seita maranata – para quem acredita no conto de fadas dos pastores da seita que a mafia que chefia essa seita (AINDA!!) foi inocentada, vem aqui a resposta: Tribunal de Justiça mantém denúncia contra membros da cúpula da Maranata

Publicado: 16 de julho de 2014 em Fatos obra maranata, Obra revelada
Tags:, , , , , , , ,

Tribunal de Justiça mantém denúncia contra membros da cúpula da Maranata

E esses homens que se apresentam como representantes do próprio Espírito Santo (somente esta mentira anti-bíblica já deveria alertar todos os seguidores de Jesus Cristo… Espíritos Santo em homens que representam Deus, está mais para macumba do que para seguidores de Jesus) mas voltando ao assunto… esses homens macumbeiros são culpados de crimes BEM PIORES que o Ministério Público do Espirito Santo acusa!! Sangue de inocentes que nem sabem da existência desta seita diabólica chamada de “Igreja cristã maranata” foi derramado! Derramado com ajuda do dízimo, do serviço “voluntário” e com a presença dentro desses templos do anti-cristo!

Oremos por essas almas perdidas entregas a satanás – ao senhor dessa obra!

E para os senhores e senhoras políticos que nesta hora estão caçando votos com o curral eleitoral da seita maranata como: deputada rosinha de adefal,  deputado Hely Tarqüínio, candidato a deputado federal João Almeida e outros, muitos outros, vai um recado:

PAREM DE USAR NOSSA FÉ COMO FERRAMENTA DE GANHAR VOTOS!

Sobretudo procurando voto numa seita criminosa!! Essa gente já sofre DEMAIS!!

ESTAMOS DE OLHO em vocês! Com cada voto ganho em cima desta seita perderão DOIS

Revista Fui!.page09

16/07/2014 – 20h13 – Atualizado em 16/07/2014 – 20h44

Eles foram responsáveis, segundo os promotores que assinam a denúncia, por crimes de estelionato, falsidade ideológica e outras fraudes

A denúncia feita pelo Ministério Público Estadual contra mais de 20 pessoas ligadas à cúpula da Igreja Maranata foi mantida pelo Tribunal de Justiça. A decisão foi unânime entre os desembargadores que compõem a Segunda Câmara Criminal.

O recurso feito pela defesa dos acusados havia sido apresentado após o juizado da 8ª Vara Criminal de Vitória ter aceitado a denúncia, dando início a ação penal. O Ministério Público aponta que os membros da cúpula da igreja integram uma organização criminosa especializada.

Eles foram responsáveis, segundo os promotores que assinam a denúncia, por crimes de estelionato, falsidade ideológica e outras fraudes, além dos crimes de descaminho, tráfico de influência, formação de quadrilha, enriquecimento ilícito, lavagem de dinheiro, crimes contra a fé pública e a ordem tributária.

“Aproveitaram-se da imunidade tributária garantida aos templos de qualquer culto para ludibriarem fiéis e devotos mediante variadas fraudes visando desviar numerários oferecidos para finalidades ligadas à Igreja em proveito próprio e de terceiros, pessoas físicas e jurídicas vinculadas à quadrilha”, diz o texto da denúncia.

As investigações feitas pelos promotores relatadas na denúncia apontam que doações, dízimo e contribuições oferecidos à Maranata eram utilizados por determinados membros para investimento em bens e vantagens particulares. O rombo causado aos cofres da igreja chegou a a cifra de R$ 24.823.688,19.

Para o relator do recurso feito à Segunda Câmara Criminal, desembargador substituto Fernando Estevam Bravin Ruy, “a decisão de recebimento da denúncia encontra-se devidamente fundamentada”, destacou.

Bravin, acrescentou ainda que “os fatos em destaque na denúncia são de extrema complexidade, uma vez que, além de se relacionarem a diversas pessoas que integravam as mais variadas hierarquias e funções dentro da Maranata, dizem respeito à utilização da própria atividade religiosa como enredo para a prática de crimes patrimoniais, tributários e contra a fé pública”, disse em seu voto como relator.

Ele foi acompanhado em sua decisão pelo desembargador Adalto Dias Tristão e pelo desembargador substituto Getúlio Marcos Pereira Neves.

O advogado dos denunciados não foi localizado ontem para comentar a decisão.

http://gazetaonline.globo.com/_conteudo/2014/07/noticias/cidades/1492526-tribunal-de-justica-mantem-denuncia-contra-membros-da-cupula-da-maranata.html

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s