Posts com Tag ‘acusações’

Um Pr me disse esta semana que houve uma reunião de coordenadores no PES e lá eles orientaram para que até as conversas telefônicas sejam discretas porque a igreja está sendo “monitorada”. Lamentável afirmação pois a palavra diz que onde há o Espirito de Deus, há liberdade. Neste caso acho que o Espirito deve estar se mudando de endereço. Enquanto não houver os devidos esclarecimentos para todos e de maneira transparente e que algumas pessoas construirem seus ninhos atrás das grades conforme manda a justiça, creio que não teremos a presença maravilhosa do Espirito Santo Consolador. Muito triste…
.
.
Cerca de 30.000 (trinta mil) documentos de fraudes foram entregues às autoridades onde se vislumbra um leque de crimes etc.

Delegacias especializadas estão apurando os fatos

Grupos de Promotores (Estaduais e Federais) investigam

Os esgotos estão sendo escancarados enquanto os Judas depejam penicos pelas janelas do palácio da rainha desfigurada (cuidado! não passe por aquela rua…).

Os poderes constiuídos pela Carta Magna para proteção da Sociedade estão vigilantes.

Pesadas sentenças virão e somente agora eles falam em “discreção”?

fonte: http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2012/03/o-clamor-publico/

Estou impressionado com um Pastor, daqui da cidade de Governador Valadares Minas Gerais, aliás não sei se esse senhor pode carregar esse pronome de tratamento “Pastor”, digo isso por se tratar de uma pessoa que não possui os padrões estabelecidos na Palavra de Deus. Fui ovelha e obreiro desse “pastor”, e muitas vezes ia na igreja para receber uma palavra de consolo, devido as dificuldades da vida, ao final de um dia de jornada de trabalho, antes eu ficasse em casa mesmo.

Ele que vou revelar o nome agora “pr” Antônio Prate, um homem que todos os dias reclamava que estava doente, que vivia por conta de remédios, poucas vezes ia ao culto, nunca nos incentivava ir ao maanaim, mas o pior era ouvir do meu “pr” “prate” assim chamado que no maanaim de valadares tinha “pastores que estavam envolvidos com negócios escusos, sociedades sujas, caixa 2, e eam os chefões.

Dizia que o Pr. Daniel Moreira tem participação em desvios de recursos da igreja, que o Pr. Toninho também era do bando, o “pr” prate ainda dizia: Eles não mechem comigo porque sabem que possuo documentos que os comprometem, se fizerem alguma coisa mando para o presbitério e para a polícia.

Ora que tristeza, trata-se de um cidadão que não tem carater, é tão bandido quanto os que ele acusa, porque se tiver um fundo de verdade o que não acredito que tenha, ele alimenta e se mantem no seu “cargo de pr” em cima de ameaças, falando isso para nós obreiros, que vergonha, numa noite eu e um irmão choramos em oração por conta do que o nosso “pr” prate nos falou no maanaim, coisas absurdas, e se ele tem tais documentos mesmo porque não apresentou até agora?

Quem concorda concorre no mesmo erro, quem oculta sabendo da verdade é bandido também, chega de ameaças contra os nossos Pastores, não toleramos de ímpios quanto mais dos “crentes”

Outro dia este “pr” subiu no púlpito da igreja e disse, no presbitério tem ladrões, o vice roubou, tem uma corja lá que tem que sair fora, todos ficaram pasmados, senhoras, jovens, adolescentes e crianças que não tem nada haver com isso. Mande alguém na igreja deste homem e voces vão conferir o que estou relatando.

Mas a conversa que corre entre os irmãos e a seguinte: não o tiram, não o afastam, porque devem ter mesmo rabo preso com ele.

Acho que esse assunto merece atenção do presbitério comissão o que for, mas o povo não pode pagar o preço por erros e distorções ou irresponsabilidade daqueles que deveriam levar as “ovelhas” á águas tranquilas, e não as abandonar no vale da sombra da morte.

Não relatei nem 5% do ja ouvimos deste “pr” prate, mas oportunamente farei novos comentários.

fonte: http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2012/03/estelionato-religioso/