Posts com Tag ‘casar’

seita maranata - destruindo famílias

seita maranata – destruindo famílias

Muito bom… é por aí mesmo.

Sofri, sofri, sofri muito nesta igreja.

Nunca fui uma pessoa socialmetne repugnante, criminosa, libertina, rebelde, com as “marcas do passado”, mas por não me adequar aos “padrões da Obra” era julgado, menosprezado e estigmatizado… Minha esposa? Infelizmente, à época, totalmente lobotomizada pelas rabugices e mesquinhez desta religião “maranática”, do nada, do nada, do nada… começou a me desprezar e me julgar como uma pessoa reprovável espiritualmente. Sabem por que? Porque as fofoqueiras “senhoras de frente” viviam falando mal de mim, que eu poderia ser uma “dificuldade” para a vida espiritual dela, que eu não tinha “mentalidade de obra” e até aquele vagabundo e malcaráter do pastor dizer que ela tinha que se afastar de mim porque eu estava se opondo a “Obra” e poderia enganá-la para o lado da “religião”… nessa época já tinah saído e estava frequentando outra igreja. O pior é que teve dons e profecias para ela fazer isso comigo. Caí em depressão, sim! Não quero falar bem de mim, mas sempre fui um excelente marido, um bom pai, trabalhador, estudioso, nunca faltou dinheiro em casa, mas só pelo fato de não me adequar e não aceitar a “Obra” meu casamento acabou.

Dou graças ao meu bom Deus, porque hoje meu acsamento foi restaurado, para Glória de Deus e para tristeza deste pastor e do papa GG… Deus, sim, Deus! resgatou minha esposa dessa seita absurda e monstruosa, e hoje estamos longe dela e muito felizes. Ela saiu e hoje estamos na igreja BATISTA!!!! E aí, vão ficar com dor de cotovelo seus religiosos recalcados e ciumentos que não suportam ver seus ex-membros felizes em outra igreja vivendo a palavra de Deus?

fonte: http://obramaranata.wordpress.com/2011/12/31/a-icm-e-a-samaritana/#comment-353

seita maranata - destruindo famílias

seita maranata – destruindo famílias

“…Me lembro de como passei em frente à vitrine de uma loja e vi aquele vestido no manequim. Só me lembrei de você e do quanto e imaginei que você ficaria linda vestida nele. Comprei-o e pedi que fosse embalado em um papel de presente. Você não quis vesti-lo. Disse que não estava de acordo com as roupas da igreja…”

“…Fiquei um tempão na fila para comprar o novo LP do Paul Mackartney, para nós, lembra? Eu queria te agradar com aquele presente mas você já não ouvia mais as nossas músicas. Era tudo muito estranho e eu começava a me preocupar e também a sofrer porque comecei a sentir que você se distanciava de mim. Não conseguia entender o que estava tão errado em nossas vidas para que tudo precisasse mudar. Achava que não precisava de tantas mudanças estranhas para sermos crentes…”

“…Eu gostava da igreja mas com o tempo você foi ficando muito diferente. Tudo que íamos fazer tinha que ver se podia, todos os nossos programas tinha que estar de acordo com os horários da igreja. Nem um jantar podíamos fazer sem antes ir ao culto. E isso era todo dia, todo dia…”

“…De repente a igreja estava mandando em nós dois. Tudo que planejávamos para nossas vidas, nossos sonhos, nosso casamento,… tinha que ser submetido à igreja. Isso era demais para mim. Você não pensava em mais nada com independência. Parecia que eu não era mais importante para você e que estava sempre relegado a segundo plano. Eu comecei a me desesperar e a fazer algumas sabotagens para te ter por mais tempo perto de mim mas você descobriu e ficou irada…”

“… A situação foi ficando insustentável com aquelas novas ideias que você ouvia na igreja. Tudo se transformava em leis que passaram a reger nossas vidas. Você se afastou de todos os nossos amigos. Tudo parecia errado para você. E foi assim que você foi me trocado pela igreja. Você não precisava ter feito isso. Tinha certeza que Jesus não queria nossa separação mas você achava que estava tomando a decisão certa de ficar lá e aceitar toda essa interferência…”

“…O que havia de errado em um casal de noivos planejarem suas vidas, ter uma penca de filhos… Lembra que queríamos uma mesa bem grande para nos reunirmos para as refeições? De como planejávamos nossa casa?… mas, tudo tinha que ter a igreja no meio…”

“…Já vi muitos casais se separarem por diversos motivos como aparecer um(a) intruso(a) entre os dois, mas, por causa de igreja que deveria cuidar das famílias, isso nunca vi. Não tinha lógica. Você parecia estar sob efeito de uma lavagem cerebral…”

“…Lembro-me de quando nos vimos pela última vez. Eu saí chorando e te deixei chorando. Sabia que você me amava mas você se achava a corajosa, a valente por me trocar pela igreja que, se não me falha a memória, era chamada de “obra”…”

“…anos depois conheci uma boa moça com quem me casei…agora, depois de tantos anos te reencontro sozinha, dizendo está fora da tal igreja…sinto muito por te ver assim e vejo que não estava enganado com relação àquela igreja. Ela destruiu nosso noivado e, pelo jeito não foi uma a boa escolha que você imaginava…”

CV,

Estas são as palavras que meu ex-noivo me falou ao nos reencontrarmos alguns dias atrás.
Quase duas décadas se passaram depois que a maranata entrou em nossas vidas e nos fez viver separados para sempre.

Amarílis.

fonte: http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2014/01/entrelaces/#comment-13899