igreja maranata – fundadores da seita maranata – o fundador mental jim jones e o maçon gedelti gueiros

Publicado: 10 de janeiro de 2013 em Fatos obra maranata, Obra revelada
Tags:, , , , , , ,

Os fundadores da seita “igreja cristã maranata”:

fundador mental das doutrinas da maranata  - o "pastor da morte" jim jones

fundador mental das doutrinas da maranata – o “pastor da morte” jim jones

Principal fundador e ex-presidente da maranata - maçon gedelti gueiros

Principal fundador e ex-presidente da maranata – maçon gedelti gueiros

 

 

 

 

 

 

 

 

A liberdade religiosa no Brasil nos levou para uma zona cinzenta e perigosa. Assim como numa anarquia a democracia não sobrevive. Não se deve confundir liberdade com liberalidade. Viver democraticamente exige regras e limites do contrário a sociedade corre enorme perigo.

Vejamos uma seita onde as pessoas cantam com seus filhos músicas melodiosas onde elas renegam o mundo, ou seja a pátria Brasil e toda sua existência terrestre.

A crença e os valores dos seres humanos são válidos se os mesmos são saudáveis, úteis para o desenvolvimento de cada qual e da coletividade.

O fundamentalismo religioso não só atrasa inúmeras nações, como ameaça o mundo com bombas atômicas e extermínio de pessoas por sexo ou comportamento.

O Brasil com uma Constituição Federal das mais avançadas do mundo, está vulnerável a proliferação de todo tipo de abusos aos direitos individuais e coletivos.

O trauma dos regimes ditatoriais fizeram profundas feridas em nossas mentes quando o assunto é regular alguma atividade. É preciso entender a existência do abuso de liberdade. Este existe quando é colocado em risco vidas, a saúde, a nação, independente da existência de um fato. Mas detectar antes da ocorrência de danos graves coletivos ou individuais.

Uma pessoa desempregada, abandonada ou atravessando uma crise emocional ou física com a saúde comprometida, pode ser uma presa fácil para um sistema religioso ora em vigor no Brasil onde tudo é aceito e as Instituições por razões convenientemente políticas espera algum grave acontecimento para imprimir uma Lei como resposta a tragédia.

Todos os mais absurdos atentados contra a sociedade poderiam ser evitados se um estudo prévio sobre riscos à coletividade fossem analisados.

A Igreja Cristã Maranata aproveita como muitas outras seitas e religiões fazem no Brasil o que bem entendem. Inúmeras denominações são abertas do dia para noite usando a Bíblia para fazer um serviço socialmente útil aos aflitos. Entretanto a falta de um Código de Ética e conduta algo que imponha limites torna alguns lugares potencialmente perigosos as pessoas, famílias e a sociedade.

Vejamos por exemplo: Pela letra de alguns hinos apresentados aqui verificamos a negativa total a vida neste mundo. Fala-se em sangue, sacrifício e oferecer a própria vida daquela crença.

Imagino quantas pessoas não tiveram problemas sociais, emocionais e inclusive doenças graves e morreram diante de uma fragilidade onde sua mente foi afetada e seu corpo também.

A Psicossomática encontra pacífico entendimento de que a mente estando sã o corpo também estará. De outro modo, mente doente corpo doente.

Não preciso dissecar a Igreja Cristã Maranata e outras denominações para identificar práticas as quais colocam em risco o indivíduo, a coletividade e o Estado.

O custo para o país ainda não é nada se comparado ao comportamento dos membros de uma Igreja que espera o fim do mundo e a morte como sinônimo de salvação.

Em nome da democracia peço licença para expor respeitosamente minha opinião diante de todos os membros desta Igreja, ora chamada de Seita.

É um direito de cada um acreditar ou não nas crenças religiosas as quais se identifica, ou mesmo optar pelo triste caminho do ateísmo. Entretanto, precisamos logo observar a nocividade de doutrinas as quais dizem que o mundo vai acabar e fazem desta acertiva um conceito para suas práticas.

Acredito particularmente na segunda volta do Senhor Jesus Cristo, pois acredito na Bíblia e em seus milenares registros. Por outro lado estudo, trabalho e faço o melhor para ser um bom brasileiro e um bom cidadão.

Aqueles que afirmam abusivamente em afronta a bíblia de que tal acontecimento pode ser agora ou a qualquer momento (“Daquele dia e hora, porém, ninguém sabe, nem os anjos do céu, nem o Filho, senão só o Pai”. Mc 13:32; At 1:7), incorrem em possível heresia no aspecto cristão. Saindo do lado espiritual, estas pessoas podem colocar em risco a própria vida e a de incontáveis multidões.

Se não vejamos; se para os membros da Igreja Cristã Maranata Jesus vai voltar a qualquer momento, pois já tocou a última trombeta na opinião deles. As pessoas debilitadas e vulneráveis vão viver de modo a não mais se preocupar com seus problemas. Eles se avolumam e assim os problemas tornam maiores. Por outro lado o zelo pela saúde torna-se menor. O empenho em estudar e trabalhar fica sem sentido. Os mais jovens na igreja devem sofrer diante deste paradoxo. Como a mesma está nas mãos de pessoas com mais idade, algumas com graves problemas conforme mostra a imprensa. Invocar pecaminosamente o nome do Salvador para ele vir logo é covarde, nocivo a sociedade e ultrajante a fé cristã.

Os membros da Igreja Cristã Maranata os quais convivi por mais de 10 anos não são estimulados a ter preocupações ambientais. Muito pelo contrário, nos Manaains (sítios onde ocorrem encontros religiosos) é comum verificar desvios de cursos dagua e outras agressões ao meio ambiente. Muitos pastores debocham quando um jovem demonstra sua educação preservacionista. Eles ensinam que isto tudo vai ficar aí, e logo a Igreja será arrebatada. Não falo das instalações do Manaaim, pois ninguém investe dinheiro para ter de refaze-las ou receber uma multa ambiental pesada. Mas o dia a dia, a manutenção a preocupação em preservar as matas ciliares e ensinar os membros a fazer é óbvio que a Igreja está se lixando para isso. A preocupação da Igreja com o meio ambiente é mais administrativa, mais temerosa com o custo em dinheiro que uma multa pode resultar do que com a educação dos membros para em suas comunidades defenderem o país e o planeta.

Se o mundo vai acabar, ou seja se a Igreja Cristã Maranata será arrebatada e muitos serão levados para a eternidade salvos deste mundo mal, como afirmam. Por qual motivo um membro desta denominação vai mudar seu comportamento com o meio ambiente, com o país.

Não incomum são profissionais de baixa qualificação, estudantes limitados, pessoas sem muita perspectiva na medida em que envolvem com a doutrina Maranata.

Os adultos entendem que a morte torna-se algo bom e a esperam brevemente.

O SUS Sistema Único de Saúde acaba pagando uma conta salgada na proporção do número de fiéis desta igreja na fase adulta ou na terceira idade.

A doutrina do fim do mundo é tão nociva e perigosa, deixando uma enorme interrogação sobre o que uma pessoa pode fazer diante do ódio estimulado as coisas deste mundo. Em muitas pregações assim como nas letras dos hinos é claro o incitamento a exclusão total de tudo que não seja a Igreja. O mundo tornou-se para a Maranata o grande inimigo. Ela interage com ele conforme seus interesses financeiros e de sustento. Mas em suas igrejas e Manaains o mundo é o grande satã.

O fundamentalismo cristão existe, mas aqui ainda não pregam ainda abreviar a espera do Salvador com mártires e suas bombas e atentados.

Por outro lado o terreno fértil para o surgimento de atentados não só ao meio ambiente mas as coisas consideradas impuras, inimigas da fé é extenso e profundo.

Uma pessoa que tem coragem de desviar dízimos aos milhões e milhões, ao perceber o fim de sua receita pode ter em mente algumas saídas. Especialmente se a doutrina e promessas não se cumpriram por quase meio século.

Não seria honroso o desligamento, pois o afastamento é humilhante ao coração vaidoso do imperador, o qual sofre diariamente em ser ou não ser mais quem era. O desprestígio tornou-se uma dúvida. As estatísticas não são mais confiáveis e o volume de arrecadação segue em queda.

A mentira descoberta ou no limiar de ser desmascarado e tratado como um líder ordinário com riscos reais nas ruas de sofrer um atentado. Faz borbulhar numa mente autoritária e mesquinha um plano onde se torna vítima de sua própria inverdade. É quando passa-se a acreditar no que foi inventado e repetido milhares de vezes.

Os Manaains não são mais locais seguros para estar, alimentar-se e dormir.

Estão deformando brasileiros. Eles só pensam na eminente hora da partida. Não leem a bíblia, não a conhecem, eles usam somente a bíblia.

Crianças pequenas apreendem a doutrina da morte a qualquer momento, ou do arrebatamento.

Tragédias são comemoradas pelos mais radicais, como castigo divino ou sinal da partida.

Muitos estão deprimidos, desempregados e só não falam em suicídio pois Jesus está chegando.

Mas se demora o que vai acontecer.

Ultrapassaram todos os direitos de exercer a livre e plena liberdade religiosa. Estão aptos a fazer o mal a todos e a si mesmos.

São doutrinados a viver para a igreja, a ter amizades só dentro da Igreja a votar só nos candidatos da Igreja (ferindo a Lei Eleitoral a cada eleição) Pela igreja não existe pecado. Ir para o exterior e trazer equipamentos eletrônicos não é pecado.

Eles são incitados a odiar as outras religiões, fazem piadas com os nomes das denominações, animam suas pregações com este tipo de intolerância arrancando gargalhadas ao ridicularizar os líderes e suas respectivas igrejas.

Por isso jamais você irá ver a Igreja participando de um ato ecumênico em lugar nenhum do Brasil e do mundo.

Se um membro não faz tudo que eles mandam, sofre Bullying, humilhações durante os cultos ou Mannaains. É comum de público um pastor humilhar um membro diante de centenas ou milhares de pessoas, por causa de uma determinada falha ou fraqueza.

Mas quando um ungido ou pastor erra, eles escondem para preservar a Igreja.

Muitas pessoas estão sofrendo uma verdadeira lavagem cerebral e prontas a atender vozes de comando. São estimuladas a ouvir vozes. E muitas afirmam ouvir tais vozes.

A medida que as coisas não saem bem para os Maranáticos a sociedade brasileira pode preparar-se. Pois em cada ponto deste país onde existir um fanático desta Igreja, não haverá bandeira nacional, nem pátria. Tudo que eles querem é que jesus busque a Igreja hoje se possível.

Chegou-se a tal ponto esta religião em 2012 devido a falta de limites. Acredito que muitas outras também desdenhem das leis e pecado seja não seguir a igreja tal como um império paralelo.

Traficantes, terroristas, corruptos, homicidas e todo tipo de mau elemento estão infiltrados nestas denominações. Entretanto eles não as usam, mas podem ser usados.

Não é incomum ver Igrejas abertas em locais dominados pelo tráfico de drogas ou frequentada por fugitivos do sistema penal. Os pastores são orientados a compor e dar-se bem com estes elementos.

Em algumas Igrejas eles são recebidos com respeito durante os cultos. Lembro-me bem de um pastor falando com orgulho por ter conhecido um determinado bandido de alta periculosidade.

A corrupção dos valores é altamente nociva aos jovens as crianças.

O problema da Maranata é igual de muitas outras denominações religiosas.

O Brasil precisa encontrar um Código de Disciplina e Ética para conduta religiosa. Onde não podemos aceitar igrejas com conceito destrutivo em suas doutrinas. Seria um avanço para o país e todo mundo.

Tocado pelos recentes escândalos envolvendo a cúpula da Igreja Cristã Maranata, venho
Explicar a todos como é esta seita a qual muitos chamam de igreja ou obra.

O ENVOLVIMENTO E A HERESIA A SERPENTE SE ENROLA.
1. Quando você é convidado insistentemente, o membro o faz pois dele é cobrado esta atitude. Ou muitas vezes dependendo do pastor de sua unidade (ministério), o membro sente no ápice de seu fanatismo converter todos a Igreja, como se membro dela for, será salvo. Sendo que a verdadeira salvação está somente em Jesus Cristo para quem deseja ser cristão e ler a bíblia.

A mistura Igreja Cristo Espírito e Deus é tamanha, a ponto de muitos acreditarem que estão na casa do Altíssimo, ou aquela é a obra verdadeira, revelada, autentica da trindade.

UMA VIDA VULNERÁVEL – A HORA DO ATAQUE.

2. Você quando está passando por um momento delicado emocionalmente, por ter tido uma perda de um amor, um familiar, emprego ou atingido por uma doença, violência. Torna-se presa fácil para um membro da Igreja o qual sabe dizer o seguinte: “- Vamos no culto hoje (todos os dias têm, menos sexta feira misticamente), você vai receber uma benção, quem sabe o senhor fala com você.
A BUSCA DO CULTO PROFÉTICO– A SERPENTE AGE NO CAMARIM

3. Antes de começar o culto, por volta das 19hs um grupo se reúne em um dos quartinhos ou cantinho da Igreja Maranata e faz uma reza repetida “clamor pelo sangue de jesus”. Se não fizer assim, alguém manda repetir. Aí a pessoa pede que os membros ali reunidos possam ser alcançados com dons espirituais. Cada um faz uma prece neste sentido. Quem dirige, em geral o que puxou as rezas pergunta se alguém teve algum dom. As vezes o pastor chega faltando minutos para o culto começar e interrompe todos e pergunta dos dons, organiza quem vai conduzir o culto, a pregação “a palavra” ele vai entregar, e os hinos de clamor já escolhe. Em 1 minuto o tal culto profético está revelado. E dizem que é a direção espiritual da igreja. É um show de heresias e blasfêmias. Quem entrou não pode recuar. Quando existem dons e mais tempo o teatro é maior. Os irmãos e irmãs começam a ter visões quase sempre as mesmas variando de lugar para lugar. Mas sempre são símbolos. Como se o deus dali não soubesse falar contigo e desse sinais enigmáticos os quais alguém faz a revelação que desejar. Por exemplo. Uma senhora da Igreja Maranata via que entrava ali naquela noite uma mulher com os cabelos desarrumados, mas ela via um anjo que passava óleo para untar seus cabelos. Detalhe do dom de visão era uma mulher. O dirigente pergunta, mas era de que idade. Tem de dizer. As vezes a pessoa dizia, não sei mais é a fulana de tal. Antes dela entregar este dom eles rezam de novo e abrem a bíblia. Quanto mais bíblias para serem abertas e os olhos ou dedos apontar um texto maior probabilidade de ser positiva, sim ou amém. Ou seja, a confirmação que o dom é do deus Maranata, que eles chamam de espírito. Ai o outro participante diz, irmão tenho a revelação para este dom. Aí a pessoa diz, olha a mulher e os cabelos são os pensamentos desalinhados, o óleo é o azeite é o espirito, e os pensamentos serão alinhados. É alguém com ideias erradas. Pronto se houver mais dons simbológicos eles vão repetindo até dar a hora do culto. O momento mais constrangedor é quando é preciso escolher quem vai conduzir o LOUVOR, ou seja, fazer o CLAMOR e apresentar os hinos até a entrega da pregação DA PALAVRA. Se a igreja for grande é o pastor, se é uma igrejinha de baixo dízimos e frequência é assim. O fulano que não gosta do beltrano diz eu tenho um dom. Faz a reza de novo, abre a bíblia, ver se é sim ou não e pergunta se o dom provém do deus espiritual da Maranata. Ai ele aponta para o outro, ele está com a palavra. O outro retribui eu também tenho um dom. E mais reza. Abre a bíblia ver se é sim ou não. E ele diz o beltrano com louvor. As vezes dá briga, principalmente quando um diz, este texto aí que saiu é negativo. Fala de judas escariotes. O outro vira e fala. Mas é amém, pois houve vitória contra ele.
4.
CULTO PROFÉTICO- A SERPENTE ENTRA EM CENA- O GRANDE TEATRO

5. Com um preparativo, busca conforme acima, não precisa dizer que as DOUTRINAS ditas da igreja Maranata: LOUVOR REVELADO, CULTO PROFÉTICO, CONSULTA A PALAVRA. A bíblia textual é usada mas não aplicada. Eles dizem o seguinte: “ a letra mata o espírito vivifica” (ver 2 coríntios 3-4-5-6). Com um fragmento de uma carta aos Coríntios a serpente faz a doutrina na enganação, assim como no deserto com o Senhor ao usar a palavra para tenta-lo. Se a letra mata, seria deduzível dizer que a bíblia neste ponto é morta se o espírito lhe toca. Os bastidores deste culto você não viu, mas eu pude assistir milhares de vezes, brigas, disputas, mentiras, fantasias e até falta de revelação, pois ninguém teve dom algum. Assim se verdade fosse a doutrina Maranática de Louvor revelado (hinos que vão tocar), Culto Profético (trazido pelos céus) Consulta a Palavra (fragmentos e não textos levados conforme a conveniência de quem os lê e interpreta). Sendo que boa parte é de baixa escolaridade. Vai começar o culto da mentira, pois nada foi verdadeiro desde sua busca.

6. O irmão (sempre homens na Igreja Maranata) escolhido no quartinho, se ajoelha, é preciso ser atrás do púpito (objeto sagrado) virado para ele e com microfone ligado ele faz a mesma reza idólatra. Clamamos pelo poder do sangue de jesus………Aí entra o louvor (hino), são os hinos das primeiras páginas da coletânea chamados de “hinos de clamor” poucos por sinal. O grupo de louvor dependendo do porte da igreja pode ter muitos instrumentos, inclusive bateria, contra baixo, guitarra. E a Igreja canta aquele lindo e romântico hino amoroso. O irmão que está no púpito então pede uma palavra de glorificação. Aí começa mais uma reza pelo clamor do sangue….e tal e nós te glorificamos e a igreja toda grita aleluias, cada qual mostrando sua potente e ousada corda vocal e hipocrisia. E toma mais um hino, louvor revelado no quartinho. E as irmãs cantam e os varões (homens também) são estimulados. Ali mocinhas de mini saias justinhas já despertam olhares das senhoras obesas e dos varões mais atentos. O decote, os cabelos, as maquiagens, um espetáculo para agradar o rei da mentira. Eu vi em dezenas de cidades por onde passei as paqueras nesta hora de louvor.

7. Após várias glorificações em vão, acompanhadas de gritos e ridículas exaltações as quais servem para glorificar o próprio eu, a vaidade dos que fazem em voz alta suas palavras como os hipócritas para todos ouvirem. Mais um hino revelado naquele quartinho ou durante o culto, pois não deu tempo. E sobe o pregador, o homem da palavra. O pastor, ou escolhido para deixar uma palavra para a Igreja.

8. Ele sauda a igreja com a mais fingida e mecânica “a paz do nosso senhor Jesus Cristo” Todos ficam em pé para ler a palavra por este homem escolhida conforme o que ele ouviu no quartinho. Aí ele lê qualquer parte da bíblia para encaixar no dom da mulher descabelada. É fácil.

9. Ele faz uma oração a qual pede uma revelação sobre esta palavra. Aí a heresia e a blasfêmia enojam. Pois ele vai filosofar com a palavra e em nome do santo espírito. E pede para que se fale com ele no nome do salvador. E manda a igreja sentar.

10. Ai começa o espetáculo da cobra. Ele vai enrolando dando voltas sobre o pedaço do texto que leu até começar a divagar. E assim ele vai com aquele recorte de bíblia construindo a historinha a qual desejar. Ele diz que a igreja está pensando em pecado. Até aí quem não acertaria. Com aquelas jovenzinhas. As irmãs gordas de saião gritam aleluia! E segue a pregação “Estes pois são os nomes dos filhos de Israel, que entraram no Egito com Jacó; cada um entrou com sua casa”. Irmãos e Irmãs nós saímos do Egito não podemos voltar para lá. Estas maquiagens pesadas, estas vestes, que o mundo usa são pura artimanha do adversário para nos levar de volta ao cárcere. Mas o senhor venceu tudo isso por nós. E as mocinhas hipócritas gritam com as gordas e os varões olhudos: aleluiaass, oh glória. Um grita mais alto uma palavra de exaltação, a igreja entra em ebulição. O caldeirão está fervendo.

A SERPENTE FALA

11. E começa então um varão na frente ou no meio da igreja uma varoa a falar sílabas repetidas. Parece índio, um dialeto de duas sílabas que altera apenas o ritmo.

12. O pastor ou alguém da congregação começa a falar como se fosse deus. E diz que aquela igreja é dele. “ Minha amada igreja, aqui é o seu deus que fala contigo”…Dependendo de quem fala vai com erros de concordância daquele mentiroso. Vê se o altíssimo falaria com erros de português. Nem em centro espírita é assim. Na Maranata falam com a voz normal, se não diz que é deus você pensa que é o zé aquele ex traficante que matou dois e agora fala como se fosse deus. Mas é a mentira, a serpente. Ele entrega a profecia que uma pessoa aquela noite será curada. O descaramento chegou a tal ponto, que se realmente alguém for livrado da morte ou curado e contar para o pastor, ele vai duvidar do milagre. Já vi pastor da Maranata em dúvida se o que aconteceu com aquela pessoa era milagre ou não.

“Nesse tempo muitos serão escandalizados, e trair-se-ão uns aos outros, … em todo o mundo, em testemunho a todas as nações, e então virá o fim. … e farão tão grandes sinais e prodígios que, se possível fora, enganariam até os escolhidos”. (Mateus 24)

Estas encenações, pois jamais o altíssimo falaria “pobremas das igreja” e nem em línguas indecifráveis, a não ser para o profetino daquela noite.

13. O Senhor é traído neste tipo de culto falso, ardiloso, egoísta, onde as pessoas vão em busca de respostas para si mesmas. Ali elas são usadas ou se deixam usar. É pecaminosa a maneira como os Maranáticos não enxergam o anti cristo, as práticas anti bíblicas praticadas diariamente. Eles afirmam categoricamente que é chegado o momento a última trombeta já tocou para a Igreja ser arrebatada e deixar este mundo que não presta. Estas pessoas sujas. MARANATA ! (“ Mas daquele dia e hora ninguém sabe, nem os anjos que estão no céu, nem o Filho, senão o Pai”. Mc 13:32)

14. Se o próprio senhor deixa claro na bíblia que nem ele, nem os anjos sabem o dia. Como os maranáticos sabem? A resposta é que na Igreja é uma divindade com seus profetas. As revelações do presbitério estão acima dos dons espirituais, assim como as do pastor. Ou seja, deus fala nos cultos e nas reuniões deles, segundo é visto e dito nos Manaains (seminários mensais para falar sempre dos mesmos assuntos de maneiras diferentes em sítios distantes da cidade).

15. Conhecemos a árvore por seus frutos. O que temos colhido desta árvore chamada Maranata? Para os que lá alguns prodígios são de deus. Aos mais observadores existe mais mal do que bondade. Imagine um pastor chegar a esta conclusão com muitos anos de igreja. Muitas pessoas foram humilhadas, escorraçadas, exploradas nesta obra por orientação. Muitos casamentos foram desfeitos, namoros interrompidos, estudos comprometidos e até trabalho abandonado por orientação ou dedicação total a Maranata.

A SERPENTE VAIDOSA

16. O profetino ao dizer palavras genéricas as quais caberiam em qualquer situação, tipo, meus amados, eu sou deus, falo convosco, quero dar uma benção, quero dar um livramento, quero mostrar que vou estar nos lares de vocês etc.. Ele não é DEUS, e nem é uma manifestação tal como moiseis experimentou. Estes acontecimentos são repetidos dependendo da área da Igreja, e do ministério. Ou seja, não existe um padrão. Mas nos Manaains é impossível não acontecer do deus da Maranata aparecer e falar através de um profetino. Ninguém vê a sarça arder. Mas o pecado é imensurável.

17. Ao terminar, o grupo de louvor (as mocinhas e rapazes) tocam um hino inspirado conforme as palavras. Encaixa como um DJ faz de acordo com a festa. Poe um tema apropriado e a igreja emocionada ferve.

18. Então o pregador, no púpito com todos de pé complementa dizendo que naquela noite houve um dom que uma mulher entraria com os cabelos desarrumados. É um tal de passa a mão e coça a cabeça. E um anjo derramaria óleo para alinhar seus cabelos. Arrumar seus pensamentos. Então que todos tenham bons pensamentos. Todos fecham os olhos obedecendo o comando deste pregador e ele entrega o culto com as bênçãos e as consolações do espírito do deus daquela igreja em nome de JC, amém.

19. Agradece a todos e dá último aviso, explica como a pessoa a qual precisa de oração deve fazer.

20. Tudo ocorre em 1 hora conforme orientação do presbitério. Mas alguns pastores levam o culto por 2 horas indo até 21h30, o que cansa a Igreja. Já que todo dia as pessoas precisam ir ao culto.

21. Os irmãos diáconos, obreiros começam a dar assistência, enquanto o pastor pode ficar assistindo de pé do púpito ou dependendo da sua simplicidade ele vai orar com as pessoas ou ouvir reclamações.

A ONDE ESTÁ DEUS?
O meu resumido relato é o que ocorre todos os dias nos cultos da Igreja Cristã Maranata. Procurei descrever uma situação comum, mas varia de acordo com a Igreja e o pastor. Nas mais bem frequentadas, geralmente por pessoas de alta escolaridade, estas manifestações não são comuns. Entretanto nas mais humildes elas são quase cotidianas.
A onde está Deus? O primeiro e maior de todos mandamentos (Amarás ao Senhor teu Deus de todo o teu coração, de toda a tua alma, de todo o teu entendimento e de todas as tuas forças. ( Marcos 12:30 ). Ora, é claro o pecado contra a Deus e seu santíssimo espírito. A enganação no chamado momento profético foi uma grande mentira consentida pelo Presbitério, por ser ele quem dá as orientações e diretrizes para a Igreja. O pastor responsável, ungido, diáconos e membros idem.
Eles sabem que não é Deus quem fala. E por qual motivo permitem esse teatro. Quem é o pai da mentira se não o diabo. “O diabo é o pai da mentira” (João 8:44)
Quando mentem sistematicamente na Igreja estão servindo a quem?
É mentira no Manaaim, nos cultos, na assistência em tudo. A Obra em primeiro lugar.
O desvio de 20 milhões de dízimos segundo investigação das autoridades na sede da Igreja em Vila Velha ES, é a prática do mal. Este dinheiro é de pessoas humildes, pobres em sua maioria, muitas se privaram de muitas coisas, até remédios e tratamentos médicos para dizimar. Quem não dizima, não vira diácono e nem chega a ser pastor. Então é a paga por um sistema corrompido, mentiroso da revelação para levantar pessoas no meio da Igreja para ocupar cargos.
As Igrejas da Maranata são varandões de telha aparente em sua grande maioria, ou instalações em lojinhas pobres nas periferias das cidades. Podendo arrecadar dízimos ali para pagar o aluguel, tendo perspectiva de crescimento, eles abrem pontos de pregação. Tem de dar lucro. Ninguém é remunerado, nem pastor. Mas o Presbitério é investigado de desvio de 20 milhões de reais.
O Pr Gedelti Gueiros sempre esbravejou com as ovelhas e pastores sobre qualquer tema. Ele é alterado facilmente, pessoa de temperamento vaidoso e difícil. Começa falando manso mas logo mostra a cólera a qual o acompanha. Ele ameaça a todos dizendo “ai daquele que falar mal desta obra…ai…eu vi corpos sendo devorados por bichos, o sujeito estava ali apodrecendo a dias, que morte horrível, tudo por abrir a boca para falar da obra, outro foi morto a bala, outro de câncer, coração, acidente de carro…É voz que clama no diserto (sic)”. Assim, o Espírito Santo se vê obrigado a ir embora porque Ele não habita em templo sujo (I Co 3:16,17; 6:19

Se o presidente da Igreja afastado devido aos escândalos, por quase toda a existência da Maranata esteve no poder esta inflamado com este estado de ânimo, eu pergunto a onde está Deus? Este homem dava ordens, orientava o presbitério, pastores, era o verdadeiro cabeça desta igreja. Ele se fazia de interlocutor, como o profetino, entre o céu e a terra.
Até na arquitetura de algumas igrejas ele se metia, e dizia, foi revelação.
Um membro de alguns anos sabe perfeitamente quem é o pr Gedelti, qualquer pastor desta igreja o teme, pois ele pode arruinar a vida pessoal se quiser do indivíduo.
Por ser uma Igreja totalitária, fundamentalista e mística. Basta uma ameaça de que a vida da pessoa vai ser arruinada, que ela vai morrer, ou mandar isolar a pessoa sem falar com ela. É uma das práticas mais cruéis e medievais adotadas dentro desta Igreja. O maquiavelismo, obra de satanás, está presente em vários lances internos.
Mas Deus a onde está? Está nas falsas pregações, nos falsos profetas e seus cultos inspirados pela imaginação e conduzidos pela vaidade humana.
O pr Gedelti não conta o número de pastores mortos em acidentes de carros, ônibus indo para os Manaains. Outros, assassinados ou envolvidos com drogas. Sem contar nos acometidos de câncer e doenças cardíacas e psíquicas. Muitos só dormem com tarjas pretas e vão a psiquiatras com certa frequência. Alguns arrumam amantes e deixam a Igreja, outros ficam para maltratar as irmãs descontando a infidelidade de suas próprias esposas. Existe uma, mulher de um pastor o qual é bissexual. O fato vexatório é de conhecimento da igreja. E lá durante os cultos ele quer dar uma de macho, moralista e dá cajadada na Igreja.

Você não precisa disso? Ninguém cai de um lugar tão baixo. Você se eleva ao sair. Pode ter certeza.

MANAAINS O PERIGOSO CONFINAMENTO

Os Manaains são locais perigosos em potencial (pode ocorrer envenenamento em massa). Se morrer alguém da sua família enquanto você estiver lá, ou acontecer algo. Não terá como ninguém entrar para lhe avisar. Você não poderá voltar, pois o ônibus só deixa o local no dia programado. A comida de quartel é feita no mesmo refeitório. As acomodações são de desabrigados. Por mais de 40 anos a Igreja prega o arrebatamento, e que o mesmo está próximo. Em sua doutrina fúnebre, mais uma vez a morte entra em cena para aterrorizar desta vez a pessoa que não vai aos Seminários, são mensais e da seguinte forma: principiantes (para quem está conhecendo a Igreja) 1º ao 7 º período (o último em Domingos Martins ES com Gedelti e seus seguidores). Nestes Seminários você verá um grupo musical mais encorpado cantando os mesmos hinos da Igreja mas com um número maior de instrumentos. As aulas são sempre sobre os mesmos temas mas com abordagens variadas, assim você sabe da mesma história mas contada de um jeito diferente. Eles chamam de revelação. Ocasionalmente o Presbitério solta uma nova revelação e surge um entendimento sobre os lábios em Cantares. Muitos pastores são treinados em falar para o público com truques de palestrantes, como quebrar o gelo, dominar a plateia, oratória e etc. Alguns são especialistas em fazer piadas. Geralmente com as irmãs que perderam a benção e estão encalhadas, mas em breve vão conseguir um varão. Ou piadas sobre o Papa da Igreja Católica, com “aquele seu chapeuzinho”, figura simpática (fala com sarcasmo Pr Gedelti). Falam da santinha. A Maria…é ela mesmo…. e fazem todos rirem. Debocham, é um show man.
Falam das Igrejas as quais crescem levando os membros, e atacam elas dizendo. Olha você vai e depois vai se arrepender e volta. Pois todos voltam. Aqui você não vai ver isso e aquilo, aponta os defeitos da denominação evangélica. Falam barbaridades do pastor celebridade da televisão.
Proibem as pessoas de filmarem no Manaaim, mas graças ao celular tudo isso está registrado. E coisas piores, as quais não convém para não criar uma guerra de Igrejas.
Mas nenhuma presta, só a Maranata. Tanto é verdade esta afirmativa, basta experimentar aquele maranático que vive te enchendo para ir na Igreja dele, experimenta dizer que você só irá depois que ele for na sua, e diz que irá contar para o pastor dele. Pois é capaz dele ir escondido, já que a mentira é grande por lá.
Os pastores professores são orientados a mexer com público, ouvem aulas gravadas os mais neófitos, para falar igual ao pastor fulano de tal. E dar a aula igualzinha.

Pastores se engraçando com senhoras, jovens, orientando os rapazes solteiros a se masturbar para aguentar a casar virgem. Quantas vezes assisti tal constrangimento.
As irmãs paquerando homens casados com olhares sedutores. Mas com medo, pois sabem que a descoberta seria banco, cassação de seu cargo. Quantas flertaram mesmo sendo casadas e cometeram adultério por várias vezes até cair em si. E estão dentro das Igrejas.
Tais coisas ocorrem por causa do homem que não devemos olhar. Mas como não olhar se ele nos atrapalha, entra na frente, não nos deixa ver Deus.
Só faltava ser erro de Deus. O pecado está na mais hipócrita das Igrejas neoevangélicas pentecostais a santinha Maranata por muito tempo. Nunca imaginei que eles não acreditassem em Jesus Cristo e Deus. Mas entendo perfeitamente. Se não fosse o deus Maranata o qual é o dono desta obra, é este espírito que dá 20 milhões ou 300 milhões tanto faz. Mas é o mesmo que faz sofrer membros por todos os cantos por sentirem enganados. Mas eles se enganaram o tempo todo com a mentira.
E a mentira é a filha do adversário de Deus. A mentira é tudo dentro destas igrejas. É a mentira de sentimentos, de dizer que vai orar pela irmã, de que vai ler a bíblia. Mentirosos. Eles não conhecem a bíblia (raras exceções). Quem conhece chegou na Igreja de outro lugar já conhecendo.
Na Maranata lê pedaços de bíblia ao acaso, no abrir e fechar do livro, para tirar a sorte, chamada de consulta a palavra, ou bibliomancia.
Os seminários de Manaaim são com curtos textos da Septuaginta.

Como deixar a Maranata e ser feliz

Só existe uma forma de deixar esta igreja, é fazendo escala em outra. Se você sair e ficar em casa, com tempo vai sentir falta de estar buscando algo, uma divindade. Então faça assim. Saia sem dizer tchau. Simplesmente comece a conhecer todas as Igrejas sem que eles saibam. Vá indo em várias. Observe e saiba que uma Igreja somente é possível conhecer com pelo menos 1 ou mais anos realmente. No início tudo será sempre flores. E se você não encontrar nenhum lugar, por favor não volte para onde você viu a serpente e a mentira. Busque a Deus através de Jesus Cristo, leia e examine as escrituras. Procure jejuar se tiver boa saúde 24 horas em oração. Uma Igreja vai encontrar você um dia, mas não tenha uma Igreja onde você jamais será encontrado.

fonte: https://obramaranatarevelada.wordpress.com/denuncia-igreja-crista-maranata-icm/#comment-1733

Como venho denunciando esta seita fui fundada com as “doutrinas” do pastor da morte – do fundador da seita “igreja cristã templo das pessoas” jim jones. O líder que levou em 18 de Novembro de 1978 mais de 900 vítimas para a morte em seu maanaim:

https://obramaranatarevelada.wordpress.com/2012/11/26/igreja-crista-maranata-o-espirito-da-igreja-crista-maranata/

O “anjo” que tocou gedelti gueiros tinha nome: jim jones!

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s