-dizimos-da-igreja-maranata.html

Siga durante esta semana inteira para conhecer a “obra no exterior!” em Massachusetts nos Estados Unidos.

http://www.betomoraes.com/

Crimes possíveis já denunciados nos Estados Unidos praticados por “ungidos” do senhor (senhor da maranata claro):

– lavagem de dinheiro do crime organizado

– desvio do dízimo (também nos EUA)

– tráfico de drogas

– tráfico de CRIANÇAS!!!!!!!!!!!!

– mafia – formação de quadrilha!

– 300 milhões de USD em paraísos fiscais.

– Notas frias na contabilidade

– Sequestro

Acompanhe:

http://soundcloud.com/anonwhymously/wlyn-em-maranata-1

A máscara da seita fundada por gedelti gueiros com ajuda de jim jones na decada de 60 está caíndo!!

“A OCASIÃO DEVERIA FAZER O LADRÃO!?”

igreja maranata - a ocasião deveria fazer o ladrão!?

igreja maranata – a ocasião deveria fazer o ladrão!?

.

O comentário a respeito da Enquete nº 6 começa com essa imagem que encontrei na rede, e achei interessantíssima.

.

Veio logo a minha mente uma viagem, tentando me transportar até aquele lugar, onde está aquele grande cofre, supondo o mesmo entupido de cédulas de reais, euros, dólares e outros dinheiros de outros lugares do mundo, cuja trajetória é uma série de pensamentos hipotéticos, os quais compartilho com os irmãos, pois julgo interessantes.

.

A partir de então, falaremos em situações de ficção, as quais foram proporcionadas com ilações relacionadas a alguns fatos que conhecemos a respeito do escândalo da icm e hipóteses concernentes a possíveis comportamentos dos homens, que por vezes podem “meter os pés pelas mãos”!

.

Vamos viajar comigo:

.

Minha presença ali seria interessante se, e somente se, o conteúdo imaginado estar no cofre, fosse de minha posse e titularidade, do contrário, em pertencer a outro, não passaria de um objeto alienígena àquele cenário. O que realmente a imagem gera, em princípio, para quem é honesto, correto, e sabe que o que usufrui de conforto é proveniente de trabalho, muito trabalho, esforço, estudo, batalha, guerra. A cada dia se “mata um leão”, como se costuma dizer.

.

Mas o exercício mental continua, enquanto imaginamos aquele mesmo cofre, naquele lugar, com total ausência de vigilância, repleto de dinheiros de todas as espécies, com o segredo de abertura no conhecimento de pessoas inescrupulosas, que não primam em viver do suor do rosto, mas que se aproveitam de facilidades para usufruírem de benesses, pouco importando que a alimentação do cofre é decorrente de sacrifício, privação, passagem por necessidades de alguns. Afinal, aqueles estão debaixo da planta dos “pes”!

.

Na posse desses valores astronômicos, os lobos da avareza ensaiam uma pequena sangria inicial, meio tímidos, parecendo com aquele guri, que faz uma travessura, e olha para todos os lados, querendo perceber se está sendo observado, ou algum adulto gritasse de longe: “oh, moleque, tira a mão daí. Isso não é teu! Isso não te pertence!”.

.

Se isso ocorresse, fatalmente as próximas investidas iriam ser mais difíceis. Aquele moleque travesso pensaria duas vezes em tentar fazer de novo outra estripulia. De igual forma, os amantes dos bens dessa vida, servos de Mamom, também ficariam temerosos a possíveis repúdios e condenações populares, visto que já na primeira tentativa, que por sinal, restou como exitosa, alguém percebeu e acusou o delito.

.

Mas, ao contrário disso, a investida inicial foi pacífica, girou-se o segredo, abriu-se o cofre, pegou-se o que podia e era suportado nas roupas, e houve a saída. Ninguém viu, ninguém entendeu, ninguém percebeu ser errado, enfim, todos ao redor estavam concentrados em outras coisas, aliás tendo sido direcionados a pensar naquilo mesmo que os próprios possuidores do segredo do cofre teriam anunciado como importante.

.

Diante do sucesso da primeira vez, muitas outras vezes aconteceram, seja pessoalmente, ou por amigos, ou parentes, relacionados com ao ciclo de confiança daquele que era e é possuidor do segredo que daria acesso ao conteúdo daquele cofre. Ademais, seria praticamente impossível passar despercebido o efeito daquela riqueza, totalmente incompatível com o poder aquisitivo do indivíduo. Isso fez com que se abrisse a “teia” para um número maior de pessoas que pudessem ter acesso ao cofre, e portanto conheciam a forma do enriquecimento. Além disso, dessa forma, poder-se-ia garantir um pacto de confiança entre os envolvidos naquele segredo, a ponto de um esconder o que o outro faz, sob risco da própria pele estar em jogo.

.

Por fim todos já encontravam viciados naquela prática, que ninguém fora do esquema questionava, nem vinha de encontro, nem acusava, e se algum pudesse insurgir, simplesmente este seria abarcado facilmente para o grupo, quando lhe seria oferecida uma parte no bolo, porque os ingredientes para a confecção do mesmo sempre foram garantidos e não se esgotavam. Mais um ou menos um para comer o bolo não faria muita diferença, dada a vultosidade do montante acumulado.

.

O que viciava também era o usufruto das consequências que aquela fonte de recursos poderia trazer, tais como abertura de empresas, compras de imóveis, no Brasil e no exterior, realização de cirurgias plásticas, aquisições de carros importados, usos de grifes chiques e caras, passeios ao redor do mundo, etc.

.

Mas, aí nós voltamos ao início de tudo, lembrando da imagem do cofre ao céu aberto, sem vigilância alguma, e se realmente estivesse cheio de dinheiros, nacional e estrangeiros, e perguntamos: o cofre pode ser de quem comprou, restando a umas poucas pessoas o seu controle, mas o seu conteúdo pertence à coletividade, seria justo que algumas poucas pessoas também administrassem tais recursos, utilizando-se dos mesmos para benefício próprio?

.

Alguém, em sã consciência, tomando conhecimento uma vez que o valor ali depositado, por confiança na “mão” do dono do cofre, estaria sendo desviado para outra finalidade, continuaria guardando ali as suas economias?

.

Se uma vez descoberto que o dono do cofre estaria usando para si e para outros, facilitando acesso aos valores depositados no cofre, que são oriundos de outros que teriam confiado na sua honestidade, para parentes, para amigos, para compadres, ou para quem ele quisesse, e ao ser perguntado diretamente a ele, seria coerente ele negar o que estava fazendo ou confessar o erro?

.

Se confessasse, talvez poderia até receber nova chance de muitos, que poderiam pensar que teria errado, dentro daquela modalidade, “a ocasião faz o ladrão”, mas que teria se arrependido, prometendo agora que não iria repetir tal ato, inclusive abrindo a chance de outro ou outros para administrarem os valores do cofre, da ignomínia que estaria passando, diante das pessoas que confiaram em sua honestidade, e foram traídas dolosamente.

.

Ou então, diria que não colocou a mão naqueles valores hora nenhuma, nem favoreceu ninguém para fazê-lo. Nesse ponto, a situação fica mais difícil, visto que depois, fatalmente alguém poderá tomar conhecimento das evidências de que alguém estaria realmente fazendo o que o dono do cofre estaria negando ser a prática.

.

Para essa última alternativa, a conclusão de qualquer pessoa séria, preocupada, correta, honesta, e que não gosta de ser enganada, é que a pessoa em quem se confiava piamente, a ponto de entregar valores para que pudessem ser custodiados por ele, é uma mentirosa e desonesta, pois não agiu com fidelidade nem antes das suspeitas, nem depois que alguém levantou a possibilidade de existirem irregularidades relacionadas àquela função confiada a ele em executar.

.

Os desdobramentos, tanto em uma quanto a outra, das alternativas hipotéticas apresentadas acima, seriam de se ter uma total insegurança, com o efeito imediato da desconfiança que, a partir dali, resultaria na ação, por muitos, de não deixarem mais os seus dinheiros ali, e sim procurarem um outro lugar e um outro administrador mais confiável, ou simplesmente honesto.

.

Ah, que bom que nada do que imaginamos está acontecendo na icm, isso tudo é mentira!

.

Ou como diz o “filósofo” Caetano Velozo, com aquele sotaque baiano: “Ou não!”.

.

Sei lá, só o tempo vai dizer…

.

A Paz do Senhor!

.

Alandati

.

O resultado da pesquisa foi:

.

94 %, aproximadamente, entende que “O que fizeram foi algo ilegal, antiético, imoral, pois além de abrirem as empresas particulares com o dinheiro dos “dízimos”, ainda executam serviços exclusivos e superfaturados.”, e

.

6 %, aproximadamente, entende que “Eu concordo que os pastores, familiares e amigos sejam até titulares de empresas, mas não que tenham integralizado as mesmas com o “dízimo” dos irmãos.”.

.

Graças a Deus ninguém corroborou as outras assertivas que versavam sobre, de um jeito ou de outro, avalizarem uma possível atitude de beneficiamento próprio e dos “chegados”, relacionados a um nepotismo claro, por parte dos administradores do pes, e consequentemente da icm.

.

O acesso à enquete é o link abaixo:

.

http://diganaoaseita.wordpress.com/2012/10/18/enquete-no-6/

fonte: https://diganaoaseita.wordpress.com/2012/11/19/a-ocasiao-deveria-fazer-o-ladrao/

De acordo com os registros da IPB, já na internet, a família Gueiros encabeçada por Gedelti Gueiros, fizeram uma rebelião dentro da Igreja Presbiteriana, simplesmente porque queriam o poder. E como já é do conhecimento de muitos, se seu irmão Gedaias tivesse sido levantado pastor presidente naquele momento, a ICM não existiria. Hoje vemos claramente que este homem queria única e exclusivamente o poder, tanto que está agarrado a ele até hoje. A maioria das Igrejas sérias tem eleições e mudança de comando por períodos determinados. Primeiro porque a alternância de poder, se faz necessário para que haja transparência e segundo porque ninguém é insubstituível.

Fico aqui com meus botões, como é fácil manipular as pessoas. Ninguém, inclusive eu, nunca fui conferir se a história do “tudo revelado” era verdade. Nunca olhamos os dois lados da história.

Tiro o chapéu pro senhor Pastor Gedelti, colocou todo mundo no bolso, nesses 40 anos de ICM. Mas não ao SENHOR, e ELE só demorou a mostrar, porque é longânimo pra perdoar e salvar. Ainda tem tempo pra se converter, se arrepender e se salvar.

E as pessoas vão dizer, mas levou tanto tempo assim pra enxergar? vocês não sabem o que é ouvir todos os dias, todas as horas que se reúne, em encontros na igreja ou fora, a palavra que os icemitas mais falam o “sinhô revelou”. E nunca aconteceu o que o sinhô revelou? Sim, algumas, pela misericórdia do SENHOR (porque ELE perdoa o tempo de ignorância), e muitos ali o servem com pureza e inteireza de coração, e o SENHOR fala a êsses.

Mas a quantidade dos “dons” que também não aconteceram e não acontecem é grande e devastador. Com prejuízos espirituais, emocionais, materiais e morais irreparáveis. E sem nenhuma defesa. Ah! Antes que me esqueça, teve alguma “dom” a respeitos dos desvios de dinheiro dentro do PES? sim porque não foi só durante esses 4 anos que a contabilidade está atrasada? de acordo com a declaração do vice ao PA-ICM-PES nº 01/2011 de 10.11.2011 esta prática já vem de a muito tempo, e sempre do conhecimento do Presidente do PES.

Nesses mais de 40 anos vimos todas as demais denominações evangélicas, serem apelidadas de “mescla”, “religião”, “movimento” e por aí vai, mas particularmente a Igreja Presbiteriana foi, menosprezada, achincalhada, ridicularizada e massacrada pelos Pastores Gedelti e Amadeu, em todas as vezes que tiveram oportunidade, simplesmente porque a Igreja Presbiteriana tem somente a BÍBLIA como única orientadora para a pratica de fé e condução pra vida eterna.

Vejamos, uma igreja com mais de 500 anos, onde seus seguidores ao longo de sua história( é só pesquisar ), foram perseguidos e mortos por amor ao Evangelho de JESUS, e outra com um pouquinho mais de 40 anos, que apareceu por causa do amor próprio ferido, de não conseguiu o poder que queria naquele momento, e usou sempre de revelações do sinhô, para que fossem incontestáveis as suas orientações, e assim se manter no poder(como um ditador) e nos manter submissos, por temor de que fossem realmente do SENHOR.

Graças a DEUS, estamos nos desmaranatizando, a razão tomando conta das nossas mentes, como pessoas equilibradas e conferindo todas as coisas nas ESCRITURAS SAGRADAS, não mais guiados pelos “ensinos revelados além da letra”, nem do medo das pragas proferidas, mas nas doces e mansas PALAVRAS DE JESUS, através da verdade e do seu grande amor.

Nos desculpe Igreja Presbiteriana, pela mentira repetida por mais de 40 anos, que acabou se tornando uma verdade . Nos perdoe, pela arrogância, prepotência e falta de consideração do “nosso poderoso chefe”, que tantas vezes, como palhaços, achávamos graça das suas piadas de mau gosto, outras glórias e aleluias quando era massacrada, e a ICM endeusada como a “Obra perfeita”. Além de tudo isso ser muito feio é uma tremenda falta de educação e respeito, falar mau dos outros.

Hoje com os olhos da razão a vejo como uma Instituição séria, como tantas outras que tem pregado o Evangelho, onde todos os empreendimentos realizados são sucesso, diferentemente da ICM-PES (hospital, escola, plano de saúde), todos fracassados e devidamente consultados e revelados pelo “sinhô” .

Que 2012 nós possamos nos espelhar única e exclusivamente nos ensinamentos de JESUS, e pensarmos racionalmente, com os pés no chão, olhos bem abertos e sem medo, para não mais sermos guiados por cegos, mas somente pelo SENHOR e sua PALAVRA.

E repetindo o que o pastor Gedelti gosta muito de falar no Maanaim. “Em terra de cego, quem tem um olho é rei”. Te caiu como uma luva, Pastor Gedelti.

fonte: http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2012/05/apaixonei-me-pela-obra-e-agora/comment-page-2/#comment-10190

“A obra é pobre!”
Estes dias foi mencionado aqui um número que me surpreendeu:

“O faturamento mensal da “obra” á 4 meses atrás era de 140.000.000 (cento e quarenta milhões de reais por mês!!)

Ás vezes engolimos assim esse número sem pensar direito – vamos então jogar um pouco com ele para realmente entender do que estamos falando.

Pensando que os custos mensais com os templos são energia, material de limpeza e água estaria-mos falando por templo em custo mensal de aprox. 200R$ por mês. Com 5000 templos teríamos um custo mensal total de 1.000.000R$.

A manutenção é feita por “escravos da obra” e muitas vezes pagam tinta, etc do próprio bolso. Construção de novos templos não se podem contabilizar porque viram patrimônio da “oubra” (imóvel com valorização real).

Digamos que cada templo “custa” ao pés-icm então 8000R$ por mês para não sermos injustos – o que daria um custo mensal de 40 milhões, mesmo assim 140 menos 40 dá um lucro liquido para o pés-icm de 100 milhões de reais POR MÊS!! Sem impostos!!

Ao ano 1.2 BILHÕES de reais lucro líquido para o PES.

À 4 meses atrás – um época que a bomba já tinha estourado e muitos já estavam saindo da “obra” ou pararam de “contribuir” o lucro mensal da “pobre obra” era de 100 milhões de reais.

Mas vamos um pouco além – como o crescimento da “oubra” ao longo dos 40 e poucos anos não é linear – no início menor e com os anos acelerando a cada ano – dividimos esse número por 3 o que daria aprox. 400 milhões ao ano. Em 40 anos daria um lucro para a companhia gueiros e associados de 16 BILHÕES de reais!!!

Não somos amantes do $$$$ como o pes-icm – mas este número agora me ajudou a entender a frase com qual iniciei – “a obra é pobre” – finalmente entendi – não pobre em $$$ – é claro – os números falam por si – mas sim pobre em amor – principalmente amor ao próximo!!

Com todo esse dinheiro o pes-icm não conseguiu construir uma só ação social para ajudar ao próximo – compraram o hospital metropolitano em Vitória – mas com objetivo de faturar não de ajudar.

Todo esse lucro com o dízimo não bastou a gedelti e companhia – não – ficaram também com olho grande em cofres públicos! Pensando bem nos valores que chegamos acima, penso que, o que foi divulgado (doação de 1.8 milhões e 800.000 R$ para a fundação da maranata) somente pode ser a ponta do iceberg dos valores que saíram dos cofres públicos para a empresa gueiros e associados – 2.6 milhões dos cofres públicos realmente seria uma “merecazinha” para os sócios do pes-icm.

Pensando que somente esta acusação pode dar cadeia… Arriscar um lucro atual anual de 1.2 BILHÕES de reais por causa de 2.6 milhõezinhos (divulgados) ou mesmo 10, 20 30, 40 milhões dos cofres públicos? Cai na real! Tem muuuuuuuuita lama pra vir!

PAZ
.
.
Este poço de iniquidades está sendo aberto.

Matérias publicadas:

Pastor usou ‘visão’ para justificar desvio
http://gazetaonline.globo.com/_conteudo/2012/02/noticias/a_gazeta/dia_a_dia/1107549-pastor-usou-visao-para-justificar-desvio.html
.
Envolvido em compras foi preso pela federal
http://gazetaonline.globo.com/_conteudo/2012/02/noticias/a_gazeta/dia_a_dia/1108194-envolvido-em-compras-foi-preso-pela-federal.html
.
R$ 1,8 milhão doados por deputados à igreja
http://gazetaonline.globo.com/_conteudo/2012/02/noticias/a_gazeta/dia_a_dia/1111561-r-1-8-milhao-doados-a-igreja.html
.
Igreja contratou sobrinho de presidente
http://gazetaonline.globo.com/_conteudo/2012/02/noticias/a_gazeta/dia_a_dia/1115768-igreja-contratou-sobrinho-de-presidente.html
.
Maranata: “uma igreja que surgiu da luta pelo poder”
http://gazetaonline.globo.com/_conteudo/2012/02/noticias/a_gazeta/dia_a_dia/1118247-maranata–uma-igreja-que-surgiu-da-luta-pelo-poder.html
.
Maranata pagou R$ 941 mil em materiais nunca entregues
http://gazetaonline.globo.com/_conteudo/2012/02/noticias/a_gazeta/dia_a_dia/1117080-maranata-pagou-r-941-mil-em-materiais-nunca-entregues.html
.
Milhões arrecadados e livres de fiscalização
http://gazetaonline.globo.com/_conteudo/2012/03/noticias/a_gazeta/dia_a_dia/1134286-dizimo-nas-igrejas-milhoes-arrecadados-e-livres-de-fiscalizacao.html
.
Maranata: líder da igreja é investigado
http://gazetaonline.globo.com/_conteudo/2012/03/noticias/a_gazeta/dia_a_dia/1144923-maranata-lider-da-igreja-e-investigado.html
.
Suspeita de crimes federais serão investigados
http://gazetaonline.globo.com/_conteudo/2012/03/noticias/a_gazeta/dia_a_dia/1146308-crimes-federais-investigados.html
.
Tem mais:
.
http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2010/08/o-rabo-do-diabo-esta-metido-nisto/
.
http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2012/02/poco-de-iniquidades/
.
http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2011/12/triste-fim-de-jornada-de-quarenta-anos/

Gedelti, que OBRA MARAVILHOSA, hein?!

O JUÍZO VEM!!!

CV.

 

fonte:

http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2012/04/nota-a-imprensa/#comment-17534

 

Que roubalheira!!!
no exterior, no Brasil… Dá nojo
Meteram as mãos nos dizimos. Sem dó. Depois vivem fazendo reunião para desviar a atenção do povo e colocar a culpa em quem denunciou…
“Vergonha”, essa gente!

Acho que estamos chegando nos momentos finais, o terremoto ja teve e agora o tsunami esta se formando, e vai derrubar o palácio da rainha desfigurada!

O clima na casa mal assombrada deve estar muito tenso, contratam advogados pois devem e quem muito deve toma calmante para dormir!

Retirantes não deixem de olhar para o SENHOR e sua Palavra. A justiça vem e vem muito forte contra a casa mal assombrada.um abraço fraternal.

fonte: http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2011/12/banquete-de-ladroes/#comment-17253

alexsandro disse:
16 de junho de 2011 às 1:25
Gostaria de explanar minha opinião, pois fui da maranata algum tempo, vivia em comunhão com Jesus, e achava que todo crente era verdadeiro, todo pastor era sincero, foi quando me deparei-me com um pastor da maranata, que tudo ele tinha uma revelagem, e a pior delas foi quando ouve uma evento de crianças na igreja, outros pastores estavam presentes e havia estudo e tudo mais…, quando quase acabando o culto esse mesmo pastor começou a falar em novas línguas estranhas e foi profetada para todo o lado; quando ele profetou um acontecimento que era para aquele ano e até hoje nada aconteceu, foi ai que eu percebera que aquilo passava de mentiras do coração do homem, e por isso e outras coisas que fui juntando o quebra cabeças que decidir sair do engano maranatico…
lamento ate que gostava de lar não cobravam dízimo, pois descobrir que também dízimo não é dinheiro e sim alimento como consta em deuteronôio 14:22 até o 26.
e o cavaleiro velos só confirmou aquilo que eu já suspeitava e, agradeço a Cristo por ter pessoas que falam sem temor a, verdade como a palavra diz, conhecereis a verdade e a verdade voz libertara obrigado!!!

Graci disse:
16 de junho de 2011 às 10:08
Amigo Alexsandro,não sei se você tinha alguma função na icm pois não comentou a respeito.Digo isto porque você disse acima que a maranata não cobra dízimo,talvez você não saiba mas se a pessoa tem uma função e não paga dízimo ela é afastada,por exemplo,na minha cidade ,tinha um irmão que trabalhava bastante na igreja e estava há quase vinte anos assim mas ele não era levantado diácono porque não era “fiel” no dízimo.Se a pessoa não paga por uns dois ou tres meses,eles já sentam com ela e interrogam,vem com uma estória de que Deus não vai te abençoar se você não for fiel ,etc e tal…não estou falando o que eu acho,estou falando o que sei.Um abaço irmão.

fonte: http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2010/03/o-desastre-da-heresia-icemita/

Parabéns pela exatidão. A reza é a doutrina que faltou do CLAMOR. Os hereges e hipócritas clamam pelo sangue de jesus a todo momento, fazendo desta reza repetida como nos lábios dos fariseus.

A igreja é cheia de mentira, pecadinhos, pecado e pecadão. Bem lembrado o texto bíblico em João sobre quem é o pai de todas as mentiras.

Roubar milhões em dízimos é só uma parte. Quem faz isso não acredita nem no deus maranata e nem em nada. São pessoas exploradoras de vidas.

Visite igrejas fora dos olhos dos Gedelti. E vocês verão coisas horríveis acontecendo. Não vou postar algo o qual não tenho provas. Mas dinheiro é pouco que estão levando. Estão instigando pessoas a abandonarem a vida para viver para a igreja e escravizando muita gente. É um fanatismo perigoso como já escrito aqui.

Esta é uma das igrejas mais secretas e perigosas que tive conhecimento pela forma sutil a qual ela envolve as pessoas e depois as prende. Ninguém sai ileso da Maranata. Mas, temo irmãos e irmãs por um desfecho trágico, pois a cada dia eles estão se fechando, odiando o mundo, quem não é da igreja e se fechando contra tudo e todos. Num fanatismo desmedido. E um velho decrépito maluco safado canalha e bandido com poucos anos de vida pode ser o líder desta coisa a qual está ficando fora de controle. Até em armas eles falam.

E dizem q se eu não for todo dia na Igreja vou para o banco, e dali para o inferno pois já tiveram uma revelação q estou com a Sindrome da Queda Espiritual. Tudo por ter falado deste blog para um irmão.

fonte: https://obramaranatarevelada.wordpress.com/2012/07/24/igreja-crista-maranata-venho-explicar-a-todos-como-e-esta-seita-a-qual-muitos-chamam-de-igreja-ou-obra/#comment-1799