Arquivo da categoria ‘heresias’

“Tenho-vos dito isto, para que em mim tenhais paz; no mundo tereis aflições, mas tende bom ânimo, eu venci o mundo.” João 16.33

Resultado de imagem para seca-se a erva

 

Amados irmãos em Cristo Jesus, o Messias Plenipotenciário, à verdade do Novo Testamento e à si mesmos façam um favor: descartem as falas de gente que posta vídeos na Internet e no Youtube falando da “Volta de Jesus” com afirmações e frases fora doo contexto e fora do teor geral das Escrituras Sagradas. Confusão na certa.

Aparecem erros de falsos mestres e de falsos profetas, a cada dia. E, para evitarem desapontamentos, aprendam a discernir as heresias dos discípulos de : a) Allan Kardek (espiritismo); b) Ellen G. White (adventistas); c) Joseph Smith (mórmons); d) Russel e Ruterford (testemunhas de Jeová), entre outras.

Às vezes aparecem indivíduos (homens e mulheres) bem intencionados; mas iludidos por falsos mestres oferecendo o pão bolorento de seus mestres. Alguns desses corrompidos com falsos ensinos caminham de porta em porta entregando folhetos, livretos e porções de seus editores sectários. Estes são os mensageiros do “outro evangelho” do qual já estamos avisados.

Existem aqueloutros sem adequada formação doutrinária e teológica, mas presos às antigas heresias confirmadas por falso profetismo dizendo: as três primeiras trombetas já tocaram e a igreja fiel vai ser arrebatada ao ressoar da quarta trombeta. Este é o ensino equivocado imposto pelo mestre-profeta da Maranata. Isto NÃO TEM BASE BÍBLICA e funciona como mensagens subliminares na mente do indouto.

Como era de se esperar, o Vaticano insiste em reunir o catolicismo (idólatra), o cristianismo (apóstata), o judaísmo (incrédulo), o islamismo (fundamentalista e incoerente que insiste em empurrar Israel para o mar), o protestantismo (em crise pela perda do referencial) e as demais religiões tendo o Papa como cabeça da Religião Unida. Essa ideia aparentemente louca deixa um recado de Roma: nós podemos fazer isso a hora que quisermos. E haja heresia nesse ninho de cobras para justificar a vinda do Cristo da Nova Era, o Grande Homem.

O fim de “o princípio das dores” (Mateus 24.8) está previsto (24. 15-28 e refs.) como o circuito de acontecimentos preparatórios para a “grande (tamanha) tribulação”. Este é o assunto do impressionante Sermão Profético (Marcos 13, Mateus 24 e 25) e Lucas (21). O Messias Jesus deixou claro que, como a mulher que está para dar a luz (João 16.21), o “princípio das dores” daria lugar às “dores de fato”.

Pelo visto, uns e outros espalham os erros de seus falsos mestres, ignorando o mal que fazem para si mesmos e aos seus; mas obedientes à procura de discípulos.

Portanto, para certeza do “evangelho da graça de Deus, poder de Deus e sabedoria de Deus”, consolo dos crentes e o bem estar dos que estão em Cristo; e no resguardo da esperança em Cristo, façam cópia, compartilhem, distribuem, redirecionem os textos que seguem, livrando alguns que estão na dúvida e presas fáceis de doutrinas de homens e de ensinos de demônios naqueles que JÁ tem as mentes CAUTERIZADAS e RESISTEM AO EVANGELHO.

I –        Antes de sua paixão e morte Jesus prometeu:

“Não se turbe o vosso coração; credes em Deus, crede também em mim.

Na casa de meu Pai há muitas moradas; se não fosse assim, eu vo-lo teria dito. Vou preparar-vos lugar.

E quando eu for, e vos preparar lugar, virei outra vez, e vos levarei para mim mesmo, para que onde eu estiver estejais vós também.”

João 14:1-3

II         Ele confinou esclarecimentos ao apóstolo Paulo sobre este assunto:

“E esperar dos céus o seu Filho, a quem ressuscitou dentre os mortos, a saber, Jesus, que nos livra da ira [de Deus] vindoura.”

1 Tessalonicenses 1:10

“Porque Deus não nos destinou para a ira [de Deus, vindoura], mas para a aquisição da salvação, por nosso Senhor Jesus Cristo, que morreu por nós, para que, quer vigiemos, quer durmamos, vivamos juntamente com ele. Por isso exortai-vos uns aos outros, e edificai-vos uns aos outros, como também o fazeis.”

1 Tessalonicenses 5:9-11

“E o mesmo Deus de paz vos santifique em tudo; e todo o vosso espírito, e alma, e corpo, sejam plenamente conservados irrepreensíveis para a vinda de nosso Senhor Jesus Cristo.”

1 Tessalonicenses 5:23

Aguardando a bem-aventurada esperança e o aparecimento da glória do grande Deus e nosso Senhor Jesus Cristo; o qual se deu a si mesmo por nós para nos remir de toda a iniquidade, e purificar para si um povo seu especial, zeloso de boas obras.

Fala disto, e exorta e repreende com toda a autoridade. Ninguém te despreze.

Tito 2:13-15

Podemos perceber os prelúdios de grandes sinais de enganação, sinais de feitiçaria e para-normalidade temores, terrores e vitupérios; mas o que permanecer em Cristo não teme mortandade que assola ao meio dia, nem os terrores noturnos. Salmo 91.

Resultado de imagem para mentirasPortanto, não tenham medo do noticioso espalhado pela Internet e em blogs e comunidades de redes sociais. Fixem o olhar nas promessas que nos foram dadas graciosamente.

Por último, como auxílio e fonte de informações, estudem os artigos deste Blog, conferindo com as Escrituras Sagradas o que está exposto. No caso de dúvidas estamos à disposição dos amados irmãos.

Entenda o arrebatamento da “igreja de Deus… corpo de Cristo”.

http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2011/02/arrebatamento-ja/

http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2010/01/a-ultima-chamada/

http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2011/02/fico-com-as-escrituras/

http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2010/05/a-quarta-trombeta-soara/

http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2010/02/a-chave-de-toda-profecia/

http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2010/03/o-desastre-da-heresia-icemita/

http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2010/05/nada-a-ver-com-o-arrebatamento/

http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2011/10/fatos-da-escritura-profetica-parte-i/

http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/o-lago-de-fogo-eterno-esta-preparado/

Existem outros…

“O SENHOR é minha bandeira.”

CV.

Anúncios

Resultado de imagem para Fiel a Jesus

BH, 24 de agosto de 2017,

Irmãos a paz do Senhor

 

Quero informar aos irmãos que a partir de hoje já não exerço mais o ministério na Igreja cristã Maranata.

 

O motivo

 

Há alguns anos tenho percebido que a palavra de Deus tem sido desprezada e escondida pelo líder da instituição Maranata levando o povo de Deus a se alimentar de fábulas e vãs filosofias e o povo está fraco e faminto. Durante este tempo a algumas leis dos homens eu resisti, apresentei todas as crianças que me solicitassem que se apresentasse independente da postura dos pais conforme nos orienta a palavra de Deus que nos adverte a deixar ir ao rei Jesus as crianças e não impedi-las, nunca oprimi ninguém por causa de roupa, mas exortei a muitos devido à forma de vestir, nunca coloquei para fora ninguém sequer, mas presenciei o Juízo do perfeito juiz e rei Jesus. Há algum tempo me incomodou o ensino que a santificação está em cumprir as orientações do presbitério, isto é, as circulares do presbitério. Pois afirma a bíblia que sem santificação ninguém verá a Deus então se você não participar de seminários e encontros e não cumprir as orientações do mês você não é santificado e não verá a Deus, não terá salvação. Concluí que segundo o ensino a salvação é comprada com a taxa de inscrição e seguro. E não precisa de se santificar segundo o evangelho, mas basta primeira semana de jejum… segunda semana…Salvos pelas obras da lei do presbitério e não pela graça do Senhor Jesus. Leiam a carta aos Gálatas.

 

Depois foi dito em uma reunião de pastores que quem governa a obra é o presbitério. O Rei Jesus segundo este ensino foi deposto e o presidente da Maranata se tornou o rei. Queriam me colocar sob nova direção, direção do homem. Por isso o evangelho que é a constituição do reino de Jesus está sendo escondido e o rei do presbitério obriga os servos a escutá-lo o tempo todo e ensinando a suas vãs filosofias.

 

Diminuíram a grandeza de Deus o criador do universo a ponto de determinar a sua medida, quinta medida, a mesma medida do presidente. Resisti e não aceitei outro Rei. Jesus é o Rei e seu amor não se pode medir

 

Tentaram me colocar como escravo do rei do presbitério, mas Deus me fortaleceu e assentou no meu coração o desejo de não me contaminar com o alimento do falso rei. Resisti e busquei mais conhecimento na bíblia. A bíblia diz: fostes comprados por bom preço, não vos torneis escravos dos homens.

 

Por fim em um sábado à tarde reuniram às senhoras e professoras e foi proferida a sentença da escravidão. Foi aconselhado a não avançar na escritura e evitar curiosidades no livro. Não leiam a bíblia! Foi aconselhado, se alimentem do satélite. Não conhecer a verdade que está na palavra é não ter libertação. E conhecereis a verdade e a verdade vos libertará. O Senhor já tirou do Egito um povo dele que estava escravizado pelo rei Faraó.

 

Jesus o bom pastor dá a vida pelas ovelhas, o mercenário que quer seu dinheiro e sua taxa de inscrição te deixa na mão do lobo. O Senhor que é o pastor te guia a pastos verdejantes, o rei dos homens te oferece capim seco e pão bolorento. O satélite é uma boa ferramenta, o conteúdo é engano. Caça palavras, o povo acha que conhece a Bíblia porque achou as palavras no texto e na realidade sabe nada. Está sem a luz da palavra.

 

Mais essa, um diácono servo valente da Igreja do Resplendor foi punido com a não confirmação do diaconato porque ficou desempregado, não podia contribuir com o dízimo.

 

Não saí da obra, a Maranata é que expulsou a obra de dentro dela. Não me acovardei, mas preferi a fornalha de fogo ardente a ajoelhar diante da estátua de ouro do rei Nabucodonosor. O Senhor me livrou.

 

Fui convocado para participar de uma reunião da coordenação BH no dia 23 de agosto, e já sabia que o assunto seria as mensagens que eu tenho pregado além da minha resistência ao ensino do satélite. Tinha conhecimento da sentença já largamente anunciada para quem não liga o satélite. Por telefone disse ao coordenador que não iria à reunião e que eu renunciaria a função, não seria mais pastor da Maranata.

 

Fui levantado pelo Senhor Jesus e continuo pastor. Confesso que sou pecador, mas não saí por causa do pecado, vou continuar amando o rebanho.

 

Pastor Fuad Anys Rayes

BH-MG

……………..

Leia mais

http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/carta-de-desligamento/

http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2012/02/decididamente-nao-ficarei-no-ninho/

http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/permanecer-no-ninho-ou-retirar-se-do-ninho/

http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/atacar-ate-matar-quem-for-considerado-uma-ameaca/

NOTAS

Acompanhe em

https://www.facebook.com/CavaleiroVeloz

http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/resisti-e-nao-aceitei-outro-rei/  caso faça cópia ou transcrição.

A ideologia Obra como forma de vida, criação do mestre-profeta da Maranata, alienou os dependentes de cultos proféticos, gerou heresias, meias verdades e profetadas em defesa do governo oligárquico e pseudocarismático que promete arrebatamento da Igreja Fiel – leia-se Maranata – ao ressoar da quarta trombeta.

Agiam na sede da Instituição, na Rua Torquato Laranja, 90 – Vila Velha – ES, agentes incentivadores das ameaças, mentiras e perseguição aos questionadores e retirantes do sistema que protestavam por transparência (eles ainda fazem o mesmo); mas a transparência não acontecia e o Poder Público entrou em cena: MP-ES, MPF, Polícia Federal e Receita Federal.

Conversas gravadas com autorização da Justiça identificaram Joabe, o secretário de Gedelti, que acompanha as redes sociais, copia e de tudo informa o presidente, p. ex: o artigo Como caem os valentes, publicado em 08.12.12.

http://www.bahiadiadia.com.br/noticias/policial/863/gravacoes-ligam-lideres-da-igreja-maranata-a-crimes-no-es-diz-mp-05-07-2013/

http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/como-caem-os-valentes/

Entre os ameaçados constavam uma Juíza de Direito e um Promotor de Justiça; e não é de admirar a construção de um DESFACE (pago em dólares) para propagar o ódio ao Cavaleiro Veloz.

Fakes idiotizados instigaram mentiras nas redes sociais: Cavaleiro Veloz é anônimo, caído, endemoninhado, filho de Satanás, inimigo da Obra etc. Os amigos da Obra, defensores do sistema, os donos de balcões de negócios, os Judas maranatizados-mercenários, os membros da banda podre e os políticos raposas nada mais fizeram do que esperar recompensas (ah! certas e fartas); enquanto os membros de Conselho Presbiteral – que se dizem gerados por esta doutrina maravilhosa e se debruçam em elogios ao Presidente em Comunicado de 17.05.2013, constituem o frágil pilar das ações dos fakes militantes que se dizem esclarecidos pela fé na eternidade porque a salvação é individual, não olhe para o homem e as trombetas estão tocando.

http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2013/10/acredite-se-quiser/

Hoje, 04.02.2017 fazem cinco anos do escândalo… e dezenas de matérias publicadas em dezenas de blogs aqui e no Exterior.

http://gazetaonline.globo.com/_conteudo/2012/02/noticias/a_gazeta/dia_a_dia/1107003-igreja-maranata-dizimo-desviado-em-fraude-milionaria.html

Nunca deveríamos deixar de considerar o estrago feito pela ideologia Obra como forma de vida, espúria por natureza; porquanto a pergunta que não quer calar permanece:

porque deixei crescer dentro de mim

o mal que destruiu milhares de vidas?

http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2016/05/farsa-e-perplexidade/

O fariseu nega o direito de o Messias exigir o pedido de perdão e continua endividado com Deus.

O Messias do Eterno e Todo-Poderoso exigiu: se não atenderem à condição continuarão carregando pecados. Oração sem arrependimento, sem confissão de pecados e sem pedido de perdão é inigualável ofensa à justiça Daquele que a instituiu.

http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2016/12/nos-nao-perdoamos-os-nossos-devedores/

O tempo passa e a Instituição segue o rumo traçado pelo criador da ideologia Obra como forma de vida; porquanto o gedeltismo encurralou a Instituição em um beco sem saída.

http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2011/08/beco-sem-saida/

Onde cada aniversário aponta a queda, homens honestos e mulheres sinceras refletem e rompem com o sistema.

http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2016/09/aniversario-da-rainha-desfigurada/

“O SENHOR é minha justiça.”

CV.

http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2016/12/nos-nao-perdoamos-os-nossos-devedores/comment-page-1/#comment-25454

Resultado de imagem para "rei está nu

Em demanda no Fórum de Barra Funda – São Paulo – SP, advogados anunciam Gedelti Gueiros há mais de quatro décadas presidente da Instituição. Eles acertaram… mas desconhecem que o mestre-profeta da Instituição cita Mateus 6.12 e NEGA a necessidade de pedir perdão aos membros ofendidos pelos atos e fatos do governo oligárquico e pseudocarismático.

Aula: A Oração Dominical

EBD, 11.12.2016

https://vimeo.com/195316635

Aos 27 minutos

Ele lê, enfatiza e sorri para os ouvintes:

e perdoe as nossas dívidas, assim como nós não perdoamos os nossos devedores…

Eu, pra mim… tirava este texto aqui… na oração de Jesus dispenso isto aqui… tá muito difícil pra todo mundo…

Eu não vi, aqui, ninguém que levantou a mão satisfeito com este texto… vamos fazer outra Bíblia… vamos mudar de vida… então diz aqui… esta aqui… ficou difícil…

Como?!

Chegar ao final de 2016 com esta mensagem de amor a si mesmo? Chegar ao fim de 2016 com o … dispenso isso aqui… porque tá difícil para todo mundo… querendo dizer, não quero mudar a mim mesmo e continuem como estão?

Cometer ato falho tamanho diante dos membros do Presbitério (pastores subalternos) convocados ao Maanaim de Domingos Martins – ES e via satélite, aos membros em geral?

Caso do pr. Marco Feliciano ao escrever Curra Gay em vez de Cura Gay num memorando da Comissão de Direitos Humanos. O erro foi visto por um assessor, que vazou o documento para a imprensa. Em entrevista para justificar o seu erro, acabou se enrolando ainda mais: Eu cometi um ato fálico, disse Feliciano.

Entendam! O ato falho demonstra a incongruência de pensamentos profundamente recalcados. O ato falho nega o pedir perdão e está completo, perfeito. O desejo é continuar amando a si mesmo e fugindo de pedir perdão aos milhares de membros ofendidos pelos escândalos que lançaram a Maranata em decadência, sombras e vitupérios.

Explicitamente, o faltoso com o pedido de perdão subestima o poder do Eterno e Todo-Poderoso em cumprir as palavras da Oração Dominical e sofre com a expectativa de juízo. Onde o desmonte era previsto, os frios remorsos (como em Judas Iscariotes) não deixam a aflorar a imperiosa necessidade de pedir perdão a cada ferido e também aos Céus. Quem ama a si mesmo já definiu o caráter (conduta, hábito) íntimo como incapaz da convicção espiritual dos pecados cometidos incentivadores do imperioso pedir perdão; mas para quem ama as riquezas, ama o mundo e as coisas que estão no mundo ficou difícil pedir perdão.

Frases jogadas ao vento? Não! Palavras soltas? Não! Pior… muito pior. O ato falho perfeito (lapso freudiano ou parapráxis) revela os profundos recalques do inconsciente, pois, através do ato falho perfeito o desejo do inconsciente é realizado. O faltoso cuida de interesses inconfessáveis e assim o inconsciente o traiu.

Isto foi observado por Jesus na parábola do fariseu e do publicano.

Levanta-se uma estranha grilheta de pensamentos perturbadores na alma do incrédulo em sorumbática subversão. Alguém com a aura da independência, acima da Ética Cristã e achando-se detentor do direito de apontar o dedo acusador: Esta Obra é dinâmica. Façam o que mando e não façam o que faço. Não olhem para o homem. Não toqueis nos meus ungidos. O projeto de salvação…

Mau sinal! A arenga acentua o NÃO, porque descrê da exigência de Jesus, insistindo em que os devedores busquem entre si a necessidade de perdoarem-se, uns aos outros, antes de fazerem suas orações aos Céus para que sejam atendidos; e, se ao ofertar, alguém se lembrar de algo contra seu irmão, deve deixar a oferta no altar e reconciliar-se com o ofendido para, enfim, regressar ao altar e ofertar. O fariseu nega o direito de o Messias exigir o pedido de perdão e continua endividado com Deus. O Messias exigiu: se não atenderem à condição continuarão carregando pecados. Oração sem perdão é ofensa à justiça Daquele que a instituiu.

“Porque, se perdoardes aos homens as suas ofensas, também vosso Pai celeste vos perdoará; se, porém, não perdoardes aos homens [as suas ofensas], tampouco vosso Pai vos perdoará as vossas ofensas”

(Mateus 6. 14,15).

Novidade para os neófitos; mas nós já o conhecemos… Eclesiástico independente é incapaz de pedir perdão. O orgulho religioso insiste nessa orgia religiosa viciosa, pois em outra ocasião o inconsciente declara os complexos familiares perturbadores: “…odeio parentes… não preciso de parentes…”

Oh! É claro, no dizer de Freud, “Entre os complexos perturbadores, os mais eficazes mostram ser os auto-referentes (ou seja, os complexos pessoal, familiar e profissional)”. Dizendo que tá muito difícil pra todo mundo… ele pra todo mundo confessa impossível pedir perdão…

O ato falho foi sem querer (conscientemente falando) mas também foi querendo (inconscientemente).

O fariseu maranatizado ama a membresia tanto quanto o sapo ama o mosquito. Pensar em devedores da Obra o tempo todo dá nisso: NÃO perdoamos os nossos devedores.

O perdão é algo perturbador para o fariseu religioso que dispensa o “e perdoa as nossas dívidas assim como nós perdoamos os nossos devedores”. Melhor nem iniciar a arenga com as costumeiras meias verdades. Ficou claramente demonstrado que a membresia jamais alcançou a plenitude do poder do Espírito Santo e da plenitude da intimidade com Jesus, tão desejada por Deus que tenhamos.

O preço é alto, muito alto. Reconhecer que errou e errou feio; confessar o apego ao dinheiro, ao poder e aos bens materiais como prioridades da vida; confessar o apoio ao falso profetismo, à instigação do ódio religioso contra os retirantes e incontáveis mensagens além da letra como fatores de manutenção da oligarquia pseudocarismática… e pedir perdão os ofendidos pela opressão sistemática? Ah! Não! O preço é alto. Sair pela tangente é melhor: Eu, pra mim… tirava este texto aqui… na oração de Jesus dispenso isto aqui… tá muito difícil pra todo mundo…

Se os valores de uma pessoa continuam carnais, você sabe que ela ainda não foi tocada pela glória, poder e santidade de Deus. Se alguém consegue criar e implantar uma ideologia egoísta, por exemplo, a Obra filho único… a porta da eternidade… o projeto de salvação dos devedores da Obra…, contribuiu para a degradação da igreja do jeito que ele quis: nem evangélica, nem pentecostal, nem protestante.

http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2016/12/nos-nao-perdoamos-os-nossos-devedores/