Posts com Tag ‘amadeu lopes’

Vídeo mostra pastores embalando compras feitas nos Estados Unidos

O vídeo faz parte das investigações do Ministério Público sobre o esquema de desvio de recursos provenientes do recolhimento do dízimo montado por membros da igreja

 

Da Redação Multimídia

Um vídeo feito pelo pastor e médico Amadeu Loureiro Lopes – um dos quatro integrantes da cúpula da Igreja Maranata presos na terça-feira (12), e soltos na quarta-feira (20) – mostra dois outros pastores da congregação em um hotel em Boston, nos Estados Unidos, arrumando malas com produtos eletrônicos que seriam trazidos para o Brasil.

Veja o vídeo:

 

O vídeo – a que A GAZETA teve acesso com exclusividade – faz parte das investigações que estão sendo conduzidas pela Polícia Federal sobre o esquema montado por membros da igreja que viabilizou o desvio de recursos provenientes do dízimo doado por fiéis.

Veja também: 

> Justiça manda soltar pastores da Maranata 


A Polícia Federal apura também denúncias de que parte dos recursos desviados foram utilizados na compra de equipamentos eletrônicos no exterior, importados de forma ilegal. O material teria sido utilizado na montagem de um sistema de audiovisual para a igreja transmitir seus cultos para templos no Brasil e no exterior.

Na gravação – narrada por Amadeu –, os pastores Arlínio de Oliveira Rocha e Daniel Moreira aparecem retirando os produtos das embalagens originais e guardando-os em malas, para a viagem de volta ao Brasil. Arlínio e Daniel estão entre os 26 membros da igreja investigados no inquérito do Ministério Público Estadual.

Em um determinado momento do vídeo Amadeu chega a se referir à mala de Arlínio como “estufada” e acrescenta: “Já escondeu tudo”.

Amadeu conta, no vídeo, que os pastores estão em Boston para um seminário, e que fizeram as compras para atender a “encomendas”. Entre os produtos há máquinas fotográficas, equipamentos de informática, aparelhos de CD para carros e microfones.

Ele chega a garantir a Arlínio e Daniel que o vídeo não será visto por ninguém, que “nunca sairá da sua residência”.

Além de Amadeu, na última terça-feira foram presos Gedelti Gueiros, ex-presidente da igreja afastado pela Justiça no final de 2012; Elson Pedro dos Reis, atual presidente da igreja, nomeado interventor na instituição no final do ano passado; Carlos Itamar Coelho Pimenta, advogado acusado de organizar uma administração paralela da igreja.

Todos são acusados de ameaçar e coagir testemunhas ouvidas no inquérito que apura o desvio de recursos na Maranata. Fatos que estão sendo apurados pelos promotores de Justiça do Grupo Especial de Atuação e Combate ao Crime Organizado (Gaeco).

Tudo dentro da legalidade, diz igreja

 

Na avaliação da advogada Bárbara Valentim, que faz a defesa da Igreja Maranata, as mercadorias compradas pelos pastores – mostradas no vídeo a que A GAZETA teve acesso com exclusividade – estão dentro da cota individual de compras no exterior permitidas a todas as pessoas. “Cotas individuais de três pastores”, pontua a advogada, em entrevista concedida na semana passada.

Ela destaca que as compras mostradas são de produtos particulares, sem vinculação com as denúncias que vêm sendo apuradas pela Polícia Federal sobre a compra de equipamentos eletrônicos no exterior, importados de forma ilegal. “Não há nenhuma vinculação direta com a igreja”, assinalou Bárbara.

Afirma, ainda, que há uma preocupação com o inquérito que tramita na Polícia Federal. “É um fato grave, que a lei proíbe, mas que cabe à polícia apurar. Não podemos fazer acusações levianas. Em princípio é uma aquisição individual, dentro da legalidade, o que é permitido para qualquer pessoa”, disse.

A advogada explicou, ainda, que o vídeo foi gravado por pastores, em um momento informal, quando se preparavam para deixar o hotel. “Tanto que aparecem vestido de forma inadequada, informais”, explicou Bárbara.

O vídeo foi mostrado a dois pastores da igreja na semana passada: Sérgio Carlos de Souza e Josias Júnior que, segundo Bárbara, é o especialista nos equipamentos audiovisuais da Maranata.

 

 Relembre o caso:

> Bens de pastores da Maranata crescem 6 vezes
> Pastor briga para retomar a liderança da igreja Maranata
> Operação apreende documentos em sedes da Igreja Maranata
> Fraude derruba toda a cúpula da Igreja Maranata
> Igreja Maranata: dízimo desviado em fraude milionária
> Pastor usou ‘visão’ para justificar desvio
> Envolvido em compras foi preso pela federal
> R$ 1,8 milhão doados à igreja
> Igreja contratou sobrinho de presidente
> Maranata: “uma igreja que surgiu da luta pelo poder”
> Maranata pagou R$ 941 mil em materiais nunca entregues
> Maranata: líder da igreja é investigado
> Crimes federais investigados
fonte: http://gazetaonline.globo.com/_conteudo/2013/03/noticias/cidades/1417835-video-mostra-pastores-embalando-compras-feitas-nos-estados-unidos.html

 

Fonte: A Gazeta | Gazeta Online

Anúncios

O meia sola quis induzir a moça a crer que ele era o rei e ela a Ester. pelo jeito a Rainha de casa já ia perder o posto!

Imagem

 

Num dos trechos da conversa  relacionada a pessoa do Presidiário  Amadeu, ela comenta que ele diz: Seja como como Ester. fique na posição! O Senhor vai te ouvir.

Bem típico de um sedutor de quinta categoria metido a pastor mas devorador de ovelhas.

Na realidade a intenção era induzir a moça achar que ele era o rei, o Ungidão, e ela tinha que agrada-lo.

Por isso a necessidade de conhecer bem as escrituras para não cair no canto da sereia.

Ester, como tantas mulheres, nasceu num contexto da família da aliança, junto ao povo de Deus. Mas, também como muitas, ela nasceu no meio do povo de Deus quando este enfrentava grande crise.

Ela nasceu no cativeiro, junto com o povo judeu. Sendo assim cresceu aprendendo a história da redenção e as promessas de restauração além da vergonhosa verdade acerca de porque eles viviam ali.

Era uma moça simples, Nem ela, nem sua família nunca imaginaram que ela seria tão importante nos planos de redenção e preservação do povo de Deus; muitas vezes “Deus escolhe as coisas humildes do mundo, e as desprezadas, e aquelas que não são, para reduzir a nada as que são.

O rei Assuero deu uma festinha regada a muita bebida e vinho para exibir seu poder e prestígio.

Em certo momento o rei decidiu mostrar a todos que possuía a mais bela das mulheres, mas a rainha Vasti não quis ser exibida como troféu e por isso perdeu seu posto.

O meia sola quis induzir a moça a crer que ele era o rei e ela a Ester. pelo jeito a Rainha de casa já ia perder o posto!

O restante os irmãos leiam na Bíblia e que sirva de exemplo para não cair nas mãos dos pastores devoradoras de ovelhas que usam o nome de Deus para induzir mulheres sensíveis, formatadas,

fonte: http://cavaleiradaverdade.wordpress.com/2013/08/24/o-meia-sola-quis-induzir-a-moca-a-crer-que-ele-era-o-rei-e-ela-a-ester-pelo-jeito-a-rainha-de-casa-ja-ia-perder-o-posto/

PASTOR PEDE NA JUSTIÇA EXPLICAÇÕES SOBRE ACUSAÇÃO DE AMEAÇA
Revista Fui!.page09
O pastor Amadeu Loureiro Lopes, membro da cúpula da Igreja Maranata, quer que o pastor Arlínio de Oliveira Rocha esclareça judicialmente as declarações sobre “ameaça velada de morte” que teria recebido, a partir de um telefonema dele. O advogado de Amadeu, Gustavo Varella, sugere que Arlínio seja alvo de uma queixa-crime, caso não responda oito perguntas sobre o fato de maneira esclarecedora.

Na chamada interpelação criminal, o advogado sustenta que as declarações do pastor Arlínio se configuraram em calúnia porque elas não corresponderam à realidade. No documento endereçado à Vara Criminal de Vila Velha nesta terça-feira(11), foi pedido que o pastor Arlínio diga, por exemplo, qual linha telefônica recebeu a ligação, qual foi o teor da conversa e se ele foi coagido para dar as declarações que deu na entrevista publicada na semana passada.

Na ocasião, Arlínio contou que horas depois de aparecer em um vídeo se dizendo usado de maneira inescrupulosa por membros da igreja para prática de irregularidades, recebeu um telefonema de Amadeu, com quem não falava há pelo menos sete meses. O motivo da ligação seria para de comunicar um sonho no qual morria a filha de Arlínio. Com isso, o pastor acabava impedido de fazer uma viagem. O sonho foi interpretado por ele como uma ameaça de morte velada.

O advogado de Arlínio Rocha, José Luís Rubiale, afirmou que o pastor não terá nenhum problema para responder aos questionamentos, nem para detalhar as circunstâncias da ameaça. Ele também sustentou que o telefonema aconteceu, ao relembrar entrevista do fundador da Maranata, pastor Gedelti Gueiros, aos veículos da igreja, no sábado.

“Houve a ligação, para o telefone da casa do Arlínio, logo após a divulgação do vídeo. A ligação foi confirmada pelo presidente na entrevista. Estamos tranquilos”, disse.

A interpelação é uma espécia de pedido de explicação judicial para situações em que não restam claras declarações escritas ou faladas de uma pessoa. A parte que pretende mais esclarecimentos pode pedir para que seja feito em juízo.

http://gazetaonline.globo.com/_conteudo/2013/06/cbn_vitoria/reportagens/1449194-pastor-pede-esclarecimentos-na-justica-sobre-acusacao-de-ameaca.html

https://www.facebook.com/photo.php?fbid=549846601744543&set=a.464938910235313.115008.464934880235716&type=1&theater

Refrescando a memória – as ameaças continuam:

CV,

seita maranata - destruindo famílias

seita maranata – destruindo famílias

Essa banda podre não tem brios mesmo.
Acaba de sair uma circular Nº 062/13, convocando os pastores para colocarem suas igrejas em orações incessantes pela Obra e pelo Presbitério começando amanhã 00h de amanhã dia 14/05/13 até 12h de sábado, dia 18/05/13.

Na hora de praticar os ilícitos, de se banquetearem com o dinheiro dos dízimos, eles não lembram que existe igreja. Agora, prestes a estourar uma BOMBA, eles querem oração.

É como você diz CV, esses meia-solas-remendadas e agora terão que aumentar a dosagem porque não tem oração, nem fio de escarlate, nem cinco, seis, sete, setenta meios de graça ou clamor pelo sangue de Jesus que os livrará da juízo de Deus e dos homens.

Pede orações incessantes da igreja mas não cessam de fazer o mal e nem de praticar a iniquidade.
Começam a colher o que plantaram.

Se julgaram acima do bem e do mal. Pisotearam as ovelhas e as exploraram e agora querem se esconder atrás de oração ininterrupta.

Estão apavorados? Não ficava o chefe mor gritando:
“Está tudo certo!”?
Se está tudo certo porque a Obra precisa de oração?
Se o PES é correto o que precisam temer?
E porque a igreja é quem tem que “pagar o preço” pelos atos ilícitos da banda podre?

Fariseus, hipócritas, cínicos, soberbos, malvados…

Acharam que Deus não nos ouviria.
.
.
Eles não se arrependeram.

Estamos na expectativa da DENÚNCIA do Ministério Público contra aqueles envolvidos no esquema de crimes (em tese) na elite da ICM.

Sei de algo que está roubando o sono até de meia-sola remendado que se droga para dormir: está na hora de alguns começarem a pensar que é melhor falar a verdade do que continuar como boi de piranha do palácio da rainha desfigurada (PRD).

http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/o-grilo-canta-na-carcaca/

Processo : 0016347-86.2013.8.08.0024 Petição Inicial : 201300559216 Situação : Tramitando
Ação : Ação Penal – Procedimento Ordinário Natureza : Criminal Data de Ajuizamento: 09/05/2013
Vara : VITÓRIA – 8ª VARA CRIMINAL

Distribuição
Data : 09/05/2013 17:53 Motivo : Distribuição por sorteio

Partes do Processo
Autor
MINISTERIO PUBLICO DO ESTADO DO ESPIRITO SANTO
Réu
GEDELTI VICTALINO TEIXEIRA GUEIROS
ANTONIO ANGELO PEREIRA DOS SANTOS
ARLINIO DE OLIVEIRA ROCHA
MARIO LUIZ DE MORAES
WALLACE ROZETTI
AMADEU LOUREIRO LOPES
ANTONIO CARLOS PEIXOTO
ANTONIO CARLOS RODRIGUES DE OLIVEIRA
JARBAS DUARTE FILHO
LEONARDO MEIRELLES DE ALVARENGA
CARLOS ITAMAR COELHO PIMENTA
SERGIO CARLOS DE SOUZA
JOSE ELOY SCABELO
RICARDO ALVIM MADELA DE ANDRADE
DANIEL AMORIM DE OLIVEIRA
DANIEL LUIZ PETER
PAULO PINTO CARDOSO SOBRINHO
WELLINGTON NEVES DA SILVA
URQUISA BRAGA NETO

Andamentos
13/05/2013 Autos concluso para despacho
10/05/2013 Autos recebidos em cartório VITÓRIA – 8ª VARA CRIMINAL
09/05/2013 Autos carga VITÓRIA – 8ª VARA CRIMINAL
09/05/2013 Processo Distribuído

CV.

fonte: http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2013/04/profetadas-e-revelagens-o-mal-esta-solto/#comment-53086

As 7 Regras do Abuso Espiritual

igreja cristã maranata1) Scripture Twisting (Distorção da Escritura): para defender os abusos usam de doutrinas do tipo “cobertura espiritual”, distorcem o sentido bíblico da autoridade e submissão, etc. Encontram justificativas para qualquer coisa. Estes grupos geralmente são fundamentalistas e superficiais em seu conhecimento bíblico. O que o líder ensina é aceito sem muito questionamento e nem é verificado nas Escrituras se as coisas são mesmo assim, ao contrario do bom exemplo dos bereanos que examinavam tudo o que Paulo lhes dizia.

2) Autocratic Leadership (liderança autocrática): discordar do líder é discordar de Deus. É pregado que devemos obedecer ao discipulador, mesmo que este esteja errado. Um dos “homens de Deus” de uma igreja diz que se jogaria na frente de um trem caso o “Líder” ordenasse, pois Deus faria um milagre para salvá-lo ou a hora dele tinha chegado. A hierarquia é em forma de pirâmide (às vezes citam o salmo 133 como base), e geralmente bastante rígida. Em muitos casos não é permitido chamar alguém com cargo importante pelo nome, (seria uma desonra) mas sim pelo cargo que ocupa, como por exemplo “pastor Fulano”, “bispo X”, “apostolo Y”, etc. Alguns afirmam crer em “teocracia” e se inspiram nos líderes do Antigo Testamento. Dizem que democracia é do demônio, até no nome.

3) Isolationism (Isolacionismo): o grupo possui um sentimento de superioridade. Acredita que possui a melhor revelação de Deus, a melhor visão, a melhor estratégia. Eu percebi que a relação com outros ministérios se da com o objetivo de divulgar a marca (nome da denominação), para levar avivamento para os outros ou para arranjar publico para eventos. O relacionamento com outros ministérios é desencorajado quando não proibido. Em alguns grupos no louvor são tocadas apenas músicas do próprio ministério.

4) Spiritual Elitism (Elitismo espiritual): é passada a idéia de que quanto maior o nível que uma pessoa se encontra na hierarquia da denominação, mais esta pessoa é espiritual, tem maior intimidade com Deus, conhece mais a Biblia, e até que possui mais poder espiritual (unção). Isso leva à busca por cargos. Quem esta em maior nível pode mandar nos que estão abaixo. Em algumas igrejas o número de discipulos ou de células é indicativo de espiritualidade. Em algumas igrejas existem camisetas para diferenciar aqueles que são discípulos do pastor. Quanto maior o serviço demonstrado à denominação, ou quanto maior a bajulação, mais rápida é a subida na hierarquia.

5) Regimentation of Life (controle da vida): quando os líderes, especialmente em grupos com discipulado, se metem em áreas particulares da vida das pessoas. Controlam com quem podem namorar, se podem ou não ir para a praia, se devem ou não se mudar, roupas que podem vestir, etc. É controlada inclusive a presença nos cultos. Faltar em algum evento pro motivos profissionais ou familiares é um pecado grave. Um pastor, discípulo direto do líder de uma denominação, chegou a oferecer atestados médicos falsos para que as pessoas pudessem participar de um evento, e meu amigo perdeu o emprego por discordar dessa imoralidade.

6) Disallowance of Dissent (rejeição de discordâncias): não existe espaço para o debate teológico. A interpretação seguida é a dos lideres. É praticamente a doutrina da infalibilidade papal. Qualquer critica é sinônimo de rebeldia, insubmissão, etc. Este é considerado um dos pecados mais graves. Outros pecados morais não recebem tal tratamento. Eu mesmo precisei ouvir xingamentos por mais de duas horas por discordar de posicionamentos políticos da denominação na qual congregava. Quem pensa diferente é convidado a se retirar. As denominações publicam as posições oficiais, que são consideradas, obviamente, as mais fiéis ao original. Os dogmas são sagrados.

7) Traumatic Departure (saída traumática): quem se desliga de um grupo destes geralmente sofre com acusações de rebeldia, de falta de visão, egoismo, preguiça, comodismo, etc. Os que permanecem no grupo são instruídos a evitar influências dos rebeldes, que são desmoralizados. Os desligamentos são tratados como uma limpeza que Deus fez, para provar quem é fiel ao sistema. Não compreendem como alguém pode decidir se desligar de algo que consideram ser visão de Deus. Assim, se desligar de um grupo destes é equivalente a se rebelar contra o chamado de Deus. Muitas vezes relacionamentos são cortados e até familias são prejudicadas apenas pelo fato de alguém não querer mais fazer parte do mesmo grupo ditatorial.

***Ronald M. Enroth, americano, sociólogo da religião, que escreveu um livro a respeito do abuso espiritual (Churches that abuse), após horas e mais horas de depoimentos de ex-membros da Jesus People USA, um grupo religioso dos EUA