ESTAVA NO EXÍLIO E NÃO SABIA.

Um dia a areia branca teus pés irão tocar.
E vai molhar seus cabelos a água azul do mar.
Janelas e portas vão se abrir pra ver você chegar.
E ao se sentir em casa SORRINDO VAI CHORAR.

Debaixo dos caracóis dos seus cabelos….

As luzes e o colorido que você vê agora
na rua por onde anda na casa onde mora.
Você olha tudo e nada lhe faz ficar contente.
Você só deseja agora VOLTAR PRA SUA GENTE.

Debaixo dos caracóis dos seus cabelos….

Você anda pela tarde com seu olhar tristonho
DEIXA SANGRAR NO PEITO UMA SAUDADE E UM SONHO.
Um dia vou ver você chegando num sorriso pisando
a areia branca que é seu paraíso.

Hoje a dor me fez lembrar desta linda canção que muito me incomodava quando estava no exílio(seita). Eu não entendia o “por quê” ela me vinha à minha mente.
Fiquei distante do meu povo: família, amigos, irmãos,…e agora? onde estarão?
Saudades, solidão, pranto, dor…

E agora vou por na conta de quem?
Quem vai pagar o psicólogo?

Ele queria tirar os “carros ferrados” dos filisteus para colocar os dele. Lembram desta aula? Se chama “A mente”. Nosso foi exílio mental.
Foi debaixo dos cabelos com caracóis, cabelos lisos, curtos, longos, castanhos, pretos,…

Mas sei que meu REDENTOR vive.
Volta Jesus!

fonte: http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2012/06/discriminacao-e-preconceitos/#comment-13345

Anúncios
comentários
  1. […] maranata – E agora vou por na conta de quem? Quem vai pagar o psicólogo? […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s