Posts com Tag ‘maanaim domingos martins’

Muitos irmãos últimamente nos procuram se é verdade que o VPC gedelti gueiros cobra aluguel pelo maanaim de Domingos Martins à igreja cristã maranata?

Bem – não podemos confirmar porque ainda não tivemos acesso a esses documentos que estão com o Ministério Público do Espírito Santo – mas que ele tem direito a exigir aluguel – ele tem!

O maanaim de Domingos Martins é propriedade (as áreas construídas) da família gueiros.

gedelti doou o terreno do maanaim para a igreja na década de 70 sob pressão do pastor Barros. Doou terrenos que ele provavelmente já tinha comprado desviando dízimo da igreja. Alguns anos depois da morte de barros gedelti transferiu os terrenos com áreas construídas de novo para a posse dele.

Portanto por lei ele hoje tem todo direito de cobrar aluguel à igreja cristã maranata para uso das áreas construídas.

Ele, gedelti gueiros, deixou para a própria igreja cristã maranata a mata atlântica como propriedade – a mata atlântica que é reserva natural aonde não pode tocar em uma árvore e muitos menos construir!

https://obramaranatarevelada.wordpress.com/2013/06/09/maanaim-domingos-martins-o-verdadeiro-manaim-area-construida-esta-de-posse-dele-e-da-familia-e-os-escravos-la-trabalhando-de-graca-pra-ele/

https://obramaranatarevelada.wordpress.com/2013/06/09/maanaim-maranata-ohhh-homem-que-toma-cafe-com-deus-minusculo-mesmo-explica-para-um-otario-como-nem-eu-qual-seria-o-beneficio-do-pr-arlinio-em-assinar-documentos-que-dao-usufruto-para-a/

Mesmo que ele venha a ser condenado a devolver os bens e seja afastado definitivamente da direção ou até expulso da ICM os frequentadores do maanaim terão que conviver com o rastro da cobra enquanto viver!

certidão maanaim de domingos martins pag. 2

certidão maanaim de domingos martins pag. 4

certidão maanaim de domingos martins pag. 5

Imagem

Durante o ano de 2001 toda área construída estava em nome da ICM_PES. O bom velhinho que de bom não tem nada, levava documentos para Pr. Arlinio assinar.

Ele e aproveitou uma gama de documentos que Arlinio assinava sem nem prestar atenção,nem questionar pois não tinha essa direito e sendo assim, assinou passando tudo para ele. ou seja. o verdadeiro manaim, área construída, está de posse dele  e da família. E os escravos lá trabalhando de graça pra ele.

Porque assim como a ICM tem dono o manaaim também tem e se chama Gedelti, não é do PES, nem da ICM é dele! E não me venham defender dizendo que ele comprou  com dinheiro dele que não foi, foi com dinheiro dos dízimos.

Velho esperto em, uma parte da mata atlântica que não se mexe. é reserva e ficou para a ICM  mas todo investimento para o mannain,pertence ao Gedelpapa.

Alguns Pastores não sabem, alguns sabem, mas o povo não sabe!

MP isso merece ser investigado!

Essa família Gueiros é detentora de todo poder e dinheiro da ICM fruto de dízimos dos membros.

O hospital Metropolitano foi comprado em cotas, mas o PES , comprou grande parte e ficaram pensando que seria para atender aos irmãos do PES  mas isso não é verdade. pertence a filha dele. está em nome dela, inclusive já postei isso e também o Vitoria Apart  a papagueiros de saia filha  também é dona,

A casa caiu! Salve-se quem puder!

CVa

fonte: http://cavaleiradaverdade.wordpress.com/2013/06/04/durante-o-ano-de-2001-toda-area-construida/

 

“Ôhhh” homem que toma café com deus (minusculo mesmo) explica para um otário como nem eu qual seria o beneficio do Pr. Arlinio em assinar documentos que dão usufruto para a família gueiros até à morte de terrenos que pertenciam à Igreja Cristã Maranata?

Seguem as escrituras do maanaim de Domingos Martins que mostram claramente que todo terreno construído com valor é de usufruto de gedelti, jurema e jureminha.

Portanto membros de ICM se pretendem orar nesse espaço de anjos tem que ir para a mata atlântica porque nas casinhas de tijolo estão na casa de gedelti…

Mesmo que ele venha a ser condenado a devolver os bens e seja afastado definitivamente da direção ou até expulso da ICM os frequentadores do maanaim terão que conviver com o rastro da cobra enquanto viver!

certidão maanaim de domingos martins pag. 2

certidão maanaim de domingos martins pag. 4

certidão maanaim de domingos martins pag. 5

Amado Pr. Eduardo Gil Vasconcellos,

realmente estamos sentindo sua falta.

Olha as notícias de Brasília:

-Dois irmãos de unidades locais diferentes disseram que até nos finais de semana, as igrejas estão vazias e tristes. O que salva é a presença de alguns visitantes.
-Tem muitos irmãos esperando ser iniciada uma igreja como a Louvai para poderem sair.
-Tem muitos irmãos que ainda não saíram porque aguardam seus familiares se definirem(principalmente cônjuges) e outros aguardam as investigações.
-Há aqueles que foram para outras denominações.
-A casa onde nos reunimos aqui em Brasília não está mais cabendo todos e olha que não é pequeno o salão.
-O ex-pastor da icm, Ronaldo do RJ, estará conosco nos próximos dias.

Bom, essas são notícias locais, tem as dos outros Estados e do Exterior com muitos acontecimentos, com muitas deserções.

O povo está acordando.

Até breve e que Deus te abençoe.

fonte: http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2011/11/muita-coisa-esta-errada-dentro-desta-igreja/#comment-14238

“OBSCURANTISMO” – Uma doutrina da ICM
2.1.5. O Obscurantismo é o método de governo que oculta fatos e argumentos que possam denunciar ou contradizer os atos, as decisões e as afirmações de certos grupos que se arvoram donos da verdade. É um recurso político e religioso que se opõe a difusão do conhecimento entre os subalternos do sistema.

É um estado de espírito oposto à razão e ao progresso intelectual e material; um desejo de não instrução ao povo; engenhosamente objetivando um estado de completa ignorância (desinformação) aos subordinados. Seja conhecimento a nível social, político, religioso e cultural, é o sistema que nega a instrução e o conhecimento às pessoas para preservar o estado de ignorância de modo a facilitar o poder de controle das Instituições.

2.1.5.1. O Secretismo Religioso é um dos artifícios amplamente recorridos na Maranata. O caráter secreto é um inerente atributo das reuniões e encontros do sistema religioso da Maranata cujo objetivo é tornar seu sistema fechado, isolado, a fim de não expor as intimidades dos conteúdos teológicos, das decisões administrativas e das determinações sobre a vida das pessoas enquanto membros da Maranata.
.
Há uma enormidade de reuniões com caráter secreto, para as quais, rigorosamente, só determinadas castas “superiores” ou “edificadas” da igreja podem participar. Os componentes dessas reuniões ou encontros seguem a cartilha de que jamais podem revelar o conteúdo ou assunto tratado, para que se mantenha oculto, em mistério, as matérias expostas aos não participantes.

Além da parte prática, que é ocultar informações e decisões dos visitantes e membros, o secretismo religioso tem o poder de suscitar, naturalmente, nos adeptos das reuniões às portas fechadas a sensação de mistério e privilégio espiritual sobre o restante dos membros não participantes, comumente reputados pelo sistema como “não-edificados” suficientemente para receberem tal “conhecimento”.

As práticas secretas estimulam uma vaidade elitista, orgulho religioso e ostentação espiritual ao participante. Reuniões de pastores, “culto-proféticos”, seminário de 7º período, “grupo de intercessão”, algumas reuniões de jovens, reunião de obreiros, são exemplos de reuniões que são revestidas da capa do obscurantismo religioso.

2.1.5.1.1. De acordo com a teologia da Maranata, Deus revelou a liderança “Segredos da Obra”. Se há secretismo religioso entre os internos, por conseguinte, em relação aos de fora, é mais acentuado. Muito embora as palavras de Jesus asseverem que tudo que se falar às escondidas deve ser anunciado sobre os telhados e nada há oculto para que seja revelado, na Maranata, porém, é ensinado que Deus houvera revelado “segredos da Obra” especialmente a seus fundadores, de tal sorte que é terminantemente proibido se falar dos detalhes e minúcias do sistema da Maranata a pessoas não-membros.

Tais “segredos” seriam as doutrinas originais e particulares da teologia da Maranata, assim como os conteúdos expostos em seminários, reuniões, encontros e distribuídos em apostilas. Ao curioso deve ser explicado tudo de forma evasiva e superficial – “não podemos revelar o segredos dessa Obra”.

Seminários, cultos e reuniões, por exemplo, são proibidos expressamente de serem gravados, seja até mesmo em áudio. Já se chegara até a proibir meras filmagens e fotografias dentro dos “maanains”, a fim de preservar a sensação de mistério e pretensão espiritual do local.

2.1.5.2. A Falta de Prestação de Contas ou Intransparência Orçamentária é diretriz basilar do governo da Maranata. Os valores arrecadados dos dízimos e ofertas são omitidos dos adeptos, ficando tão-somente sob a ciência do Presbitério (em matéria geral) e do pastor e tesoureiro (a guisa local).

Não há prestação de contas ou exposição do memorial descritivo de custos e arrecadações mensais aos membros, tampouco dos negócios firmados pelo Presbitério na aquisição e alienação de bens. O Estatuto da Instituição Religiosa, também, é omitido dos membros que não podem reclamar o seu acesso e ciência, sob pena de sofrerem retaliações e sanções.

Não obstante ensinarem que “o maanaim é dos membros”, não se justifica o motivo pelo qual levou a alienação de algum deles. Tudo é muito oculto e nada pode ser revelado em matéria que envolva administração de finanças, as quais estão totalmente a mercê da consciência do Presbitério.

E a Palavra do Senhor Jesus diz:

“Jesus lhe respondeu: Eu falei abertamente ao mundo; eu sempre ensinei na sinagoga e no templo, onde os judeus sempre se ajuntam, e nada disse em oculto.”
 João 18:20

“Porque não há ninguém que procure ser conhecido que faça coisa alguma em oculto. Se fazes estas coisas, manifesta-te ao mundo.” João 7:4

“Porque nada há encoberto que não haja de revelar-se, nem oculto que não haja de saber-se. O que vos digo em trevas dizei-o em luz; e o que escutais ao ouvido pregai-o sobre os telhados.” Mat 10:26-27

E Paulo explica o motivo pelo qual seitas utiliza a política do obscurantismo:

“Antes, rejeitamos as coisas que por vergonha se ocultam, não andando com astúcia nem falsificando a palavra de Deus; e assim nos recomendamos à consciência de todo o homem, na presença de Deus, pela manifestação da verdade.”2 Co 4:2

Sugestivo e muito.

Em Cristo.

Fonte:http://obramaranata.wordpress.com/governo-e-organizacao/

fonte: http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2011/04/poder-camaleonico/#comment-12612

CV,

Indiscutivelmente temos que parabenizar o Dr. Gedelti Gueiros. Deu um verdadeiro golpe de mestre.

Montou uma empresa rentabilíssima, isenta de impostos, com trabalhadores voluntários (escravos), e com despesas mínimas, usando sempre o nome de DEUS.

Por mais que voce compareça, trabalhe e se esmere, todos os dias da semana, sem um dia de descanso sequer, em madrugadas, cultos, reuniões, convocações, ensaios, limpeza e muito mais, voce é sempre devedor. Fora o manaaim, que voce paga caro, pra ouvir falar mal dos outros, come mal e dorme em alojamentos que mais se parece com filme de campos de concentração, e volta devendo mais ainda.

Ele é intocável, ninguém ousa questioná-lo, porque sua boca é cheia de maldições. Seus comandados andam sempre cabisbaixos, subservientes e temerosos.

Apesar de muitos amigos influentes no mundo social e político, inclusive com várias autoridades à sua mercê, foi pego de surpresa pelo decreto do JUSTO JUIZ, que vendo os desmandos dessa empresa (seita), deu um basta nessa bandalheira, através de um decreto – chamado de juízo, para libertar os cativos que se achavam devedores eternos, a fim de tomarem posse de uma herança, paga lá na cruz do Calvário por um alto preço, de um reino que não tem fim.

Por isso as estradas estão cada dia mais cheias de cativos libertos.

Glórias e Aleluias!
.
.
Amada Ângela e amados irmãos:

A casa está mal-assombrada.

Ao findar desses quarenta anos de jornada está demonstrado que o icemita-mor acumulou fortunas, construiu fraudes, espalhou heresias, instigou o ódio, manipulou subalternos e mostrou-se pelo satélite. Os filhos do gedeltismo fazem o que ele manda.
.
http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2011/12/triste-fim-de-jornada-de-quarenta-anos/
.
http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2012/04/os-filhos-da-instigacao-do-odio/
.
Assim, a elite icemítica confiou em heresias, enroscou-se nas pernas da gorda senhora (alguns deles estão riquíssimos), persistiu em heresias e perdeu o rumo. Foi-se a glória da “Obra revelada” que, se fosse mesmo maravilhosa, por si só o demonstraria.

Então começaram o grito histérico (esse do “maranata… maranata… maranata”. Esse “grito maranático” estava em alguns canais. Logo mandaram tirar alegando direitos autorais. Não se sustentam. Quer dizer: “ossorrevela” o grito e depois “ossodesrevela” (porque é “segredo de Obra”, entende?).

Mas o encantador de meia-solas não conseguirá apagar da memória da Sociedade as fraudes dos Judas que beijam Judas nos banquetes de ladrões e depois esvaziam os penicos pelas janelas na hora da ventania…
.
http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2011/12/banquete-de-ladroes/
.
O Ministério Público está atento.

O monarca está nú.

Que OBRA!!!

CV.

fonte: http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2012/04/nota-a-imprensa/