Posts com Tag ‘ossorevelo’

Osmar,

a menina viva da maranata

a menina viva da maranata

Gedelti rompeu com o Calvinismo nos anos 60 para estabelecer e consolidar o gedeltismo nos anos 70.

Transformou homens desprovidos de conhecimento bíblico em tropa de elite da icm.

Predestinou os incautos ao serviço ‘voluntário’ (forçado) de servos devedores da oubra maravilhosa.

Colheu frutos podres da ignorância do evangelho bem remunerada de CAIXA ÚNICO.

Se tornou soberano em cargo vitalício como principal membro do colégio de pastores valetes (escrevi valete) de Davi.

Subjugou a comunidade do povo em dormitórios do Maanaim com sopão e pão borolento.

Instigou o orgulho e o ódio religioso.

Transfigurou-se nas aulas messiânicas de seminários transmitidos via chatélite diretamente do monte em Domingos Martins, ES.

Ostentou ordem, poder, solenidade eclesiástica e organização simétrica nos seminários, cultos e mega-eventos debaixo de um nome (MARANATA – ação contra a Google) e sob o comando de um homem (Gedelti Vitalício).

Promoveu a indolência do povo impondo o medo: “não toqueis nos meus ungidos”

E, exerce hoje, no final da jornada de 40 anos, sua verdadeira vocação de seita psicopática encurralada NUM BECO SEM SAÎDA e, fadada ao fracasso espiritual – predestinação apóstata e coletiva!
.
.
Com cerca de uma centena de postagens (e orações) Rendido estou colabora com este MINISTÉRIO, a exemplos:
.
http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2012/02/operacao-abafa-desvio-de-recursos/comment-page-7/#comment-22875
.
http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2009/11/momentos-sem-palavras/comment-page-1/#comment-24027
.
http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2012/02/operacao-abafa-desvio-de-recursos/comment-page-7/#comment-32771
.
http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2011/11/muita-coisa-esta-errada-dentro-desta-igreja/comment-page-7/#comment-49431
.
http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2010/05/meia-verdade-e-uma-mentira-inteira/comment-page-2/#comment-49582
.
CV.

fonte: http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2013/04/a-iniquidade-permanece/#comment-52491

Permita-me acrescentar duas observação ao seu post?

espirito da maranata 2corintios11_14

espirito da maranata 2corintios11_14

A primeira é que na obra gendeltiana sempre foi pregado que nela o homem não aparece(fica uma dúvida cruel sobre que seres são aqueles que ficam nos púlpitos e nas telas do chatélite). Mas, deixando a dúvida de lado, a verdade é que eles não contavam com um homem que realmente não apareceu, mas fez um tremendo barulho com seu tambor e seu som ecoou em muitos lugares, os mais distantes e inimagináveis possível.

Ele, o GG, não contava com o efeito que esse som viria produzir nos ouvidos de milhares de retirantes, que por sinal, enchem as estradas. E estes não se calaram, nem se acovardaram mas passaram também a tocar o tambor junto com esse “homem que não aparece” mas, seus artigos confrontam, fazem pensar e acordam os adormecidos e dominados pelo gedeltismo e suas heresias.

Que surpresa hein GG?! Não contava com reação dos homens e mulheres sinceros e honestos, não contavam com o MP e PF…

Agora, o gedeltismo vai entrar para a história deixando um legado nada positivo. Como vai ser, no futuro quando alguém pesquisar sobre o gedeltismo ou sobre seitas? O que vão encontrar sobre esta seita nos livros de história das religiões?

Uma coisa eu sei responder: os nomes “CV” e “retirantes” vão aparecer como àqueles que lutaram pela verdade e justiça. Vão ser vistos como àqueles que tiveram coragem e não se acomodaram, antes enfrentaram calúnias, maldições e até ameaças. Mas não se acovardaram!

É, para quem diz: “Na obra o homem não aparece”, os homens da obra têm aparecido, e muito, mas… em manchetes de jornais e em várias mídias, manchando nome do Evangelho de Jesus e das igrejas; e, lançando na lama o nome da “obra” que tanto exigiram que seus seguidores não a expusessem… bradavam tando dos púlpitos: “Não exponham a obra!”

E agora está aí pra todo mundo ver. Belo exemplo!

Outra observação irmão Rendido Estou, é quanto à substituição da Bíblia pelo “ossôrrevelô” e pelas bulas papais vindas do Pes.

Que tragédia espiritual isso provocou na membresia! Quantos sonhos, famílias, planos, vidas profissionais, tudo destruído por causa destas revelagens consultados nos cultos proféticos e nas reuniões dos grupos de intercessão! Quanta barbárie em nome desse “sinhô” tirano que toma café da manhã com o soberano monarca!

Mas, não pense que nos destruíram. Isso não. Estamos aqui, escrevendo um capítulo sombrio da história das igrejas e, não podemos nem arriscar um nome porque, como diz o CV, não é pentecostal, nem protestante, nem evangélica… se alguém tem alguma sugestão de nome…

Me lembrou até o período medieval…

Credo!

Irmãos amados e CV querido, fiquem todos com a paz maravilhosa do Senhor Jesus.

Eurípia Inês.

fonte: http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2013/04/a-iniquidade-permanece/comment-page-2/#comment-52499

heresia icemita é um desastre!

Abri esta PÁGINA concordando com entendimento de que “a maioria das palavras trazidas nos cultos foi copiada do meio evangélico”.

Basicamente, o ensino e a pregação na ICM-PES está mais para cópia de antigas doutrinas de assembleianos, congregacionalistas, erros dos adventistas e até borrões da Cabala (que orienta o Judaísmo e a Maçonaria). Exemplos:

  1. A mão de Deus operando – antigo ensino sobre os cinco dons ministeriais (Ef. 4.11,12) muito difundido entre os irmãos da assembleianos e congregacionalistas.
  2. Clamor pelo sangue de Jesus – antiga heresia que vem dos papistas.
  3. Meios de graça – antiga doutrina de enfatizada em enquadres os mais variados (clamor, consulta, discernimento, dons, jejum, madrugada, ofertas, oração etc.)
  4. O  “fogo do altar” – distorção da frase em Ap. 8.5 que introduz o JUÍZO no cenário apocalíptico; mas Gedelti distorce a Escritura profética e inspirado em heresia de autor adventista diz que o“fogo do altar” – símbolo do Espírito Santo é derramado sobre os homens para que reebam com alegria as intervenções de Deus.
  5. Os toques das trombetas do Apocalipse  – na sequência do falso batismo com o fogo do altar Gedelti afirma que três das trombetas já tocaram e a quarta trombeta vai tocar num abrir e fechar de olhos  para o arrebatamento da igreja fiel, ou seja, a maranata.
  6. Os Valentes da Obra – absurda espiritualização da frase em 2 Sm 23.39b entremeados de expressões da numerologia cabalística prometendo a formação dos “valentes da Obra revelada”.

Claro, o astuto Davi da Obra viu-se na obrigação apresentar algo extraordinário e revelado por anjos. Deste modo, ele buscouentendimento oculto das Escrituras a fim de espiritualizar expressões ou frases isoladas do contexto próximo e conteúdo geral da Revelação Proposital, indo além do plano semântico da passagem.

E ele conseguiu enredar a membresia com as extravagâncias de interpretação. Método extremamente perigoso mas o preferido do mestre-mor. Na alegoria ou espiritualização de expressões ou frases das Escrituras a mente do intérprete não se prende às exigentes regras da Hermenêutica Bíblica e chega ao condenável “fogo estranho”expoxto ao juízo. Quem se lembra do episódio de Abiu e Nadabe?

Então, dissimulada e espertamente, ele lançou mão da ENGANAÇÃO, assim como o mágico faz (e exige aplausos e pagamento pelos serviços de entretenimento). Entrou em cena a LNP – linguagem do não-pensamento e o olhar caolho do construtor de heresias começou a difundir a ideia de Bíblia além da letra, algo da eternidade além da letra. Infelizmente ninguem entendeu o que ele quis diuzer com Obra! e então ele ameaça, despreza os valetes (escrevi valetes) e profetiza :esta Obra é filho único, quem não amar esta Obra vai… vai… cair e vai….ser comido de bichos… vai ser estraçalhado. Isto ele fala com o aspecto de fantástico, instigando o ódio religioso, pavoroso e sobrenatural. O medo impera!

Entenda. Em cada aula do seminário o hipnotizador entretinha o povo com os malabrares; e, enquanto jogava os malabares, a estupidez da incredulidade formava imagens na mente dos formatados hipnotizados e dos meia-solas empanzinados com a heresia icemita empurrada pela goela dos presentes. Consequentemente, ocorria o que chamamos de CATÁLISE entre os empanzinados. Encerrando a confusa exposição, era fácil alguma dupla de meia-solas arrotar alguma profetada (kandalaias… eis meu povo… sorrirás… estou presente etc. etc) com a aura de aqui Deus fala… ossorrevela… Este imbróglio é atualmente chamado de doutrina revelada que só a Obra tem porque esta Obra conhece a Bíblia além da letra. Juntando tudo estamos diante daheresia icemita que destituiu a Jesus de Seu Apostolado, Messianato e Sumo Sacerdócio.

Entenda: a espiritualidade estabelecida em falsa unção disseminou a educação equivocada no contexto da ideologia de Obra como forma de vida. A falsa unção é arma destruidora. Ela abre feridas, destrói a esperança, e mata! Os icemitas estão doentes de esquizofrenia e não se dão contas dessa doença. Tristeza!

Essas doutrinas foram oferecidas como comida requentada ao entorpecente som de OBRA! OBRA! OBRA! Distorcendo os fatos, escondendo as fraudes e faltoso com a imprescindível transparência, o mestre em espiritualização de frases das Escrituras, jargões, meias verdades e mentiras fincou pé e obsessivamente estabeleceu a monarquia. Nós já conhecemos os resultados. O Ministério Públicoinvestiga.

Estejam certos de que as expressões mistérios desta Obra ou só a Obra tem a palavra revelada são jargões. Enquanto os formatados icemitas dissimulam contentamento ao grito de maranata! maranata! maranata! (porque ossorrevelô) o chefe declaraesta Obra é filho único… meia-sola… fora! Mas não é verdade, que cada meia-sola foi gerado na ideologia de Obra? Sim! Prova de que o mestre-mor afastou-se das Escrituras, amparou-se em falso profetismo, desprezou a Teologia, ensinou erros, ergueu a doutrina revelada, exigiu obediência, formatou icemitas e ordenou pastores segundo o coração dele, e não, segundo o coração de Deus (Jr. 3.15).

Nos cultos proféticos até hoje os meia-solas praticam o fermento introjetado na mente deles. Os frutos podres estão aos olhos de todos. Que destino final? Que esperança lhes resta? Que salvação, se não se arrependem?

Não convindo ao monarca pseudocarismático esquecer o ensino-profético além da letra, esse imbróglio revelado, ou seja, esta comida requentada é repetida e repetida e repetida nos seminários da Obra. Naturalmente, com profetadas, revelagens como temperos. O empanzinamento mostra o resultado. Os meias-solas estufam o peito com preconceitos e orgulho religioso; mais prudentes os retirantes enchem as estradas…

Não duvide: a heresia icemita é um desastre! Ela destrói a “fé em Jesus”, dá credibilidade à falsa-unçãodesestrutura a família e instiga o ódio religioso. Nesses lugares de medo onde demônios habitam, espíritos de mentira ditam normas e inspiram profetadas e revelagens. O comando é: falei conforme ossorrevelô… Prova de que essa casa decadente e mal assombrada entrou em um beco sem saída. Se você compreendeu, fuja deles.

 Nestes contornos, a incubação dadoutrina revelada é desejada insistentemente pelo sistema (o mestre-mor conta com este lance nebuloso). Começou com o capítulo chamadoabsorção de Obra (algo que de coisas insignificantes fazem segredos), como condição de formatação inconsciente do eu-icemíticofacilmente manipulável e obediente ao sistema. Falando e pensando biblicamente, absorvem a OBRA é expressão medíocre: o mestre-morrecorda e repete a doutrina revelada e, a cada dia, o mistério da Obrafica mais sofisticado. É assim que a doutrina revelada, a mensagem revelada, a palavra revelada funcionam: na base de compulsão. Inexoravelmente! Não duvide!

No curso da dominação quadragenária o construtor da heresia icemita criou a ideologia de Obra doutrina revelada que gerou a mentalidade de Obra (conduta do formatado icemita). O beato icemita foi alimentado constantemente com mitos, profetadas e revelagens e, consequentemente, possui esta mentalidade de Obra introjetada em sua mente da qual é difícil livrar-se. Os bobos da corte palacianacontinuam NÃO acreditando em fraudes milionárias. Por incrível que pareça!

Nos púlpitos da ICM-PES a mentira corre como fogo em palha seca. Ao fim desta jornada de quarenta e cinco anos a iniquidade transbordou aos olhos da Sociedade, onde o NOME DO SENHOR está sendo blasfemado (cf. Rm. 2.24). Não se enganem: o dono da fabrica de meia-solas prometeu ilusões; por isso o clamor é notório e público. Quando devia esclarecer, ameaça e arma esquemas de autodefesa; confunde, despista e foge à responsabilidade…

O doutrinamento falacioso e intolerante introjetou o medo na mente dos formatados manipuláveis e obedientes servos da Obra. O gedeltismo conseguiu um feito notável: fazer a ICM-OBRA andar nacontramão da História e implodir o sistema.

O gedeltismo construiu a heresia icemita, desprezou o que Deus disse, do jeito que Ele disse e fortaleceu a experiência de OBRA! Os formatados icemistas, pré-meias-solas e meias-solas emissários do palácio da rainha desfigurada falam de experiência de Obra com a mesma facilidade com que o romeiro do Padim Ciço repete rezas: Oh! Maria concebida sem pecado….

O olhar caolho do construtor de heresias enganou a todos. O poder camaleônico (acesse este artigo, clique no primeiro link e leia o que aconteceu na formação da desta denominação) fomentou este poço de iniquidades agora escancarado aos olhos da Sociedade. Quando mais oMinistério Público investiga, mais aparece para investigar.

Ora, muitos desses formatados e meias-solas paridos no pandulho da rainha desfigurada, debaixo da hierarquia maranática que os obriga a OBEDECER… OBEDECER… OBEDECER, não mais suportam o gedeltismo pseudocarismático.

Os icemistas conferem as coisas nas Escrituras Sagradas? Não! Eles confiam na crença do chefe muito religioso e não-pensam os pensamentos das Escrituras. Nem querem pensar. Se pensarem, entram em pânico. Simplesmente!

Prestem atenção: neste triste fim de jornada de quarenta anos o clamor é notório e público. O Juízo vem!

Sobrevindo o confronto, continuarão CÚMPLICES ou romperão com o sistema.

CV.

fonte: http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/copias-repetecos-e-requentadas/

MERGULHADA em doutrinas anti-bíblicas e com a elite comandando uma vasta rede de crimes (em tese), de fraudes, de intrigas, de meias verdades e profetadas em defesa da oubra.
https://obramaranatarevelada.wordpress.com/2012/07/11/igreja-crista-maranata-quem-traiu-a-biblia-mas-a-lei-federal-nao-proibe-a-instigacao-do-odio-religioso-nao-e-crime/

investigação sobre desvios na maranata - o escandalo da maranata

investigação sobre desvios na maranata – o escandalo da maranata

Essa oubra do sinhô gedelti, chamada de obra-corpo, icm-corpo, é para gente muito especial: gente que não gosta de pensar e se deixalevar pela linguagem do não-pensamento. Aqueles que desejam conhecer as Escrituras, as doutrinas fundamentais não ficam nessa oubra nascida de briga de famílias lutando pelo posso do poder eclesiástico, e enquanto escondia os laços com a maçonaria, como o CV já demnstrou aqui. Também, pudera, essa oubra abriga pastores maçons que vestem a camisa do Baphomet, o Lucifer deles. Vade retro Satana.
.
.
Esta seita é FALÁCIA E POÇO DE INIQUIDADES.

Estávamos denunciando… Mais de 1.000 (mil) dias de DENÚNCIAS neste Blog
do Cavaleiro Veloz. Na manhã de 5.02.2012 eis a matéria Maranata: da fé à fraude estremecendo as bases da instituição religiosa e deixando atônita a Sociedade.
http://gazetaonline.globo.com/_conteudo/2012/02/noticias/a_gazeta/dia_a_dia/1107003-igreja-maranata-dizimo-desviado-em-fraude-milionaria.html

Eu não pude continuar ali. Milhares de outros retirantes
romperam com o sistema implantado no modelo ossorrevelô,
aqui quem manda sou eu,
manda quem pode e obedece quem tem juízo,
eu sou mais eu
e o resto já morreu..

Gente que não mais suportava as meias verdades de Gedelti, começou a abrir os olhos, a despertar para a realidade.

Gedelti ameaçando, dando chifradas como boi danado, instigando o ódio religioso, perseguindo os questionadores e procurando alguém para pisar.

Gedelti, por telefone, ordenando que o pastor (do baixo clero) ordene à irmã casada: – pare de denunciar os erros da ICM lá no Facebook ou VOU PROCESSARRRRRRRR

Não, Gedelti.
Não tivemos escolha: foi romper ou romper; foi sair ou sair.
Paciência tem limites e a paciência cristã também.

No palácio da rainha desfigurada, onde V. construiu o seu trono, o desmonte começou. V. foi bem avisado, não considerou e esbravejou: – Não sou homem de voltar atrás!!!

Nada obstante, o seu teologismo (falsa teologia) ocasionou a implosão desse maranatismo pseudocarismáticoe quadragenário. Não foi por nossas mãos. Nenhum de nós entrou com processo na Justiça pretendendo o seu afastamento das áreas administrativas da ICM-PES.

Não, Gedelti. O Próprio Deus, na sua soberania, estabeleceu o magistrado como espada para quebrar os queixos dos homens maus que nada querem com a paz: o Ministério Público fez a parte que lhe compete e a Sociedade quer resposta, como estrá escrito (Rm. 13.3-6):

“Porque os magistrados não são para temor, quando se faz o bem, e sim quando se faz o mal. Queres tu não temer a autoridade? Faze o bem e terás louvor dela, visto que a autoridade é ministro de Deus para teu bem. Entretanto, se fizeres o mal, teme; porque não é sem motivo que ela traz a espada; pois é ministro de Deus, vingador, para castigar o que pratica o mal.
É necessário que lhe estejais sujeitos, não somente por causa do temor da punição, mas também por dever de consciência.
Por esse motivo, também pagais tributos, porque são ministros de Deus, atendendo, constantemente, a este serviço.”

Pois bem.

Os crentes estão aprendendo as antigas angústias dos crentes primitivos e descobrindo a grandeza de serem retirantes. Na verdade, o nosso Lar não é aqui. Não precisamos de templos de tijolinhos à vista, mesmo porque nossa Pátria está nos Céus.

Somos servos do Senhor, gente honesta e simples que quer seguir nos passos de Jesus, concretizar a “obra de Deus” (Jo. 6.29) curar os enfermos, fazer discípulos de Jesus, permancer na palavra de Deus e pregar o “evangelho da graça de Deus”.

Só isso, Gedelti. E ainda que V. tenha se afastado – e muito, muito mesmo – desses limites da Graça, da Misericórdia e da Paz, o que queremos nos basta: a simplicidade do “não mais eu, mas Cristo”, coisa de que V. não nos serve de modelo.

Sai dela povo meu…

NOTA: Agora, agente de informação do PES, meia-sola de plantão, faça uma cópia e entregue em mãos de Gedelti. Acredito que quando Gedelti vai deitar ainda pensa naqueles que o exortaram a ficar nos limites da Graça de Deus.

CV.

fonte: http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2012/12/bando-de-fariseus/#comment-50783