maranata – ESTELIONATO ESPIRITUAL

Publicado: 12 de julho de 2013 em Fatos obra maranata, Obra revelada

ESTELIONATO ESPIRITUAL

O Código Penal brasileiro classifica o estelionato como crime econômico (Título II, Capítulo VI, Artigo 171).

Eis a sua definição:

 

“obter, para si ou para outro, vantagem ilícita, em prejuízo alheio, induzindo ou mantendo alguém em erro, mediante artifício, ardil ou qualquer outro meio fraudulento.”

 

Para a existência de estelionato, quatro requisitos são essenciais:

 

  1. 1.     obtenção de vantagem;
  2. 2.     causando prejuízo a outrem;
  3. 3.     para tanto, deve ser utilizado um ardil;
  4. 4.     induzindo alguém a erro.

 

Se faltar um destes quatro elementos, não se completa tal figura delitiva, podendo, entretanto, formar-se algum outro crime.

Golpes comuns enquadrados como estelionato: golpe do bilhete premiado e golpe do falso emprego.

O estelionato é crime de resultado.

É crime doloso (é aquele em que o agente prevê o resultado lesivo de sua conduta e, mesmo assim, leva-a adiante, produzindo o resultado), não havendo forma culposa.

 

Apesar de não existir nenhuma espécie de tipificação para o ESTELIONATO ESPIRITUAL, observemos algumas semelhanças entre a ação do PES da ICM e o crime de estelionato:

 

1.         obtenção de vantagem – nenhuma dúvida existe que um grande grupo de líderes (1º, 2º, 3º e 4º escalões, pelo menos) tem obtido toda sorte de vantagens. Estas vantagens não se limitam ao financeiro, mas também à posição eclesiástica, funções, favores, perseguições a quem se posicionar contra, etc;

 

2.         causando prejuízo a outrem – existe hoje uma multidão de crentes que se apresentam como “maranata”, mas que se encontram decepcionados com qualquer igreja ou denominação. A simples alegação de que “em todo lugar isto acontece” já é uma confissão deste fato. O prejuízo espiritual é imenso, pois se tornam distantes de Deus, não crêem naquilo que pregam, afastam-se, a cada dia, da comunhão. Conheço muitos que são os chamados ‘crente Gabriela’ (eu nasci aqui, eu cresci aqui, vou ficar aqui), mas na verdade estão a cada dia mais próximos do pecado e do mundo e, o que é pior, sem que vejam isto, nem tenham ninguém que possam, moralmente e espiritualmente, orientá-los. Os pastores estão de mãos atadas, e creio que alguns são sinceros, mas como dizer a um membro que esta, ou aquela atitude não é correta se eles podem retrucar dizendo: ‘e por que o senhor não diz isto ao líderes?’. O prejuízo causado é enorme e, temo, irreversível;

 

3.         para tanto, deve ser utilizado um ardil – esta é a pior das características. Primeiro, porque não estamos falando dos crimes (em tese), isto é com o MP e com a Justiça. Estamos falando dos aspectos espirituais; Segundo, porque ao longo do tempo estes ardis foram repetidos como um mantra (alavanca da mente). O mantra são orações repetidas que vão incutindo na mente das pessoas de forma que não se admite sequer questionar. O maior de todos os ardis foi desmascarado em uma gravação do líder maior da ICM, quando ele o compara à ave-maria. Outros ardis surgiram ao longo da história da ICM (meios de graça, mescla, ‘obra única’, etc.);

 

4.         induzindo alguém a erro – encerrando, uma multidão foi induzida ao erro. Até os que saíram ainda hoje estão sequelados. Querem mudar, esforçam-se para isto, conseguem mudar, mas fica por muito tempo aquela ideia de: ‘será que é isto mesmo?’; ‘nós aprendemos… ’. A verdade é que não aprendemos, ao longo de muitos anos, nada sadio. Acreditamos em homens falsos e imundos, verdadeiros hipócritas. As doutrinas incutidas em nossos corações e mentes não possuem respaldo bíblico e para serem sustentadas precisam de um verdadeiro passeio em uma imensidão de versículos e livros diferentes (por que os dons estão todos reunidos em um só lugar, o fruto do Espírito está em um só lugar, os ministérios estão alinhados em um só lugar, os 10 mandamentos estão em um só lugar e NÃO EXISTE NENHUM LUGAR DA BÍBLIA QUE FALE EM MEIOS DE GRAÇA? A Bíblia fala em Efésio 2:8 em MEIO DE GRAÇA (singular) e informa ser este a FÉ). O pior é que tais erros continuam iludindo as pessoas. O maior de todos os ERROS (não confundir com o maior dos ardis) é acreditar que fora da maranata não tem salvação, como se salvação fosse uma exclusividade da citada instituição. SALVAÇÃO SÓ EM JESUS!

Comentario de um servo de Deus!

maranata - contra fatos nao ha argumentos

maranata – contra fatos nao ha argumentos

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s