Arquivo de janeiro, 2014

“Tropa (meia-sola) de elite” da Baixada-RJ

Ramos e Michal são os pastores icemíticos q andam armados na Baixada Fluminense e são bem conhecidos no RJ e também no presbitério.

testemunhas contra a seita maranata eram intimadas com arma pelos fundadores e cúmplices

testemunhas contra a seita maranata eram intimadas com arma pelos fundadores e cúmplices

Eles usam o púlpito para defender a cúpula criminosa do presbitério e intimidar as ovelhas dizendo q são policiais, e que “não adianta usar a internet”, “tomem cuidado”, “tô sabendo quem é”, “quem quiser pode sair”, etc.” “Num adianta, na Baixada o bicho pega mermo!”

Eles fazem parte da guarda pessoal de GG e participaram daquela operação desastrosa e comprometedora na estrada, naquela “grande evangelização”.

São os preferidos do coordenador Edson Pinheiro e de seu braço direito Ismael Tomas (ligado a Antonio Ângelo).

fundador e dono da maranata - o VPC - vértice da pirâmide criminal

fundador e dono da maranata – o VPC – vértice da pirâmide criminal

fonte: http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2013/11/a-babilonia-prostituida/comment-page-4/#comment-12793

Anúncios

loterica-usando-deus

Muitos nasceram na “Obra” Gedeltiniana, outros sairam de alguma igreja, e migraram para lá .

Sempre ouvimos nos seminários que essa era a obra revelada, a obra que foi apresentada ao Papa e que nenhuma outra tinha.

Parece que de tanto ouvirmos essa ladainha, acabamos por acreditar nisso, afinal não havia uma aula ministrada pelos meia solas que não fosse para enaltecer a obra que era filha única.

Deixamos nos enganar durante muitos anos. Caímos na conversa mole desses falsários.

A culpa foi nossa também, por causa da nossa inocente passividade, acreditamos em tudo, nunca questionamos nada, qualquer palavra que vinha do PES, nós acatávamos como se fosse vinda de Deus.

As chantagens e as ameaças espirituais nos levaram a essa passividade. Sabemos que até hoje usam essas táticas para aterrorizar os membros.

São as seguintes frase que ouvíamos e nos aterrorizava:

Cuidado sei de algum que saiu e sofreu um acidente grave.

Se falar mal da obra vai ser comido de bichos.

Se sair sua vida vai desandar, seus filhos serão tragados pelo mundo, porque só nós temos a revelação.

E nós fomos covardes, e comodistas pois aceitamos tudo isso sem reclamar. Aceitamos a doutrina deles e abrimos mão da palavra de Deus.

Esse foi o nosso grande erro, não recorremos a Biblia e comparar se o que nos era ensinado era condizente com as sagradas Escrituras.

Aceitamos passivamente tudo que nos ordenavam como sendo uma verdade inquestionável.

A revelação passou a ser mais importante do que a Biblia. E o tempo foi passando e ficamos cada vez mais dependentes da revelação e não da Bíblia.

Exemplo disso vemos até hoje!

Eles leem um trecho da Bíblia que condiz com o que eles querem manipular e jogam a Bíblia de lado, e passam para a revelação, para aqueles dons forjados do CP.

As revelagens e profetadas são mais importantes do que o versículo que leram. Dão tanta ênfase a palavra revelada além da letra, que no final da mensagem ninguém nem lembra mais qual trecho da Bíblia foi lido.

E assim os dias vão passando, os anos também e quando nos damos conta, já estamos contaminados pelos ensinamentos além da letra, chegando inclusive a repetir qual um papagaio as mesmas frases, os mesmos jargões que eles falam quer nos púlpitos e nos manaains.

A lavagem cerebral é intensa, mas em doses suaves, a ponto de nem percebermos que estamos sendo manipulados.

Tudo parece ser uma bênção, uma experiência com a nova forma de vida que nos é apresentada.

Passamos a ser cão adestrado. Adestrados e castrados. Nada mais tem valor na nossa vida que não seja trabalhar na obra, servir a obra.

Achamos ser esse o segredo da obra, pois nos foi apresentado pela liderança e pelo PES a filha única detentora da revelação.

gedelti gueiros e jim jones

gedelti gueiros e jim jones

Hoje sabemos que quem descobriu o segredo da obra mesmo foi o MP (Ministério Público) a GAECO. e a PF. E diga-se de passagem, que segredos heim?

Segredo revelado foi aquele em que o Líder papal Gg e seus cúmplices saem acompanhados de policiais na viatura. Esse segredo não nos contaram, mas…. foi desvendado.

E a partir dai a máscara caiu, ai sim eles mostraram a cara cínica e o que realmente queriam.: Dinheiro, luxo. Poder.

Dai para frente apareceram as sujeiras, pois no intuito de esconder a lama, só deram tiros nos pés.

Até contrataram marqueteira bruxa achando que podiam maquiar resultados favoráveis, mas a cada ação uma verdade nova surgia.

A árvore foi sendo sacudida e os frutos podres foram caindo. Tem muitos ainda que estão pendurados mas vão cair um a um.

Nos venderam um pacote falsificado vindo do Paraguai, mas o prazo de validade ja acabou.

Agora estão colhendo os resultados do que plantaram nesses 45 anos de embromeichon, revelations paraguaias.

O evangelho da ditadura acabou! Agora os membros estão espertos, não serão presas fáceis , apesar de ainda existirem os formatados idolatras, as beatas xiitas, mas isso faz parte de um processo em andamento, sendo que alguns se fazem de doidos, de bobos da corte por conveniência mesmo, pois mamam nas tetas da quarentona.

Outros porque são alienados mesmo, mas a grande maioria sabe do que se passa mas prefere ser Pilatos, lavar as mãos.

Mas nos tempos de Jesus também era assim, e hoje não é diferente.

O evangelho está desacreditado, mas é o momento da vinda de Jesus mesmo, e devemos estar atentos.

Devemos ser servos prudentes, não nos deixar mais nos escravizar por homens inescrupulosos, falsos profetas, falsos pastores.

Hoje eles querem mesmo é troca de favores, por isso essa associação a políticos. recebem dinheiros de politicos e em troca prometem votos, votos esse que é o dos membros.

Não se assustem se em breve aparecer um meia sola na sua igreja com um papel de um candidato dizendo que o sinhorrevelô que é para votar nele.

O curral eleitora já está sendo montado e para isso eles precisam de seus votos.

Sejam espertos.

http://cavaleiradaverdade.wordpress.com/2014/01/23/nos-venderam-um-pacote-falsificado-vindo-do-paraguai/

fonte: http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2014/01/entrelaces/#comment-12860

AS ESTRATÉGIAS DE EXCLUSÃO IMPOSTA PELA CÚPULA E EXECUTADAS PELAS LIDERANÇAS ICEMITAS

 

Imagem

 

AS ESTRATÉGIAS DE EXCLUSÃO IMPOSTA PELA CÚPULA E EXECUTADAS PELAS LIDERANÇAS ICEMITAS, PRESIDEDENTE, CONSELHEIROS, COORDENADORES DE ÁREAS, COORDENADORES DE POLO, CCORDENADORES DE MANAINS, PASTORES/UNGIDOS E DIÁCONOS.

Basta contrariá-los, dá-se início ao processo de exclusão, pelas aplicações das estratégias, que eram ensinadas e absorvidas empiricamente, através da prática destas pelo pastor, hierarquicamente, superior, ou seja, uma prática ensinada e absorvida de forma não declarada, porém, obviamente, oculta. Tais estratégicas se caracterizavam pelas seguintes ações:

Declarada a contrariedade por quem fosse (pastor, diácono ou simplesmente membro) seguiam-se a aplicação das estratégias pelas ações: (Em todas as estratégias, dependendo do temperamento do contrariante, já se constituía, uma exclusão, o mesmo se tornava um retirante)

1 – Estratégia do isolamento (denominada “CTI”). Se o contrariante fosse um pastor/ungido/diácono, este era orientado, por revelação, para ficar no banco em outra igreja e, quando os filhos tinham idade de escolher onde frequentar, a esposa do pastor/ungido/diácono seguia os filhos, o que já se evidenciava a separação da família. Esta estratégia eliminava a possibilidade do contrariante contaminar os demais membros da igreja por ser movido para outra igreja local. Se o contrariante fosse  membro comum, mesmo que fosse de qualquer grupo base, este era orientado, por revelação, para ficar no banco, não podia se levantar para orar durante o culto, além de não poder exercer função, caso fosse do grupo base da igreja.

2 – Estratégia da perseguição (denominada “Tá apagado”, “Já morreu” ou “Crente ruim”). Qualquer membro, seja pastor, ungido, diácono, aplicada sobre os tais a estratégia do isolamento e não havendo recuperação, ou seja, continuando os mesmos contrariando o sistema e, indiretamente, o pastor, seu superior hierárquico, dava-se inicio a segunda estratégia, a da perseguição, que consistia pelo constrangimento e pelas indiretas em particular. A estratégia da perseguição por constrangimento se fundamentava na exposição do contrariante em reuniões onde este pudesse estar, objetivando, pela exposição de seus erros e falhas, publicamente, que o contrariante decidisse afastar-se ou desligar-se por sua própria conta. A estratégia da perseguição por indiretas em particular, se fundamentava em situações programadas, onde o perseguidor e o contrariante se deparavam sem que houvesse alguém para servir de testemunha, onde o perseguidor afrontava o contrariante com palavras ofensivas, objetivando que o contrariante decidisse afastar-se ou desligar-se por sua própria conta.

3 – Estratégia fatal (denominada “Armação” ou “Armadilha”) Qualquer membro, seja pastor, ungido, diácono, aplicada sobre os tais as estratégias do isolamento e da perseguição e não havendo recuperação, ou seja, continuando os mesmos contrariando o sistema e, indiretamente, o pastor, seu superior hierárquico, continuando afastado, além de perseguido e ainda resistente, dava-se inicio a terceira estratégia, a fatal, bastando o mínimo deslize, mesmo que não haja envolvimento que caracterize pecado, já é o bastante para conduzir o contrariante à comissão de disciplina, onde este sozinho, perante um grupo de 10(dez) ou mais pastores da comissão disciplinar, o contrariante é submetido a um processo humilhante sub uma chuva de dons e profecias de um profeta-mor, braço direito da cúpula, tomam seu depoimento, mesmo que este seja verdadeiro e não caracterize uma situação grave, e passível de misericórdia, a fatalidade é inevitável, preparam o texto de  desligamento do ministério do contrariante, que, coagido e psicologicamente desequilibrado, assina o seu desligamento do ministério.

fonte: http://cavaleiradaverdade.wordpress.com/2014/01/24/as-estrategias-de-exclusao-imposta-pela-cupula-e-executadas-pelas-liderancas-icemitas/

CV, recebi in box e me pediram para publicar em seu Blog.

Sabe aquela história de um ex-pastor que antes de morrer, pediu para subir ao manaim e o sinhorevelô que não podia? Pisou no jardim e etc…

Pois é! Estou numa dificuldade tremenda, ouvi esta estória por mais de 30 anos e a mensagem subliminar ‘antes de morrer’ levou a mim e tantos quantos já contei este fato, todos pensaram igual: o coitado morreu. Quem sabe morreu até mais rápido pois DEUS o malvado da ICM não o deixou ir ao manaim antes de morrer.

A minha dificuldade é que tenho conversado com este senhor. Ele está vivinho da silva. Idoso, 91 anos, doente, já não enxerga mas está lúcido.

Consciente e temente a Deus já perdoou, àqueles que assim entenderam o que de seus corações sentiram e apresentaram como sendo de Deus.

Quanta maldade, quanta indecência, quanta manipulação mental. Não é nem falta de amor. É ausência total de amor.

Ele chama-se Pr. Moisés Lima, voltou para a igreja Presbiteriana do Brasil e foi recebido como Presbítero e todos os meses o seu pastor leva-lhe a Ceia do Senhor.

Hoje eu conversei por ele. Orei com ele. Li para ele um poema de Abdiel Monteiro ‘Ser Bom’. Sempre atende ao telefone com alegria, voz firme e confiança em Deus, não reclama, não lamenta.

Durante o dia uma senhora cuida dele, à noite só quando alguma alma bondosa o acompanha. Pastores retirantes estão descobrindo que ele está vivo e o tem visitado.

SER BOM

Abdiel Monteiro

É tão fácil ser bom! Por que não ser?
Por que não espalhar em derredor,
O perfume sutil do bem querer,
Que faz a vida parecer melhor?

Um gesto bom, uma palavra boa!
Às vezes custam pouco e valem tanto!
Como é feliz o que ama, o que perdoa.
O que sabe fazer cessar o pranto!

Uma palavra dura soa mal!
É uma gota de fel que distilamos;
Tem porém ressonância de cristal,
Qualquer palavra boa que digamos.

Ao rico, ao pobre, ao velho ou à criança,
A todos trata com igual carinho.
E guarda na tua alma esta lembrança
Que é bem melhor ser flor que ser espinho.

Se é tão fácil ser bom, sejamos bons;
Seguindo a lei divina da bondade,
E no cultivo dos melhores dons,
Havemos de alcançar a santidade.

espirito da maranata 2corintios11_14

espirito da maranata 2corintios11_14

http://cavaleiradaverdade.wordpress.com/2014/01/23/sabe-aquela-historia-de-um-ex-pastor-que-antes-de-morrer-pediu-para-subir-ao-manaim-e-o-sinhorevelo-que-nao-podia/

fonte: http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2014/01/entrelaces/#comment-12859

Vídeo mostra pastores embalando compras feitas nos Estados Unidos

O vídeo faz parte das investigações do Ministério Público sobre o esquema de desvio de recursos provenientes do recolhimento do dízimo montado por membros da igreja

pastores da maranata ficaram até 6 vezes mais ricos

pastores da maranata ficaram até 6 vezes mais ricos

Da Redação Multimídia

Um vídeo feito pelo pastor e médico Amadeu Loureiro Lopes – um dos quatro integrantes da cúpula da Igreja Maranata presos na terça-feira (12), e soltos na quarta-feira (20) – mostra dois outros pastores da congregação em um hotel em Boston, nos Estados Unidos, arrumando malas com produtos eletrônicos que seriam trazidos para o Brasil.

Veja o vídeo: 

O vídeo – a que A GAZETA teve acesso com exclusividade – faz parte das investigações que estão sendo conduzidas pela Polícia Federal sobre o esquema montado por membros da igreja que viabilizou o desvio de recursos provenientes do dízimo doado por fiéis.

Veja também: 

> Justiça manda soltar pastores da Maranata 


A Polícia Federal apura também denúncias de que parte dos recursos desviados foram utilizados na compra de equipamentos eletrônicos no exterior, importados de forma ilegal. O material teria sido utilizado na montagem de um sistema de audiovisual para a igreja transmitir seus cultos para templos no Brasil e no exterior.

Na gravação – narrada por Amadeu –, os pastores Arlínio de Oliveira Rocha e Daniel Moreira aparecem retirando os produtos das embalagens originais e guardando-os em malas, para a viagem de volta ao Brasil. Arlínio e Daniel estão entre os 26 membros da igreja investigados no inquérito do Ministério Público Estadual.

Em um determinado momento do vídeo Amadeu chega a se referir à mala de Arlínio como “estufada” e acrescenta: “Já escondeu tudo”.

Amadeu conta, no vídeo, que os pastores estão em Boston para um seminário, e que fizeram as compras para atender a “encomendas”. Entre os produtos há máquinas fotográficas, equipamentos de informática, aparelhos de CD para carros e microfones.

Ele chega a garantir a Arlínio e Daniel que o vídeo não será visto por ninguém, que “nunca sairá da sua residência”.

Além de Amadeu, na última terça-feira foram presos Gedelti Gueiros, ex-presidente da igreja afastado pela Justiça no final de 2012; Elson Pedro dos Reis, atual presidente da igreja, nomeado interventor na instituição no final do ano passado; Carlos Itamar Coelho Pimenta, advogado acusado de organizar uma administração paralela da igreja.

Todos são acusados de ameaçar e coagir testemunhas ouvidas no inquérito que apura o desvio de recursos na Maranata. Fatos que estão sendo apurados pelos promotores de Justiça do Grupo Especial de Atuação e Combate ao Crime Organizado (Gaeco).

Tudo dentro da legalidade, diz igreja

 

Na avaliação da advogada Bárbara Valentim, que faz a defesa da Igreja Maranata, as mercadorias compradas pelos pastores – mostradas no vídeo a que A GAZETA teve acesso com exclusividade – estão dentro da cota individual de compras no exterior permitidas a todas as pessoas. “Cotas individuais de três pastores”, pontua a advogada, em entrevista concedida na semana passada.

Ela destaca que as compras mostradas são de produtos particulares, sem vinculação com as denúncias que vêm sendo apuradas pela Polícia Federal sobre a compra de equipamentos eletrônicos no exterior, importados de forma ilegal. “Não há nenhuma vinculação direta com a igreja”, assinalou Bárbara.

Afirma, ainda, que há uma preocupação com o inquérito que tramita na Polícia Federal. “É um fato grave, que a lei proíbe, mas que cabe à polícia apurar. Não podemos fazer acusações levianas. Em princípio é uma aquisição individual, dentro da legalidade, o que é permitido para qualquer pessoa”, disse.

A advogada explicou, ainda, que o vídeo foi gravado por pastores, em um momento informal, quando se preparavam para deixar o hotel. “Tanto que aparecem vestido de forma inadequada, informais”, explicou Bárbara.

O vídeo foi mostrado a dois pastores da igreja na semana passada: Sérgio Carlos de Souza e Josias Júnior que, segundo Bárbara, é o especialista nos equipamentos audiovisuais da Maranata.

 

 Relembre o caso:

> Bens de pastores da Maranata crescem 6 vezes
> Pastor briga para retomar a liderança da igreja Maranata
> Operação apreende documentos em sedes da Igreja Maranata
> Fraude derruba toda a cúpula da Igreja Maranata
> Igreja Maranata: dízimo desviado em fraude milionária
> Pastor usou ‘visão’ para justificar desvio
> Envolvido em compras foi preso pela federal
> R$ 1,8 milhão doados à igreja
> Igreja contratou sobrinho de presidente
> Maranata: “uma igreja que surgiu da luta pelo poder”
> Maranata pagou R$ 941 mil em materiais nunca entregues
> Maranata: líder da igreja é investigado
> Crimes federais investigados
 http://gazetaonline.globo.com/_conteudo/2013/03/noticias/cidades/1417835-video-mostra-pastores-embalando-compras-feitas-nos-estados-unidos.html

 

Fonte: A Gazeta | Gazeta Online

Ameaças de morte, intimidação de membros e pastores prontos para MATAR… em defesa de interesses inconfessáveis.

“Tropa (meia-sola) de elite” da Baixada-RJ

fundador e dono da maranata - o VPC - vértice da pirâmide criminal

fundador e dono da maranata – o VPC – vértice da pirâmide criminal

Ramos e Michal são os pastores icemíticos q andam armados na Baixada Fluminense e são bem conhecidos no RJ e também no presbitério.

Eles usam o púlpito para defender a cúpula criminosa do presbitério e intimidar as ovelhas dizendo q são policiais, e que “não adianta usar a internet”, “tomem cuidado”, “tô sabendo quem é”, “quem quiser pode sair”, etc.” “Num adianta, na Baixada o bicho pega mermo!”

Eles fazem parte da guarda pessoal de GG e participaram daquela operação desastrosa e comprometedora na estrada, naquela “grande evangelização”.

São os preferidos do coordenador Edson Pinheiro e de seu braço direito Ismael Tomas (ligado a Antonio Ângelo).

http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2013/11/a-babilonia-prostituida/comment-page-4/#comment-12793

testemunhas contra a seita maranata eram intimadas com arma pelos fundadores e cúmplices

testemunhas contra a seita maranata eram intimadas com arma pelos fundadores e cúmplices

O sr Magno em 07/01/2014 as 11:08 diz que o pr Gil está sendo muito repetitivo não é? Vou dizer para ele o que é repetitivo:

É você ouvir por 30 anos aquelas aulas enfamdonhas de Obra de Saul x Obra de Davi com as mesmas piadas sem graça do dono da oubra.

Uma vez levei minhas filhas num manacaim (oferta de caim) eram tantas gargalhadas pelas piadas, que a mais velha disse: – mãe aqui está parecendo o programa do Jó Soares!

E tenho dito.

1059912_4490506119586_65066828_n

 

fonte: http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2013/11/a-babilonia-prostituida/#comment-12786

Clamor errado na hora errada…

Postado em 13 setembro 2010 10:33 por verdade em Acorda, Maranata!

“Antes, importa obedecer a Deus do que aos homens.”

fraude do dízimo na maranata

fraude do dízimo na maranata

A DENÚNCIA que faço, chegando até às malignas raízes da HERESIA ICEMITA, ninguém fez.

Antigamente, dependíamos do clamor pelo sangue de Jesus.Biblicamente falando e pensando, nesse clamro nada havia e nem existe do exercício da “fé em Jesus”. Nós andávamos de cabeça baixa e na base do clamamos e constantemente avisados: fiquem no clamor

Basta começar a encarar a realidade, para alguém perceber algo estranho: realmente é escravizador sentir-se servo da Obra. Clamor como um meio parcial de livramento e salvação é coisa entristecedora e estranha ao Evangelho. Clamor como um sempre se sentir culpado e faltoso perante o SENHOR é NEGAR A GRAÇA DE DEUS. Então, em misticismos de Obra Maravilhosa nos escondíamos. ESCRAVISADOS!

Constantemente, o clamamos… clamamos… clamamos… era exigido de nós, mas no contexto do legalismo maranático monárquico e pseudocarismático. Institucionalizado! Por estranho que nos parecia, aquela nostalgia se repetia… e repetia… e repetia… ao som de outro mantra (ainda ouço o eco deste mantra misterioso): Obra!… Obra!… Obra!… Obra!… Obra!… Obra!…Obra…

Nada contra a convicção e opção religiosa das pessoas, mas continuar obedecendo a doutrina de homens, e pensar que isto é bênção, está fora, completamente fora dos propósitos de Deus para a “igreja de Deus… corpo de Cristo” (1 Co. 1.2; 12.27).

O sectarismo religioso é terrível. Nesta prisão, a plenitude do “evangelho da graça de Deus” (At. 20.24) continua COISA ESTRANHA, para aqueles que estão presos ao jugo desigual imposto pelo DON (Doutrinas, Orientações e Normas do Presbitério cf. arts. 5º e 25 do Estatuto da ICM-PES).

Por todo o lado MEDO!

O mantra!

lavagem cerebral na igreja cristã maranata

lavagem cerebral na igreja cristã maranata

Outro dia, estávamos à mesa para o café da manhã. De propósito, pedi que certo parente (ainda icemita) agradecesse o alimento. Oração que aprendemos na infância…

E logo aquele ar característico dos enfatuados pastores: “Senhor, clamamos pelo sangue de Jesus, o sangue de Jesus sobre este alimento… Jesus, põe o Teu sangue sobre o alimento que vam…”

– Meu querido, chega! Assim não dá… não posso comer! – Eu o interrompi, deixando os presentes com olhos arregalados.
– Hã??? – Ele ficou atônito com a interrupção do mantra sagrado.
– Pedi para agradecer a Deus o alimento, mas você clamou o sangue de Jesus sobre o alimento. Como é que vou comer café com pão quentinho, manteiga e sangue de Jesus? Fica difícil…

Então expliquei que o momento era de dar graças pelo alimento. Nada de clamor. Simplesmente dar graças…

Então agradeci, como sempre faço quando estou com outros à mesa para a refeição: Pai, nós Te agradecemos por este alimento, e o abençoamos em Nome de Jesus. Amém.

Evidentemente, na refeição de cada dia não cabe clamor e choro… muito menos, clamor pelo sangue de Jesus… No entanto, a dependência esquizofrênica do mantra religioso quem pode entender? O mantra persegue até na hora da refeição… Isto é justo?

Agradecer pelo alimento e abençoá-lo é bíblico?

Ações de graça (ou agradecer, do grego eucharisteo) são expressões gerais de gratidão. Como Jesus fazia, devemos agradecer a Deus no momento da refeição. Porque abençoar e agradecer a Deus pelo alimento é agradável, bíblico, bom e necessário.

Na multiplicação dos pães e peixes (duas ocorrências) Jesus ergueu os olhos em direção aos Céus e abençoou o alimento. Com gratidão. Depois mandou os discípulos servir o que estava abençoado. Ele agradecia antes de comer e ensinava a gratidão. Os evangelistas registram ações de graças nesta ocasião (Jo. 6.1-15, 23; Mc. 8.1-9 e refs.).

Na noite em que Jesus foi traído, após a Ceia Pascoal, Ele instituiu a Santa Ceia do Senhor. Perfeitamente cônscio do que estava fazendo, e do que Lhe acontecia nas horas seguintes, Ele deu graças no partir do pão (Mc. 14.22-25 e refs.).

Por oportuno, em um dos diversos episódios depois de Sua ressurreição nós O encontramos ensinando a dois de Seus discípulos (Lc. 24.13-35). Eles caminhavam de Jerusalém em direção à aldeia chamada Emaus, cheios de dúvidas a respeito do que havia acontecido naqueles dias da Páscoa dos judeus. O desfecho deste episódio é muito interessante (vs. 30-35 – ênfase nossa):

“E aconteceu que, quando estavam à mesa, tomando ele o pão, abençoou-o e, tendo-o partido, lhes deu; então, se lhes abriram os olhos, e o reconheceram; mas ele desapareceu da presença deles. E disseram um ao outro: Porventura, não nos ardia o coração, quando ele, pelo caminho, nos falava, quando nos expunha as Escrituras? E, na mesma hora, levantando-se, voltaram para Jerusalém, onde acharam reunidos os onze e outros com eles, os quais diziam: O Senhor ressuscitou e já apareceu a Simão! Então, os dois contaram o que lhes acontecera no caminho e como fora por eles reconhecido no partir do pão.”

Paulo recordou aos cristãos coríntios a instituição da Santa Ceia do Senhor. Ele confirma as ações de graças devidas nesta ocasião solene, pois assim o apóstolo se expressa (1 Co. 11.23ss.): Jesus tomou o pão “e, tendo dado graças, o partiu e disse: Isto é o meu corpo, que é dado por vós; fazei isto em memória de mim.” Escrevendo aos cristãos colossenses ele insiste (Cl. 4.2): “Perseverai na oração, vigiando com ações de graças.” Naquele incidente do naufrágio, Lucas relata que Paulo insistiu que aqueles homens comessem pois estava há quatorze dias sem alimento. Diz o texto (At. 27.35): “Tendo dito isto, tomando um pão, deu graças a Deus na presença de todos e, depois de o partir, começou a comer.”

Portanto, o alimento é para o corpo e para o espírito as ações de graças devidas ao Altíssimo Deus. Nada de clamor, nem de mortificar a memória com o recordar de sofrimentos e tentações.

Sermos gratos. Sempre!

Simplesmente, o agradável e muito necessário…

fonte: http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2010/09/clamor-errado-na-hora-errada/

Saibam quem são os gestores e cada setor que são responsáveis

ImagemImagem

Imagem

 

Imagem

Imagem

Conheçam quem é quem na Empresa e seus gestores.

GEDELTI RECEBE COMENDA NA ASSEMBLEIA

O pastor recebeu o grau de Comendador na Comenda Domingos Martins, do Legislativo Capixaba.

Imagem

Por solicitação do Deputado Elcio Alvares, a Assembleia Legislativa do Espírito Santo admitiu na Ordem do Mérito Domingos Martins no grau de Comendador, o Dr. Gedelti Victalino Teixeira Gueiros, presidente do Presbitério da Igreja Maranata. A admissão foi concretizada através de Resolução baixada pela Mesa Diretora do Legislativo Estadual, depois da aprovação dos Deputados à sugestão feita pelo Deputado Elcio Alvares

Com a publicação da Resolução 2.829 na edição de quarta-feira, dia 26 de abril de 2010, no Diário do Poder Legislativo o Dr. Gedelti está, oficialmente, admitido na Ordem do Mérito Domingos Martins. Falta, apenas, marcar o dia em que ele irá receber o Diploma e o respectivo grau da ordem. A Ordem Domingos Martins foi criada como forma de homenagear as pessoas que tenham um destacado trabalho em várias áreas de atuação no Espírito Santo. Ela é concedida, anualmente, a um determinado número de personalidades, a partir de proposta dos parlamentares e tem de passar pelo Plenário, onde é votada. Depois de aprovada, a Mesa Diretora edita resolução fazendo a admissão do homenageado na Ordem.

Veja, abaixo, a Resolução de admissão do Dr. Gedelti Victalino Teixeira Gueiros:

RESOLUÇÃO Nº 2.829

Admite na Ordem do Mérito “Domingos Martins” o Senhor Gedelti Victalino Teixeira Gueiros.

A MESA DA ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO, usando das atribuições que lhe são conferidas pelo artigo 17, XXVI do Regimento Interno, aprovado pela Resolução nº 2.700, de 15 de julho de 2009, combinado com os artigos 2º da Resolução 1.390, de 10.10.1984 e 4º da Resolução nº 1.391, de 17.10.1984, promulga a seguinte

Resolução:

Art. 1º Admitir na Ordem do Mérito “Domingos Martins” no Grau de “Comendador”, o Senhor

Gedelti Victalino Teixeira Gueiros, concedendo-lhe as insígnias e o Diploma do respectivo Grau.

Art. 2º Esta Resolução entra em vigor na data de sua publicação.

PALÁCIO DOMINGOS MARTINS, em

25 de maio de 2010.

ELCIO ALVARES

Presidente

MARCELO COELHO

1º Secretário

GIVALDO VIEIRA

2º Secretário

http://www.elcioalvares.com/assembleia-faz-homenagem-a-gedelti-teixeira-gueiros/

fonte: http://cavaleiradaverdade.wordpress.com/2014/01/03/edelti-recebe-comenda-na-assembleia/