maranata – isso é apenas uma pequena mostra do que realmente sofreu na ICM com respeito às pessoas com deficiência. São coisas terríveis, como preconceito, desrespeito e falta de acessibilidade.

Publicado: 18 de junho de 2012 em Discriminação e preconceitos na maranata, Testemunhos de obreiros, servos, pastores, diaconos
Tags:, , , , , ,

Amados irmãos e CV,

Sou de Brasília e conheço essa irmã que foi citada nos comentários acima do dia 08/06/12.

Estive com essa irmã no domingo e ela me confirmou o que está escrito nesses comentários. Disse que alguns irmãos a procuraram fazendo muitas perguntas sobre esse acontecimentos.
Ela disse que, na verdade, isso é apenas uma pequena mostra do que realmente sofreu na ICM com respeito às pessoas com deficiência. São coisas terríveis, como preconceito, desrespeito e falta de acessibilidade.

Essa irmã já saiu da ICM. Disse que lutou por quase 20 anos para ser aceita ou se encaixar nos padrões tão altos, exigidos pela igreja. Nunca conseguiu! Falou que a grande loucura ou ingenuidade dela foi pensar que um dia se encaixaria ou seria bem recebida numa igreja tão perfeita e santa, sendo ela uma “aleijada”. Quanta inocência! disse ela.

Essa irmã me disse muitas coisas, conversamos muito tempo mas uma coisa que me chamou muita atenção, foi quando ela falou sobre sua saída da ICM. Ela disse que só saiu quando não sentia mais nenhuma mágoa ou ódio de nenhum pastor ou irmão que a humilhou e maltratou. Disse que saiu em paz e que continua amando a todos que ficaram mesmo sabendo que a recíproca não é verdadeira.

Tentei encorajá-la a postar aqui, um relato completo de tudo que aconteceu para que todos saibam do que essa igreja é capaz. Ela ficou de pensar pois não quer fazer nada por mágoa ou revolta.

Irmãos, agora é que vemos onde nós estávamos. A gente não imagina o que nossos irmãos passam dentro dessa seita que se diz igreja Cristã. Isso ela nunca foi. Se esta irmã escrever mesmo tudo o que ela passou vocês vão concordar comigo que esta instituição deveria ser processada por abuso espiritual, por discriminação à pessoas com deficiência e por falta do obediência às Leis.

Outra coisa, em nenhum momento eu percebi rancor ou mágoa nas expressões dela, sendo que, pelo que me contou, teria motivos de sobra para estar revoltada. Ela, pelo contrário se mostrou serena, principalmente alegre.

Achei que seria importante postar isso aqui porque aqui em Brasília todos conhecem essa irmã mas acho que poucos sabem o que ela já sofreu nesta instituição que se diz Cristã.

Paz a todos.
.
.
Novo Dia.

Este artigo nasceu a partir destes depoimentos. Eu há havia anotado que certamente o Senhor se lembrará do que aamor e desprendimento desta querida irmã (e de ouitras centenas de mulheres) que fizeram além de suas forças para servirem aos seus irmãos.

Quando eu for à Brasília gostaria de estar com esta querida irmã. Por favor, diga isto a ela.

Muito bom o seu testemunho confirmando os fatos. Certamente, os leitores de Basília estão lendo (sei que muito dessa bela Capital acompanham o Blog).

Paz.

CV.

fonte: http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2012/06/discriminacao-e-preconceitos

comentários
  1. […] maranata – isso é apenas uma pequena mostra do que realmente sofreu na ICM com respeito às pesso… […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s